Em 25 anos da cidade de Lagoa Grande, PE, nunca se viu tanta obra de urbanização com ruas pavimentadas, calçadas padronizadas, escoamento de água pluvial e esgotamento sanitário num intervalo de uma administração municipal. Tudo isso tem acontecido não apenas no distrito, mas em toda a cidade. As obras de pavimentação, por exemplo, estão em diversos pontos do Distrito de Vermelhos com destaque especial para as dezenas de ruas já entregues e várias em obras. Em toda a cidade deverão passar de 70 urbanizadas ainda este ano.

Sr. Antônio Marques, residente há oito anos no Distrito de Vermelhos falou das benfeitorias. “Em vista do que era antes, com essa rua, meu deus!… hoje nós estamos no céu. Temos muito que agradecer a gestão que nos livrou de lama, de esgoto cavado no meio da rua, ajudando até com relação aos carros que passam aqui e agora vem até na porta para pegar um doente pra levar ao médico e, para as crianças melhorou demais porque as crianças vão pra escola sem sujar os pés e a noite com a claridade das luzes de LED tá tudo ótimo. Melhorou até o nosso cemitério, que estava abandonado. Agora é outra coisa, mas, eu não quero ir pra lá não (rs), mas melhorou tudo, a praça melhorou 100%”, agradeceu o morador.

O gestor municipal tem destacado que após resolver todas as pendências financeiras da prefeitura no início da gestão e colocar a “casa em ordem”, agora toda a semana tem obras de infraestrutura urbana para entregar aos moradores. “Todo este trabalho que estamos realizando, não é mérito individual do gestor é um trabalho coletivo, da secretaria da Infraestrutura, do Centro Administrativa aqui de Vermelhos, dos apoios dos vereadores, das outras secretarias que estão sempre contribuindo com suas equipes; e da população que nos cobram as benfeitorias. É um trabalho de todos. Com todas estas obras, além de promover a urbanização, melhora o comércio com a estrutura viária, hídrica; melhoramos a saúde que traz qualidade de vida para os moradores. A cidade toda ganha. Esta é a forma de fazer a diferença na gestão pública”, destacou.(Ascom)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui