Home Sem categoria Lojista de Moda de Petrolina inova ao promover live commerce diretamente do...

Lojista de Moda de Petrolina inova ao promover live commerce diretamente do fornecedor

952
0

Com a iniciativa pioneira, a empreendedora adquire apenas as peças já vendidas e com alto potencial de consumo, evitando aportar o capital de giro na composição de estoque.

Com o sucesso da ação, virou referência no live commerce atacadista e lançou um curso para orientar outros empresários do segmento para utilizar a plataforma de vendas.

Desde 2020, no ápice da pandemia, Mariana Valgueiro, proprietária da loja de roupas femininas Morenita, em Petrolina, cidade localizada a mais de 700 quilômetros da capital pernambucana, apelou para as oportunidades oferecidas pelo live commerce para manter e ampliar seu relacionamento com clientes através das vendas virtuais.

Entusiasmada com os resultados obtidos, Mariana decidiu ousar e aplicar a ferramenta de forma diferenciada: em vez de promover lives de divulgação da coleção já adquirida, resolveu apresentar as peças direto do fornecedor, antes de comprá-las, selecionando apenas os artigos já vendidos para sua audiência virtual.

Cliente assídua do Mega Polo Moda, maior centro atacadista do Brás, tradicional região de compras da capital paulista, local onde marca presença pelo menos 1 vez ao mês para conferir as novidades, Mariana começou a fazer o que ela chama “live shopping”, registrando um público médio de 60 pessoas a cada live de lançamento, que pode chegar a até 100 pessoas quando promove vendas promocionais.

“Comecei a fazer as lives para vender mais e também para atingir novos públicos. Com a live shopping, adquiro apenas as peças já compradas pelos meus clientes e consigo adequar os produtos ao perfil desse público”, avalia a lojista.

Crescimento e novo negócio

Percebendo o potencial e retorno das lives – que incrementaram em 50% as vendas da loja física e 100% na plataforma digital – e também mediante as diversas solicitações de outros lojistas que procuravam orientação sobre o “live shopping”, Mariana desenvolveu um curso específico sobre o assunto onde ensina a vender através das redes sociais.

“Não é uma consultoria sobre ganhar dinheiro, mas como ajudar o lojista a ser um influenciador do seu próprio negócio”, destaca Mariana. “Meu objetivo é ensinar como criar uma conexão com o cliente, agregando credibilidade ao produto e às vendas. Uma live tem que ter estratégia para criar e estimular o desejo junto aos consumidores”.

Hoje, como influenciadora do segmento, Mariana é convidada para falar sobre sua experiência com as vendas virtuais – inclusive pelo Mega Polo Moda onde começou sua trajetória no “shopping commerce” – e comemora a manutenção do seu negócio durante a pandemia e o expressivo crescimento alcançado com o uso da tecnologia.

“Entre a loja física e o e-commerce, vendemos uma média de 1000 peças por mês. A aposta nas lives fez o nosso faturamento crescer, reformamos a loja física e aumentamos nossa equipe. Hoje conhecemos melhor o nosso consumidor e conseguimos identificar com mais precisão os tipos de produtos mais adequados. Acredito que, assim, todos os lados ganham”, finaliza a empresária.

Informações para Imprensa:

Previous articleTIM é escolhida pela ENGIE para implementar solução de iluminação pública inteligente em Petrolina 
Next articleRaquel Lyra se posiciona sobre a disputa presidencial no segundo turno;confira decisão da candidata a governadora de Pernambuco