A deputada estadual Dulcicleide Amorim (PT) comentou sobre a situação da Saúde de Petrolina no programa Nossa Voz dessa quarta-feira (17). Após ouvir críticas ao governador de Pernambuco, Paulo Câmara, que prometeu o Hospital da Mulher no município, a deputada justificou porque a promessa ainda não foi cumprida e disparou críticas à prefeitura do município.

Sobre o Hospital da Mulher de Petrolina, que nunca saiu do papel, Dulcicleide Amorim justificou: “Esse Hospital de Mulher, é promessa de campanha de 2014. Quando vc fala do IMIP/HDM teria condição de atender melhor a alta complexidade. O IMIP tem que atender 200 partos por mês de baixa complexidade. Se o município fizesse isso, o IMIP teria um atendimento melhor. (…) Estou cobrando isso e ele [Paulo Câmara] me deixou claro que não teria como começar isso agora, porque está construindo o hospital em Serra Talhada”.

“A Saúde hoje aqui é mantida praticamente pelo governo estadual. A prefeitura era pra ter uma Casa de Parto e não tem. Petrolina só tem a saúde básica, o município ainda tem muito a melhorar”, criticou a deputada.

Dulcicleide ainda destacou que quando Odacy Amorim era prefeito de Petrolina, O Hospital Dom Malan e o antigo Hospital de Traumas eram geridos pela prefeitura. Mas hoje, só as unidades básicas são mantidas pelo governo municipal. “Hoje chegam ao IMIP/HDM e ao HU casos que poderiam ser revolvidos em unidades menores”, afirmou e completou: “A culpa não é só do governo do estado”.(Blog Nossa Voz)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui