Resultado de imagem para MPF quer levantamento sobre áreas atingidas pela fumaça e fuligem da Agrovale em Petrolina e Juazeiro

G1 – Petrolina

O Ministério Público Federal (MPF) propôs um levantamento das áreas atingidas pela fuligem da cana-de-açúcar em Petrolina e Juazeiro produzida pela empresa Agrovale. O objetivo é minimizar os impactos sociambientais na região.

O levantamento será realizado pelo Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), em parceria com o órgão ambiental do Estado de Pernambuco e corpo pericial do MPF, que pretende estimar com maior precisão quais as áreas atingidas pela fumaça e a fuligem. Além disso, o estudo também vai calcular o número de famílias e habitantes que são alcançados pelas consequências da queima da palha da cana-de-açúcar.

Com o resultado dessas informações, o MPF deve se reunir mais uma vez com a Agrovale e apresentar o levantamento. “Se não houver avanço nessas negociações, certamente, medidas judiciais terão que ser tomadas em parceria com o MPF do Estado de Pernambuco e da Bahia”, afirma o procurador da República, Felipe Pires.

A primeira proposta feita para que a Agrolave era a ampliação da mecanização da colheita, mas a empresa não acatou. A Agrovale alegou que muitos funcionários seriam dispensados com a mecanização, citando também questões técnicas em relação ao terreno, de produtividade e de solo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui