O deputado federal Gonzaga Patriota (PSB) fez uma homenagem à Missa do Vaqueiro de Serrita, no Sertão de Pernambuco, que completa 50 anos de tradição em 2020 e a Festa do Colono, do Perímetro Irrigado do Bebedouro, na zona rural de Petrolina, que está na sua 52ª edição. Devido à pandemia do novo coronavírus, as celebrações presenciais não acontecerão para evitar aglomerações.

 “Em 1970 estava morando ainda em Salgueiro, quando na cabeça de três grandes homens nasceu a Missa do Vaqueiro: o padre João Câncio, Luiz Gonzaga e Pedro Bandeira e muitas outras pessoas também contribuíram para transformar esse evento em uma tradição, principalmente os vaqueiros. Essa Missa do Vaqueiro completando 50 anos, a grande festa não vai acontecer presencialmente por causa da pandemia, mas ela deixa seu legado hoje e sempre, especialmente pelos esforços de Helena Câncio que deu sequência a essa Missa. Parabéns ao povo de Serrita, ao povo pernambucano e ao Brasil que valoriza essa tradição”, disse Patriota.

Já sobre a 52° Festa do Colono, o deputado destacou a importância do evento para a região.

“Festa do Colono, 52 anos, esse ano não terá festa por conta da pandemia, mas eu quero abraçar todos os colonos do Bebedouro. Eu me lembro quando Nilo Coelho; Dr. Osvaldo; Geraldo Coelho, começaram através do Bebedouro essa grande riqueza que é hoje o submédio do São Francisco, a fruticultura. Em 2020, os colonos não farão a grande festa, mas a festa dos Colonos será sempre importante para todo o Vale do São Francisco. Em 2021, vamos comemorar, se Deus quiser com a grandeza que o evento merece”, ressaltou.(Ascom)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui