A cidade de Lagoa Grande, PE, segue em passos firmes rumo a sua estruturação e adequação para o desenvolvimento. Mais um sonho da população e especificamente dos feirantes do distrito de Vermelhos começa a se tornar realidade. Já está pronto o projeto do Pátio coberto de Feira com toda infraestrutura hidrosanitária (água, energia, banheiros masculino, feminino e para portadores de deficiências, esgotamento sanitário) com total acessibilidade de rampas de acesso e piso tátil. O prédio terá 23,80 x 52,90 e área total construída de 1.279.42 m2. Segundo o prefeito, o projeto já está pronto (foto planta baixa anexa) e será encaminhado o Edital para Licitação já na semana que vem. O prefeito pediu da equipe técnica, velocidade e muita qualidade nas instalações.

Prefeito assinará no desfile de Vermelhos, contrato com a CAIXA de ...
Comunidade de Vermelhos – Lagoa Grande-PE

O Gestor Municipal, que vem se dedicando a desenvolver um trabalho de estruturação do município com grandes obras, já enviou semana passada, para a provação da Câmara de Vereadores os projetos da Usina de Energia Solar e do Pátio de Feira da Sede. Todos os questionamentos dos vereadores em primeira discussão no plenário já foram respondidos e, pelo que tudo indica, devido ao grande clamor da população e dos feirantes que tem se manifestado pelas redes sociais, os projetos deverão ser aprovados hoje à noite no plenário da Câmara.

Sobre o projeto da Usina Fotovoltaica (Energia Solar), será um a grande economia para o município com a nova geração de energia. A vida útil garantida é de 25 anos. Investimento de R$ 5.947.149,65, financiada em 120 parcelas, 02 anos de carência e capacidade de geração mensal de 174.410,88 Kwh (suficiente para abastecer todos os prédios públicos e toda o parque de iluminação da Sede, Distritos e Assentamentos). A área do projeto da Usina será de 1,3 hectares com economia em 10 anos de R$ 16.396.053,39. A economia projetada nos 25 anos, incluindo os aumentos que a CELPE aplica em média de 7% ao ano e mais o dinheiro que está sendo deixado de pagar as contas todo mês, aplicando a taxa de 7% ao ano será de R$ 109.143.439,53.

“São projetos de grande relevância para a população. Este Projeto de geração da própria energia da cidade é tão inovador que vários prefeitos estão entrando em contato conosco pedindo a cópia do projeto para também implantarem em suas cidades. Um projeto deste, com grande viabilidade técnica, que promove economia e ainda gera recursos para a população é revolucionário. Depois de implantado servirá de exemplo não só para a região como também todo o Brasil. Vários outros benefícios virão logo após, como por exemplo, a redução considerável da Contribuição da Iluminação Pública-CIP”,explicou Vilmar Cappellaro.(Ascom)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui