Folha de S. Paulo – Por Mônica Bergamo

Maitê Proença reagiu às críticas por ter comparecido a uma manifestação a favor da Amazônia, na semana passada, no Rio. Ela foi atacada por quase ter virado ministra do Meio Ambiente de Jair Bolsonaro. O nome da atriz foi um dos cotados para assumir a pasta.

Além de dizer que não votou nele para presidente, Maitê explicou a amigos por que quase virou ministra. “Eu me dei em sacrifício quando um grupo de ambientalistas sugeriu que eu pudesse ser ministra”, disse a interlocutores.

A atriz afirma que não queria se associar ao bolsonarismo. Mas diz ter pensado que poderia “me cercar de gente tecnicamente embasada” para tocar a pasta. E que os bolsonaristas poderiam pensar “fora da caixa” e colocar no cargo alguém que “ama” o meio ambiente, ainda que não alinhado com eles

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui