A Diretoria financeira da Facape refez os cálculos durante o mês de junho, mesmo critério adotado em maio, para avaliar os custos da faculdade. A equipe financeira chegou ao percentual de 5,37% na redução das despesas. Percentual que será repassado a todos os alunos. Mas o percentual pode chegar a 18,01% para o pagamento das mensalidades, considerando outros percentuais que são concedidos pela faculdade.

A Facape vem buscando formas de ajudar os estudantes desde o início da pandemia, aplicando várias medidas financeiras, como prorrogação do pagamento da mensalidade sem juros e multas para até 30 dias após o seu vencimento, prorrogação do prazo de pagamento da mensalidade com desconto para até o quinto dia útil do mês subsequente, e a criação do desconto Covid , apesar da inadimplência.

“A inadimplência hoje é um dos maiores problemas das instituições do ensino superior e das escolas privadas. Porque a pandemia impactou na economia e na receita das pessoas e instituições, e fazendo uma correlação com desconto, é complicado conceder desconto pra quem já está com uma receita reduzida. Mas, preocupados com os estudantes, nós decidimos repassar para as mensalidades a redução percentual obtida com energia elétrica e com outros contratos.” Explicou o Presidente da Facape, Antonio Habib

O gestor adiantou que os novos alunos também serão contemplados com desconto Covid. Julho é o mês de matrículas para o segundo semestre dos alunos novatos e veteranos. “A diretoria está atenta aos dados da pandemia que provocaram a crise econômica no país, para apoiar os alunos no que for possível, considerando a condição da Facape como instituição pública da administração indireta.” Declarou Habib.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui