Univasf oferta 1.530 vagas pelo Sisu 2017, cujas inscrições ...

Os conselheiros universitários Bruno Abreu de Melo (representante discente), Fábio Henrique de Carvalho (Professor de magistério superior) e Samuel Horácio de Oliveira (discente do Mestrado Profissional em Extensão Rural), entraram com uma solicitação ao reitor Pro Tempore, Paulo César Fagundes, para que exonere e afaste Valdner Ramos do cargo.

Nas justificativas para o pedido de impeachment foram relatados as seguintes razões:

  • Através do Vice-reitor, indicando seu grupo de apoiadores e doadores da chapa judicante em cargos de poder na Univasf e os mantendo nos cargos, a qualquer custo, inclusive em desobediência ao regimento e atos do reitor, para não macular a imagem do seu grupo;
  • Em outra frente, o grupo liderado pelo vice-reitor e pelos pró-reitores que assinam uma petição on line, desqualificando a gestão anterior, descaracterizando o papel de uma gestão temporária e assumindo a posição de gestão permanente;
  • Criando uma imagem perante a comunidade acadêmica e externa que o Conselho Universitário – CONUNI, vem impedindo a administração/reitoria de fazer o seu trabalho, conforme a Nota de esclarecimento sobre decisão do Conselho Universitário relativa à nomeação dos pró-reitores Publicado.

Os conselheiros esperam que a direção leve em conta todos os relatos apresentados e justificados e que uma posição favorável ao que foi encaminhado, seja acatado pela reitoria, através do seu reitor Pro Tempore, Paulo César Fagundes.

Aguardem novas informações.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui