Home Sem categoria Com gritos de ‘sem anistia’, milhares de manifestantes protestam na Paulista contra...

Com gritos de ‘sem anistia’, milhares de manifestantes protestam na Paulista contra ataques antidemocráticos

1172
0

Protesto pela democracia na Avenida Paulista — Foto: Fábio Tito/g1

O ato foi convocado pelas frentes Povo Sem Medo, Brasil Popular e Coalisão Negra por Direitos. Torcidas organizadas de times de futebol também participam do protesto.

Protesto pela democracia na Avenida Paulista — Foto: Fábio Tito/g1

Protesto pela democracia na Avenida Paulista — Foto: Fábio Tito/g1

Com gritos de “sem anistia”, milhares de manifestantes protestaram pela democracia na noite desta segunda-feira (9). Os atos foram uma resposta aos ataques terroristas feitos por bolsonaristas golpistas e criminosos que invadiram e depredaram, no domingo (8), o Congresso Nacional, o Supremo Tribunal Federal (STF) e o Palácio do Planalto, em Brasília.

O ato foi convocado pelas frentes Povo Sem Medo, Brasil Popular e Coalisão Negra por Direitos. Torcidas organizadas dos principais times paulistas, Corinthians, Palmeiras, Santos e São Paulo, também participaram do protesto. Os manifestantes começaram a chegar ao local por volta das 17h e gritavam “sem anistia e sem perdão, queremos Bolsonaro na prisão”.

Protesto pela democracia na Avenida Paulista — Foto: Fábio Tito/g1
Protesto pela democracia na Avenida Paulista — Foto: Fábio Tito/g1

O deputado federal Guilherme Boulos (PSOL) discursou durante o ato e mandou um recado ao governador Tarcísio de Freitas (Republicanos): “Tarcísio, não tente, nem passe pela sua cabeça imitar Ibaneis aqui em São Paulo. Nós não vamos deixar. Se golpista tentar invadir a Assembleia Legislativa, e a polícia fizer corpo mole, a gente vai tirar no braço”.

“Nós elegemos o presidente Lula, mas não podemos abrir mão das ruas desses país. Nós vamos derrotar os golpistas também através da Justiça, da intervenção do DF, das ações do governo, mas nós vamos derrotar os golpistas não deixando que eles tomem as ruas no nosso lugar. Agora é lutar, tomar as ruas para que a gente garanta que não tenha anistia”, emendou.

Manifestantes carregando faixa pela democracia. — Foto: Fábio Tito/g1

Previous articleFãs de Roberto Dinamite se despedem do craque vascaíno em São Januário
Next articleEm Juazeiro, Dr. John Khoury deixa Secretaria de Gestão de Pessoas