Home Sem categoria Na véspera de manifestações, Moraes autoriza série de diligências no inquérito que...

Na véspera de manifestações, Moraes autoriza série de diligências no inquérito que apura atos antidemocráticos

203
0

Ministro do Supremo autorizou prisão, blooqueio de conta nas redes e busca e apreensão contra bolsonaristas

O ministro Alexandre de Moraes Foto: STF
Ministro Alexandre de Moraes

RIO E BRASÍLIA — Às vésperas das manifestações programadas em apoio ao presidente Jair Bolsonaro no 7 de setembro, o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), deu andamento a diligências no âmbito do inquérito que apura atos antidemocráticos. Apenas nesta segunda-feira, foram cumpridas uma prisão preventiva, busca e apreensão contra suspeitos de financiar as movimentações antidemocráticas e o bloqueio das contas em redes sociais do blogueiro bolsonarista Oswaldo Eustáquio.

As ofensivas contra organizadores, incentivadores e financiadores de atos antidemocráticos nas manifestações desta terça começaram na última semana, com o cumprimento de ordens de prisão contra o blogueiro Wellington Macedo e o caminhoneiro Marcos Antônio Pereira Gomes, o Zé Trovão. Nesta segunda, conforme contou a colunista Bela Megale, mais um mandado de prisão foi expedido, desta vez contra o bolsonarista Márcio Giovani Nique, conhecido nas redes como “professor Marcinho”.

Atendendo a um pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR), Moraes autorizou a prisão preventiva de Marcinho, em Santa Catarina, após afirmar á alguns dias em uma live nas redes sociais que “um empresário grande está oferecendo uma grana federal que vai sair pela cabeça (do ministro do STF) Alexandre de Moraes, vivo ou morto”. Ele também afirmou que existe um agrupamento no Brasil e em outros países que irá caçar “ministro (do STF) onde quer que eles estejam”.

Outro alvo de Moraes nesta segunda foi o blogueiro bolsonarista Oswaldo Eustáquio, que teve suas contas em redes sociais bloqueadas sob suspeita de incentivar os atos antidemocráticos nesta terça-feira. No seu perfil do Twitter, Eustáquio vinha divulgando declarações do caminhoneiro Marcos Antônio Pereira Gomes, o Zé Trovão, que tem articulado um movimento para pedir o impeachment dos ministros do STF no dia 7. O blogueiro chegou a realizar transmissões ao vivo com Zé Trovão, que tem um mandado de prisão em aberto contra ele, já que a Polícia Federal ainda não localizou o bolsonarista.(O Globo)

Previous articleDia do Sexo: Especialistas explicam como o sexo pode beneficiar a saúde do corpo e da mente
Next articleApós retirada de tumor, Pelé está na UTI, mas passa bem