Home Sem categoria Em Brasília, Guilherme Coelho pede apoio do Ministério da Agricultura no combate...

Em Brasília, Guilherme Coelho pede apoio do Ministério da Agricultura no combate à mosca-das-frutas no Vale do São Francisco

270
0

O propósito de transformar a região do Vale do São Francisco uma zona livre da mosca-das-frutas motivou Guilherme Coelho, presidente da Associação Brasileira de Produtores Exportadores de Frutas e Derivados (Abrafrutas), a solicitar apoio em Brasília. Nesta semana, o presidente participou de reuniões com a ministra Tereza Cristina e representantes de instituições parceiras do agronegócio, como o Sebrae e o CNA/Senar, que garantiram incentivos à iniciativa.

De acordo com Guilherme Coelho, essa é uma meta possível de ser alcançada. “Temos regiões no Brasil que já estão livres da mosca-das-frutas. O Vale do São Francisco é referência em fruticultura, somos responsáveis pela produção de 90% de toda uva e manga exportada pelo Brasil. Não temos mais espaço para essa praga”, argumentou o presidente da Abrafrutas.

A ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, garantiu que a pauta terá toda atenção da pasta. “Esse é um assunto importantíssimo para o MAPA e tem todo o meu apoio. Neste ano trabalhamos duro e juntos, com certeza, vamos vencer esse problema e deixar o Vale do São Francisco livre da mosca-das-frutas”, afirmou.

O diretor presidente do Sebrae, Carlos Melles, e o presidente do CNA, João Martins, também se colocaram à disposição. “O Sebrae já está participando desse projeto”, afirmou Carlos Melles. O presidente do CNA, por sua vez, destacou que é preciso ter a ação de todos os atores do processo. “Não é simplesmente um trabalho de combate à mosca-das-frutas, é um trabalho de consciência do produtor, que tem que monitorar essa praga”, concluiu João Martins.

Assessoria de Imprensa de Guilherme Coelho, presidente da Abrafrutas

Previous articleEm Santa Maria, Prefeito George Duarte anuncia vacinação contra a COVID para gestantes de 12 a 17 , puérperas ou com algum tipo de comorbidade
Next articleEriberto Medeiros entrega ao governador projetos da retomada econômica aprovados pela Alepe