Home Sem categoria Em reunião, Simão Durando garante parceria entre Prefeitura e IBGE para realização...

Em reunião, Simão Durando garante parceria entre Prefeitura e IBGE para realização do Censo 2022

229
0

Na manhã desta segunda-feira (18), o vice-prefeito de Petrolina, Simão Durando, esteve reunido com o coordenador de Área do Censo 2022 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), José Inailton Nunes da Silva Junior, as coordenadoras Censitárias de Subárea, Carleuza Maria de Deus e Thaís Cristine Santana Serafim Leite, além da Secretária da Fazenda do município, Lucivane Lima. Na ocasião, foram discutidos os postos de recenseamento que serão disponibilizados pela prefeitura para as equipes de recenseadores que serão contratadas pelo IBGE.

Segundo o coordenador de Área, José Inailton, essas equipes estarão distribuídas em cinco postos de coleta pela cidade, tanto na área urbana, quanto na rural, o que facilitará o trabalho dos pesquisadores. O Censo Demográfico tem periodicidade decenal, é a principal fonte de referência para conhecimento geral das condições de vida da população (saúde, economia, educação, etc.) em território nacional. A operação da pesquisa atual foi adiada no ano de 2020, devido à pandemia de COVID-19, sendo então anunciada para o período que compreende os meses de junho a agosto de 2022.

Segundo informações do IBGE, cerca de 78 milhões de domicílios particulares permanentes do Brasil serão investigados, tendo um questionário da amostra que será aplicado em aproximadamente 11% desse contingente. Em Petrolina, serão contratadas 300 pessoas para o cargo de recenseador, que irão realizar a pesquisa nas áreas urbana e rural, onde estima-se que serão visitados cerca de 125 mil domicílios. Além dos dados que serão levantados, o vice-prefeito Simão Durando destaca a importância da atualização dessas informações para que o Plano de Governo da gestão possa ser ainda mais aprimorado.

“Para a gestão é muito importante sabermos não somente o número de habitantes, mas também a faixa etária, quantas pessoas estão no mercado de trabalho, quantas estão no mercado informal, quantas têm acesso à educação, aos serviços de saúde, etc. Esses dados irão nortear onde a gestão poderá intensificar seus trabalhos nas mais diversas áreas e estaremos à disposição, fazendo essa parceria cedendo locais específicos para os postos de coleta. Outro ponto bacana será a oferta de emprego para contratação dos recenseadores, o que incrementará a economia local.”, ressaltou Simão.

Previous articleMercado Turístico de Petrolina é opção de compra para o Dia das Crianças
Next articleNutricionista aponta como diminuir a retenção de líquidos