Nessa quinta-feira (5), foi inaugurada na Secretaria do Trabalho, Emprego e Qualificação, a primeira unidade do Instituto Maria da Penha em Pernambuco

O prédio da Secretaria do Trabalho, Emprego e Qualificação de Pernambuco ficou pequeno, ao abrir as portas para a inauguração da primeira unidade do Instituto da Maria da Penha em Pernambuco, o segundo do País. O evento contou com a presença da mulher que inspirou a principal lei brasileira de combate à violência doméstica, Maria da Penha, que sobreviveu a duas tentativas de homícidio. A solenidade ainda trouxe personalidades ilustres, como Edna Goldoni, fundadora do Instituto Vasseolo Goldoni e principal representante do projeto Semeando Pérolas.

“Esse presente veio em função das mulheres que precisam ser orientadas para que elas possam se sentir acolhidas para falar e lutar pela própria vida”, disse Maria da Penha emocionada. “Alberes Lopes, jovem de ousadia, competência e sensível à causa das mulheres. Secretário, você é a pessoa certa, no lugar certo, no tempo certo para nós mulheres que precisamos hoje da ajuda dos homens de visão”, agradeceu Maria da Penha ao secretário Alberes Lopes, que cedeu o local no prédio da Seteq.

Os elogios de Maria da Penha se estenderam à deputada Gleide Ângelo e a vários nomes presentes, nomes que ajudaram a construir a nova sede do Instituto em PE, um espaço decorado com tons de rosa e lilás por Anderson Barbosa, da Cerimonialista Alliance. “Nunca pensei que tal feito pudesse se realizar, não seria possível tal feito sem a articulação de Gleide Ângelo”, afirmou Penha, distribuindo outros agradecimentos às defensoras, aos defensores mirins e aos patrocinadores do evento, como a Hidone e o Bradesco.

Os afagos da mulher que inspira tantas outras foram justificáveis. A iniciativa surgiu a partir de uma articulação da deputada estadual Gleide Ângelo diretamente com o secretário, que culminou num compromisso de sede selado com a co-fundadora do Instituto, Regina Célia.

Ao lado secretário Alberes Lopes, Regina Célia ressaltou no evento o papel do IMP na conscientização sobre a violência contra a mulher. “Quero agradecer pela oportunidade. Somos mais do que vencedores, pois somos aqueles que lutam, que correm, que fazem, que voam, e acreditamos que cada um, acreditamos que nós, podemos transformar e fazer algo”, discursou Regina.

A cerimônia aconteceu na Av. Marquês de Olinda, 150, no Recife Antigo. Também estiveram presentes representantes da sociedade, da Polícia Civil e da Justiça Estadual que apoiam o enfrentamento dos abusos contra as mulheres. Nomes como a atriz e ativista Luíza Brunet, a diretora executiva do Bradesco, Glaucimar Peticov, o diretor de sustentabilidade do grupo Hinode, Angelo Teixeira, o deputado federal Túlio Gadelha, o deputado estadual Clodoaldo Magalhães, a presidente da Comissão da Mulher da Câmara do Recife, Aline Mariano,  estiveram presentes.

O Instituto Maria da Penha em Pernambuco funcionava há dez anos, mas não tinha um espaço físico para atender ao público. Foi possível instalar a unidade no prédio da Seteq, por conta do Projeto Tua Vez, que será lançado no próximo mês para capacitar mulheres vítimas de violência doméstica. “É um momento de alegria receber Maria da Penha, Gleide Ângelo e tantas outras ativistas que vieram aqui empenhadas em melhorar as condições das mulheres, para que elas possam ter mais dignidade, que possam ter uma oportunidade de trabalho e qualificação”, destacou Alberes Lopes.(Ascom)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui