O Hospital Dom Malan e a Unidade de Pronto Atendimento e Atenção Especializada, ambos geridos pelo IMIP em Petrolina, realizaram uma série de ações em prol do Dia Mundial pela Segurança do Paciente, celebrado neste 17 de setembro.​
​No HDM, por exemplo, as atividades começaram no mês passado com treinamentos de conscientização da cultura de segurança do paciente com toda a equipe médica. “Nós já tínhamos realizado em outro momento com a equipe de enfermagem e dessa vez abordamos os médicos. Focamos nas metas internacionais de segurança para melhoria da qualidade do atendimento ao paciente e o resultado foi muito positivo”, garante a enfermeira gerente da gestão de risco, Viviane Macedo.​
​Nesta terça-feira, a gerência realizou uma sensibilização com toda a equipe multiprofissional, através da divulgação das metas e dos seis passos que compõem o protocolo de segurança do paciente. “Foi uma forma que encontramos de reforçar a mensagem”, assegura.​
​Na UPAE, a enfermeira gerente do Núcleo de Educação Permanente, Andreska Ferreira, realizou uma sensibilização in loco, passando por todos os setores da Unidade. “Apresentamos alguns números, a nossa política de segurança do paciente e também reforçamos o protocolo. Temos uma política de educação continuada sobre o tema e periodicamente realizamos treinamentos e reciclagens”, ressalta.​
​Esta semana mesmo, o NEP já havia realizado um treinamento sobre transporte seguro para os maqueiros. “Fazemos essa abordagem com diversos públicos e buscamos incluir, inclusive o paciente, que é corresponsável pela segurança”, destaca a profissional.​
​​
Sobre a data
A data foi institucionalizada este ano pela Organização Mundial de Saúde (OMS), durante a 72ª Assembleia Mundial de Saúde, depois de constatar que, anualmente, ocorrem 134 milhões de eventos adversos relacionados com falhas na segurança em hospitais. Tem como tema “Segurança do Paciente: uma prioridade global de saúde”.​
​De acordo com o Ministério da Saúde, a Segurança do Paciente é um dos seis atributos da qualidade do cuidado e tem adquirido grande importância para os pacientes, famílias, gestores e profissionais de saúde com a finalidade de oferecer uma assistência de qualidade e segura.(Ascom)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui