O boletim que acompanha a evolução da covid-19 em Petrolina, divulgado pela secretaria Municipal de Saúde, mostra que 7.927 pessoas já foram infectadas pela covid-19 na cidade desde o início da pandemia – um acréscimo de 133 casos novos. Com mais 63 curas clínicas nesta segunda-feira (9), o total geral de recuperados subiu para 5.607.

Dos novos casos, 125 foram confirmados a partir dos 407 testes rápidos realizados pela prefeitura e 8 através de exames laboratoriais. Dos testes, são 76 pessoas do sexo feminino, com idades entre 07 meses de vida e 87 anos, e 49 do sexo masculino, entre 06 meses de vida e 75 anos. Exames laboratoriais confirmaram covid-19 em 6 pessoas do sexo feminino, entre 30 e 79 anos, e em 2 do sexo masculino, de 45 e 85 anos.

Visualização da imagem

Petrolina tem dois óbitos por covid-19, totalizando 115. O primeiro ocorreu no último dia 3 de novembro, em um hospital particular da cidade, mas a Declaração de Óbito (DO) só chegou à Vigilância em Saúde nesta segunda. Trata-se de uma pessoa do sexo masculino, de 59 anos, com histórico de outras doenças. O segundo óbito foi neste domingo (8), também em um hospital da rede privada. Era uma pessoa do sexo feminino, de 76 anos, sem informações de outras doenças.

Ocupação de leitos

Os leitos de UTI da rede pública de Petrolina continuam reduzidos em quase 50% porque o Hospital de Campanha do governo do estado aInda não reativou seus 20 leitos que foram desativados na semana passada devido a um problema na estrutura da unidade ocasionado pelas chuvas, e 10 leitos da Policlínica do Hospital Universitário também foram desativados temporariamente. Com isso, a taxa de ocupação geral dos leitos de UTI da rede pública é de 45,16% nesta segunda-feira. Dos 31 leitos disponíveis atualmente, 14 estão ocupados, sendo 09 pacientes de Petrolina e 05 de outras cidades da região. Os dados completos seguem em anexo.

Raça/cor/etnia

Os dados referentes à raça/cor/etnia dos casos confirmados nesta segunda-feira seguem em anexo. A relação é feita de acordo com as categorias do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE): branca, preta, parda, amarela, indígena.(Ascom)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui