ROBERTO SOARES/ALEPE

O presidente do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), Odacy Amorim (PT), deixou o cargo para poder disputar a prefeitura de Petrolina, no Sertão de Pernambuco. A exoneração, “a pedido”, foi publicada no Diário Oficial desta quinta-feira (4). Ele havia assumido o IPA em janeiro de 2019, logo após a reeleição de Paulo Câmara (PSB).

Pela regra eleitoral, quem pretende disputar a eleição para prefeito, vice-prefeito ou vereador, deve deixar o cargo no governo caso esteja exercendo papel em comissão de secretário, presidente ou titular de um órgão quatro meses antes das eleições.

“Tem um prazo para se afastar e eu me afastei para a pré-campanha. Estou muito satisfeito com o trabalho desenvolvido no IPA e muito grato pela oportunidade que o governador (Paulo Câmara) me concedeu. Fizemos um trabalho muito bom e agora é a hora de um novo desafio”, disse Odacy em conversa com a reportagem do JC.

Cabe lembrar, que diante da pandemia do novo coronavírus (covid-19), há a discussão sobre o adiamento das eleições municipais deste ano, mas isso ainda não ocorreu.

Odacy já foi prefeito de Petrolina e pretende voltar ao posto com apoio do PSB. No entanto, o deputado estadual Lucas Ramos (PSB) defende sua candidatura pelo partido socialista, o que pode levar a oposição a ter mais de um nome no primeiro turno,

Petrolina

Mesmo na presidência do IPA, Odacy já alfinetava o atual prefeito de Petrolina, Miguel Coelho (MDB). Em entrevista recente ao JC, ele chegou a afirmar que Miguel esconde a aliança que tem com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

“O prefeito é um pouquinho envergonhado de se colocar como aliado do presidente Bolsonaro e certamente os eleitores de Bolsonaro estão vendo isso”, afirmou o petista.

DESCOMPATIBILIZAÇÃO

Além de Odacy Amorim, outros possíveis candidatos deixaram os cargos nesta quinta-feira. Entre eles, o ex-prefeito e ex-presidente da Amupe Luciano Torres, que deve disputar a prefeitura de Ingazeira novamente.

Zé de Bira (PSB) que está de olho na disputa pela a Prefeitura de Tabira e Erivaldo José da Silva, conhecido como Joelson (PSB) que deve disputar Calumbi, onde já foi prefeito, também saíram. Todos estavam na Casa Civil.(J.C.)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui