Home Sem categoria I Agrotec Show debate carcinicultura e inovações na agropecuária no Vale do...

I Agrotec Show debate carcinicultura e inovações na agropecuária no Vale do São Francisco

731
0
Inovação e empreendedorismo também foram discutidos no I Agrotec Show

O I Agrotec Show: Encontro de Carcinicultura Interiorizada do Vale do São Francisco, promovido pela Pró-Reitoria de Extensão (Proex) da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), discutiu o potencial da cadeia produtiva do camarão de cativeiro com pesquisadores, estudantes, empresários e produtores que participaram do evento, realizado no Cineteatro do Campus Sede, em Petrolina (PE). O Agrotec Show, que teve início na última quarta-feira (8) foi encerrado no final da tarde desta sexta-feira (10), também abordou inovações tecnológicas, empreendedorismo e pesquisas acadêmicas.

Durante a manhã, foi realizada a mesa redonda “I Semeando e Inovando no Vale do São Francisco (Seivasf), que discutiu o tema “Inovações no setor agropecuário do Vale do São Francisco” e contou com a participação do reitor pro-tempore Paulo César Fagundes Neves, de representantes do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), da Associação Brasileira dos Produtores e Exportadores de Frutas e Derivados (Abrafrutas) e de empresários do setor agropecuário. O professor do Colegiado de Engenharia Agronômica Ítalo Lucena proferiu palestra sobre o uso de tecnologias de baixo custo no cultivo de manga.

Mas o tema central do evento foi o cultivo do camarão da espécie Litopenaeus vannamei, o camarão marinho originário do Oceano Pacífico, que vem sendo largamente utilizado em fazendas em diversos países e no Brasil, com muitas fazendas já implantadas no interior. O presidente da Associação Brasileira de Criadores de Camarão (ABCC), Itamar Paiva Rocha, falou sobre as oportunidades e critérios técnicos para a viabilização do cultivo de camarão em águas oligohalinas no interior. “Esse movimento proporcionado pela Univasf é importante para reunir os interessados, passar informações técnicas e científicas. Também é necessário conseguir apoio político e recursos para montar uma unidade demonstrativa e de processamento do camarão. Não tenho dúvida sobre o potencial da região do Vale do São Francisco”, afirmou Rocha.

Para a estudante Mariana Gardenia de Lucena Reis, que está no segundo ano do mestrado em Ciência Animal da Univasf, esta primeira edição do Agrotec Show possibilitou conhecer a cadeia produtiva da carcinicultura, uma área pela qual ela se interessou por saber mais. “Todos os temas tratados foram pertinentes e me permitiram conhecer mais sobre a carcinicultura, um assunto que não pude estudar muito durante a graduação”, contou.

O estudante de Engenharia Agrícola e Ambiental Vitor Marcos Lima dos Santos, que está no 5º período, considerou o evento enriquecedor especialmente pelos assuntos discutidos no I Seivasf. “Gosto muito da área de inovação e a apresentação sobre inovação e startups, que o Sebrae trouxe, e a palestra sobre as tecnologias de baixo custo na produção de manga se complementaram bem”, comentou sobre a programação desta sexta-feira (10).

O pró-reitor de Extensão, Anderson Miranda de Souza, ressaltou que o I Agrotec Show abordou diversas temáticas relevantes para a agropecuária e para o desenvolvimento da região do Vale do São Francisco. “Debatemos temas relacionados à inovação, pesquisa, carcinicultura, fruticultura e mostramos a importância da extensão tecnológica e como a tecnologia pode transformar a realidade do agricultor familiar e do agronegócio”, pontuou. A ideia, segundo ele, é promover edições anuais do evento, tratando de outras temáticas.

Promovido pela Pró-Reitoria de Extensão (Proex) e o Laboratório de Carcinicultura e Biológicos (LacarBio) da Univasf, a realização do I Agrotec Show contou com a parceria da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba (Codevasf) e do Instituto Federal do Sertão Pernambucano (IFSertãoPE). As palestras e painéis ministrados durante o evento estão disponíveis no canal da TV Caatinga no YouTube. (Ascom)

Previous articlePetrolina mantém viva cultura nordestina com o tradicional Concurso de Quadrilhas Juninas. Evento é neste sábado(11) no SESC
Next articleEm Petrolina-PE, `Jecana do Capim´ é hoje(12) com corrida de jegues e shows