Primeiro óbito foi confirmado nesta terça; pacientes estavam internados em hospitais da rede particular

Tempos de coronavírus: passageiros usam máscaras de proteção no aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro (14/03/2020)

Governo do Estado de São Paulo informou em entrevista coletiva nesta terça-feira, 17, que outras quatro mortes estão sendo investigadas para atestar se ocorreram em decorrência do novo coronavírus.

Esses pacientes estariam no mesmo hospital particular em que estava internado o primeiro caso fatal de covid-19 no Brasil. Trata-se de um homem de 62 anos, diabético e com quadro de hipertensão.

O homem apresentou os primeiros sintomas dia 10 de março, foi internado quatro dias depois e morreu na última segunda-feira, 16. Ele não tinha histórico de viagens recentes ao exterior.

De acordo com o infectologista David Uip, coordenador do Centro de Contingência de Coronavírus, haverá um pedido ao Ministério da Saúde que o tempo de quarentena seja diminuído de catorze para dez dias, uma vez que o tempo de encubação do vírus tem sido menor do que o esperado.

Pacientes graves

Para atender pacientes graves de Covid-19 no SUS, o Governo do Estado diz que serão criados 1 400 leitos de UTI que podem ter acréscimo com o decorrer da pandemia.

Ainda não se sabe, no entanto, quantos pacientes graves existem no Estado, há uma conta aproximada de que corresponderiam a 5% dos casos totais, são 162 casos em todo o Estado, destes 152 estão na capital paulista.(VEJA)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui