Assim como o azeite e o vinho, o mel é um dos alimentos mais falsificados do mundo. Isso acontece pois as abelhinhas levam um tempo para produzir o alimento – por mais eficientes que elas sejam, elas não dão conta de produzir mel para o mundo inteiro.

E, como falta mel, os falsários misturam xarope de glucose e outros ingredientes para fazer o mel original render mais ou então revendem as misturas como se fossem o produto verdadeiro.

Felizmente, existem alguns truques caseiros para conferir se o mel que você comprou é original. Antes, uma recomendação: é mais garantido comprar mel verdadeiro em supermercados ou empórios. Confira as dicas a seguir.

1) Geladeira
Mel de verdade cristaliza, isso é, ele se solidifica em temperaturas abaixo de 25ºC. Deixe a garrafa com o alimento na geladeira por algumas horas: se endurecer, é mel. Para reverter o processo, é só deixar fora da geladeira ou aquecer a garrafa em banho-maria.

2) Vinagre
Pegue uma colher de sopa de mel e pingue algumas gotas de vinagre: se espumar, o produto é falsificado. Isso acontece pois o ácido do vinagre reage com os ingredientes usados para fraudar o mel.

3) Água
Encha um copo com água e coloque uma pequena quantidade de mel. Se o produto for original, ele vai descer para o fundo do copo, pois o mel é mais pesado que a água.

4) Papel-toalha
Pingue um pouco de mel em um papel-toalha. Se o líquido demorar para ser absorvido, o produto é original. Mel adulterado costuma ser mais diluído e é absorvido rapidamente.

Bônus: data de validade
Mel de verdade não estraga (e deve ser conservado fora da geladeira). Por isso, garrafas que trazem uma data de validade podem indicar que o produto é falso. A embalagem, no entanto, pode indicar o melhor prazo para consumo. Depois daquela data, o mel não estraga, mas pode perder um pouco de aroma, sabor e textura. (da redação da Menu)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui