Home Sem categoria Hospital Dom Malan celebra Dia Mundial de Doação de Leite Humano

Hospital Dom Malan celebra Dia Mundial de Doação de Leite Humano

301
0

O Hospital Dom Malan comemora, entre os dias 17 e 19 de maio, o Dia Mundial de Doação de Leite Humano. A campanha da Rede Global de Bancos de Leite Humano (rBLH) este ano traz como tema “Doação de leite humano: a pandemia trouxe mudanças a sua doação traz esperança”.

A ação possui aspectos inéditos e que potencializam o papel da data na conscientização sobre a importância da doação de leite humano e do aleitamento materno na redução da mortalidade infantil.

No HDM, a Comissão de Amamentação e o Banco de Incentivo e Apoio ao Aleitamento Materno (Biama) estão realizando uma programação que vai desde a participação no Fórum de Cooperação Técnica Internacional até ações interativas e integrativas.

De acordo com a coordenadora médica do Biama, Flávia Guimarães, mesmo com a programação tendo que ser adaptada às especificidades da pandemia, as ações envolverão todo o hospital e a sociedade em geral.

“Temos mural, publicações em nossas redes sociais, vídeos e entrevista em rádio. Mesmo não podendo fazer as ações presenciais que gostaríamos, vamos conseguir abranger um bom número de pessoas e sensibilizar sobre a importância da amamentação e da doação de leite humano, que é o nosso grande objetivo”, relata.

Confira a programação completa:

17, 18 e 19 – Participação no Fórum de Cooperação Técnica Internacional, no site rblh.fiocruz.br.

18 – Divulgação do Vídeo “Nós somos dois milagres” com a participação da genitora Jéssica da Silva e da médica pediatra Flávia Helena Guimarães nas redes sociais do Hospital Dom Malan.

19 – Entrevista com a coordenadora do Biama, Flávia Guimarães, no Programa Viva Bem, sobre a importância da doação de leite humano.

De 17 a 19 – Mural com depoimentos das mães doadoras e receptoras.

Ascom HDM/IMIP

Previous articlePaciente recebe alta depois de 51 dias internada com a Covid – 19 e um parto antecipado
Next articlePandemia perde força no mundo, exceto na América do Sul