Apreendidos em prisões de Pernambuco, mais de dois mil celulares serão distribuídos para estudantes de tecnologia do Centro de Recondicionamento de Computadores do Recife (CRC) nesta terça-feira (6), na sede do instituto, no bairro de Apipucos, no Recife. Os telefones serão entregues por meio da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (SDJH).

“Não podemos ficar com o lixo eletrônico que vem das unidades prisionais nem comprometer o meio ambiente jogando o resíduo fora. Eu gostaria de não apreender nenhum celular em unidades prisionais, mas, como isso ainda acontece, precisamos dar um destino a eles para que não retornem à prisão” completa o secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico.

Após a distribuição, os aparelhos serão completamente desmontados. O plástico será destruído e descartado conforme a política de descarte de resíduos sólidos. As placas, baterias e vibra calls serão transformados em robôs, bengalas e chapéus sonoros para deficientes visuais, entre outras ferramentas. Já o vidro pode virar luminárias e quadros.

Em 2018, a Secretaria Executiva de Ressocialização (Seres) apreendeu 2.410 aparelhos nas 23 unidades do Estado. Até julho de 2019 foram 1.572. ( FolhaPE)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui