Sem categoria

Home Sem categoria Page 311

Barragem Sobradinho tem vazão reduzida

0
Com chuvas abaixo da média, Barragem de Sobradinho opera com vazão baixa | Bahia | G1
Barragem de Sobradinho continua operando com vazão baixa

A Chesf informa, que em atendimento à demanda do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), a Companhia vai reduziu a defluência média diária da Usina de Sobradinho, na Bahia, saindo dos atuais 1.600 m³/s para 1.000 m³/s, de forma gradual.

A alteração acontece por etapas, iniciou na data do 21 de outubro, a redução para 1.300 m³/s, e atingindo a vazão de 1.000 m³/s neste sábado, dia 23.

Em relação à defluência média diária da UHE Xingó, a vazão pode variar até 2.900 m³/s, ao longo dos meses de outubro e novembro, respeitando uma mínima média diária de 800 m³/s e máxima média mensal de 2.500 m³/s. Tais variações poderão ocorrer a depender da necessidade de otimização energética nas outras regiões do País, conforme determina o ONS

A Chesf ressalta a importância da não ocupação de áreas ribeirinhas na calha principal do Rio São Francisco, haja vista que em condições emergenciais, a exemplo da necessidade de maximização de geração para atendimento ao Sistema Interligado Nacional (SIN), as usinas de Sobradinho e Xingó têm capacidade de turbinar valores da ordem de 4.200 m³/s e 3.000 m³/s, respectivamente. A Empresa permanecerá comunicando, sistematicamente, as vazões a serem praticadas.(Ascom)

Preço da cesta básica aumentou em todas as capitais em 2020

0

As maiores altas foram registradas em Salvador, de 32,89%, e Aracaju, 28,75%.

Preço da cesta básica aumentou em todas as capitais em 2020

A Pesquisa Nacional da Cesta Básica de Alimentos, realizada pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), indicou que os preços do conjunto de alimentos básicos necessários para as refeições de uma pessoa adulta conforme Decreto-lei 399/1938, aumentaram em todas as capitais em 2020.

As maiores altas foram registradas em Salvador, de 32,89%, e Aracaju, 28,75%. Em Curitiba foi observada a menor elevação, de 17,76%.

De novembro para dezembro de 2020, o custo da cesta foi maior em nove cidades e menor em oito, com destaque para as elevações de João Pessoa (4,47%), Brasília (3,35%) e Belém (2,96%). As maiores diminuições foram registradas em Campo Grande (2,14%) e Salvador (1,85%).

Em São Paulo, a cesta custou R$ 631,46, com alta de 0,36% na comparação com novembro. No ano de 2020, o preço do conjunto de alimentos subiu 24,67%.

Com base na cesta mais cara que, em dezembro, foi a de São Paulo, o Dieese estima que o salário mínimo necessário deveria ser equivalente a R$ 5.304,90, o que corresponde a 5,08 vezes o mínimo vigente, de R$ 1.045,00. Segundo o órgão, o cálculo é feito levando-se em consideração uma família de quatro pessoas, com dois adultos e duas crianças.

O tempo médio necessário para adquirir os produtos da cesta para o conjunto das capitais, considerando um trabalhador que recebe salário mínimo e trabalha 220 horas por mês, foi, em dezembro, de 115 horas e 8 minutos, maior do que em novembro, quando ficou em 114 horas e 38 minutos.

Quando comparado o custo da cesta ao salário mínimo líquido, ou seja, após o desconto referente à Previdência Social – alterado para 7,5% a partir de março de 2020, com a Reforma da Previdência -, verificou-se que o trabalhador remunerado pelo piso nacional comprometeu, em dezembro, na média, 56,57% do salário mínimo líquido para comprar os alimentos básicos para uma pessoa adulta. Em novembro, o percentual foi de 56,33%.

Com informação: Agência Brasil

Filha de Agnaldo Timóteo vence ação e obtém direito à herança milionária

0
 (Foto: Divulgação/TV Globo)
Agnaldo Timóteo

Nessa segunda-feira (9/8), Timotinho Silva, assessor e sobrinho de Agnaldo Timóteo, anunciou que o processo de adoção da filha de 14 anos do cantor foi concluído na Justiça. Ela é destinatária de metade da herança do artista, que morreu em abril deste ano.

Apesar de ele a ter criado desde os dois anos de idade, a adoção legal ainda estava em andamento. Rutinente, irmã de Agnaldo, chegou a entrar na Justiça por julgar que o irmão estava ‘desorientado’ no ato da assinatura do testamento.

Sidney Pedroso, advogado do artista, foi reconhecido como o inventariante e garantiu à filha o acesso à herança. Timotinho comemorou a decisão publicando uma foto com Keyty Evelyn, escrevendo que a justiça se cumpriu.

“Finalmente uma notícia boa. Muito feliz que Justiça foi feita, seja feliz minha querida Keyty. Que bom que a Justiça respeitou o desejo do nosso querido Agnaldo Timóteo”, escreveu.

Em entrevista à RecordTV feita em julho deste ano, Sidney se mostrou otimista com o andamento do processo. “Tudo se encaminha para que consigamos realizar o bom desejo do Agnaldo Timóteo, que é ver a filha dele, que foi a alegria da vida dele, Keyty Evelyn Timóteo, sendo adotada por ele mesmo que postumamente”, disse.

O patrimônio de Agnaldo, segundo o Domingo Espetacular, inclui um apartamento em São Paulo e um sobrado na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, e chega a 30 milhões de reais, sem contar as obras artísticas do cantor.

Acompanhe o Boletim da Covid-19 deste sábado (12) em Pernambuco

0

A Secretaria SES-PE registrou, nesse sábado (12/06), 2.877 casos da Covid-19. Entre os confirmados hoje, 232 (8%) são casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e 2.645 (92%) são leves. Agora, Pernambuco totaliza 518.421 casos confirmados da doença, sendo 47.333 graves e 471.088 leves, que estão distribuídos por todos os 184 municípios pernambucanos, além do arquipélago de Fernando de Noronha.

Além disso, o boletim registra um total de 431.760 pacientes recuperados da doença. Destes, 27.004 eram pacientes graves, que necessitaram de internamento hospitalar, e 404.756 eram casos leves.

Também foram confirmados laboratorialmente 79 novos óbitos (40 masculinos e 39 femininos), ocorridos entre os dias 07/07/2020 e 11/06/2021. Com isso, o Estado totaliza 16.780 mortes pela doença. Os pacientes tinham idades entre 23 e 101 anos. As faixas etárias são: 20 a 29 (2), 30 a 39 (6), 40 a 49 (10), 50 a 59 (16), 60 a 69 (16), 70 a 79 (12), 80 ou mais (17). Do total, 43 tinham doenças preexistentes: doença cardiovascular (19), diabetes (18), hipertensão (17), obesidade (6), tabagismo/histórico de tabagismo (3), doença respiratória (6), doença hepática (1), câncer (2), doença de Alzheimer (1), AVC (1) e etilismo (1) – um paciente pode ter mais de uma comorbidade. Os demais seguem em investigação.

Com relação à testagem dos profissionais de saúde com sintomas de gripe, em Pernambuco, até agora, 30.017 casos foram confirmados e 52.321 descartados. As testagens entre os trabalhadores do setor abrangem os profissionais de todas as unidades de saúde, sejam da rede pública (estadual e municipal) ou privada. O Governo de Pernambuco foi o primeiro do país a criar um protocolo para testar e afastar os profissionais da área da saúde com sintomas gripais.

BALANÇO DA VACINAÇÃO – Pernambuco já aplicou 3.367.753 doses da vacina contra a Covid-19, chegando a 2.371.755 pernambucanos já vacinados com a primeira dose. Ao todo, foram feitas a primeira dose em 290.335 trabalhadores de saúde; 25.925 povos indígenas aldeados; 42.327 em comunidades quilombolas; 7.649 idosos em Instituições de Longa Permanência; 628.823 idosos de 60 a 69 anos; 396.847 idosos de 70 a 79 anos; 201.262 idosos de 80 anos e mais; 1.429 pessoas com deficiência institucionalizadas; 17.537 trabalhadores das forças de segurança e salvamento; 348.924 pessoas com comorbidades; 23.688 pessoas com deficiência permanente; 45.067 gestantes e puérperas; 166.960 pessoas de 50 a 59 anos; 703 pessoas em situação de rua, 505 pessoas privadas de liberdade; além de 173.774 trabalhadores de serviços essenciais.

Em relação à segunda dose, já foram beneficiados 216.413 trabalhadores de saúde; 25.587 povos indígenas aldeados; 1.206 em comunidades quilombolas; 5.624 idosos institucionalizados; 271.716 idosos de 60 a 69 anos; 321.205 idosos de 70 a 79 anos; 147.801 idosos de 80 anos e mais; 1.181 pessoas com deficiência institucionalizadas e 5.265 trabalhadores das forças de segurança e salvamento; totalizando 995.998 pessoas que já finalizaram o esquema.(Ascom)

Conferência dos Bispos do Brasil pede respeito à democracia e às instituições neste 07 de setembro

0

Em vídeo sobre o 7 de Setembro, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) orientou os brasileiros a não se deixarem convencer por “quem agride os poderes Legislativo e Judiciário”, num recado ao presidente Jair Bolsonaro.

“A existência de três Poderes impede totalitarismos, fortalecendo a liberdade de cada pessoa”, afirmou o presidente da CNBB, dom Walmor Oliveira de Azevedo. “Independentemente de suas convicções político-partidárias, não aceite agressões às instituições que sustentam a democracia.”

Dom Walmor afirmou na mensagem que o país “está sendo contaminado por sentimento de raiva e de intolerância” e se opôs a uma série de bandeiras e políticas de Bolsonaro, entre as quais o incentivo e a facilitação da compra de armas de fogo por civis.

“Muitos, em nome de ideologias, dedicam-se a agressões e ofensas, chegando ao absurdo de defender o armamento da população. Quem se diz cristã ou cristão deve ser agente da paz, e a paz não se constrói com armas”, disse.

Bolsonaro e apoiadores apelaram ao discurso de viés religioso para conclamar cristãos a aderirem às manifestações a favor do Planalto. Isoladamente, padres haviam incentivado católicos a participarem dos protestos em defesa de Bolsonaro.

Além do apoio ao presidente, a pauta tem dois assuntos já superados no Congresso: voto impresso e impeachment de ministros do Supremo Tribunal Federal. Parte dos bolsonaristas também clama por uma intervenção militar. Pastores de igrejas evangélicas engrossaram as convocações do movimento bolsonarista, alegando a defesa da liberdade de expressão e de culto, e prometeram uma mobilização sem precedentes.

Por meio de seu presidente, a cúpula da principal entidade da Igreja Católica no país demonstrou preocupação com atos violentos e pediu respeito à vida durante as manifestações de rua no Dia da Independência, diante do agendamento de protestos contra e a favor do governo federal. O mote da campanha da CNBB é “somos todos irmãos”.
“Respeite a vida e a liberdade de seu semelhante. Aquele com quem você não concorda é também amado e tem uma família que aguarda o seu retorno com segurança”, apelou dom Walmor. “As desavenças não podem justificar a violência, a intolerância nos distancia da Justiça e da paz, afasta-nos de Deus.”

EXCLUÍDOS: O presidente da CNBB também defendeu uma série de posições contrárias à gestão Bolsonaro. Ele lembrou da alta da inflação e do desemprego, da fome e da miséria, pautas que o governo evita comentar. “Não podemos ficar indiferentes a essa realidade, que mistura o desemprego e a alta inflação, acentuando gravemente exclusões sociais. São urgentes políticas públicas para a retomada da economia, e a inclusão dos mais pobres no mercado de trabalho”, disse.

O líder dos bispos católicos afirmou que a pandemia da covid-19 “é mal que ainda nos ameaça”, sugeriu respeito às medidas de distanciamento social e definiu a vacinação como uma “tarefa cristã”.

Redação redeGN Foto CNBB

Petrolina registra 10 novos casos positivos da covid-19 neste domingo(10)

0

A atualização do boletim da covid-19 deste domingo (10), registra 10 casos novos da doença em Petrolina. Com isso, o total de moradores que foram infectados pelo vírus desde o início da pandemia chega a 12.912.

Até agora, 10.362 pessoas já estão recuperadas, isso corresponde a 80,25% do total de casos. O município não registrou nenhuma nova morte, o número se mantém 158 óbitos causados pelo novo coronavírus.

Dos novos infectados, todos foram confirmados através de exames laboratoriais. São quatro pessoas do sexo masculino, com idades entre 26 e 60 anos, e seis mulheres, com idades entre 35 e 85 anos.

As informações referentes à raça/cor/etnia dos casos registrados neste domingo seguem em anexo.

Ocupação de leitos

Neste domingo, a taxa de ocupação geral dos leitos de UTI da rede pública é de 47,16%. Dos 53 leitos disponíveis, 25 estão ocupados, sendo 14 pacientes de Petrolina e 11 de outras cidades da região.

Os dados completos estão AQUI

Ascom Prefeitura de Petrolina

IEL-PE tem vagas abertas com salário de até R$ 1,9 mil

0

O Instituto Euvaldo Lodi de Pernambuco (IEL-PE) está com 15 vagas abertas para empregos na Região Metropolitana do Recife (RMR) e no Sertão do Moxotó.

As oportunidades são para vendedor externo; auxiliar administrativo e financeiro; auxiliar administrativo e recepção; vendedor de autopeças; torneiro CNC e operador de empilhadeira.

Os interessados devem enviar o currículo para o e-mail: (selecao@ielpe.org.br), e informar, no título do e-mail, a vaga que deseja concorrer.

Segundo a gestora do IEL-PE, Juliana Nogueira, a depender do cargo, as vagas contam com benefícios e comissões. Os salários variam de R$ 1,1 mil a R$ 1,9 mil.

Para os interessados na vaga de vendedor externo, as exigências são: ensino médio completo, ter habilitação A, B ou E, habilidade em vendas, conhecimento em redes sociais e disponibilidade para ações de vendas.

Já para a oportunidade de auxiliar administrativo e financeiro é necessário ter formação completa em administração ou em ciências contábeis ou cursos correlatos, além de ser fundamental ter experiência generalista em todos os subsistemas do setor financeiro. Será um diferencial ter conhecimento do sistema ERP.

Os candidatos para a vaga de auxiliar administrativo e recepção devem ter formação em andamento no curso de administração ou em cursos correlatos, bem como experiência em atividades administrativas e de atendimento ao cliente, além de domínio em Excel.

Os que pensam em aplicar o currículo para vendedor de autopeças devem ter ensino médio completo, sendo preferencialmente de curso técnico em mecânica e ter experiência com atividades de vendas de peças automotivas.

Já para torneiro CNC, são exigidas as seguintes habilidades: formação técnico em mecânica, experiência com operador de torno CNC e centro de usinagem, bem como experiência em moldes de injeção plástica.

Para a vaga de operador de empilhadeira, o IEL-PE recomenda que o candidato tenha ensino médio completo, curso de empilhador retrátil atualizado e experiência CO empilhadeira retrátil. O profissional selecionado ficará sediado no município de Custódia.(Ascom)

Ao menos 22 países impõem barreiras de entrada ao Brasil para conter Covid

0

Os dados atualizados até esta quarta-feira (14) referem-se apenas a países que adotaram medidas específicas contra o Brasil

Ao menos 22 países impõem barreiras de entrada ao Brasil para conter Covid

BAURU, SP (FOLHAPRESS) – Com o anúncio das restrições aos viajantes do Brasil feito pela França nesta terça-feira (13), o país soma barreiras de entrada impostas como forma de tentar conter o avanço da pandemia de Covid-19 -particularmente, a variante brasileira do vírus- em ao menos 22 nações, de acordo com levantamento feito a partir dos dados da Iata (associação internacional de transporte aéreo).

Os dados atualizados até esta quarta-feira (14) referem-se apenas a países que adotaram medidas específicas contra o Brasil. Assim, ficam de fora do levantamento países como a China, por exemplo, que fechou suas fronteiras de maneira mais generalizada.

Pessoas que estiveram no Brasil em um período de 14 dias antes de viajar não podem entrar na Arábia Saudita, Irã, Itália, Japão, Omã, San Marino e Vaticano. No Reino Unido, o prazo estabelecido como margem de segurança é de dez dias, mas os viajantes precisam se comprometer a ficar em quarentena em solo britânico por 11 noites.

Na Alemanha, quem esteve no Brasil só pode entrar se comprovar fazer parte de algumas das poucas exceções às regras, sendo familiar de um cidadão alemão, por exemplo. Mesmo a vizinha Argentina fechou as portas até pelo menos o final deste mês a quem sair do Brasil.

Na Áustria, segundo a Iata, os voos do Brasil e da África do Sul estão suspensos até, pelo menos, o próximo domingo (18), quando também expiram as restrições em Bangladesh e no Peru. Na segunda-feira (19), também deve cair a barreira imposta pela França e, no dia seguinte, a do Paquistão.

O principal temor desses países é o maior potencial de contágio e letalidade das variantes brasileiras do coronavírus. São elas a P.1, originária de Manaus e já dominante em pelo menos seis estados brasileiros fora do Amazonas, e a P.2, de grande circulação no Brasil e primeiro identificada no Rio de Janeiro.

Além das cepas brasileiras, também foram identificadas variantes do coronavírus no Reino Unido, na África do Sul e nos EUA. Em geral, de acordo com o conhecimento científico acumulado até agora, essas novas versões do coronavírus tendem a ser mais transmissíveis e surgem como consequência do descontrole da pandemia e da alta circulação de pessoas –caso do Brasil.

Quanto mais o vírus circula, maiores as chances de mutações surgirem -algumas delas facilitam a entrada do vírus nas células ou então impedem a ação de anticorpos neutralizantes.

Assim, embora a maior parte dos países que impuseram restrições ao Brasil tenham taxas de transmissões maiores que a brasileira, as medidas se justificam pelo temor de que as variantes agravem a crise sanitária, sobrecarregando sistemas de saúde e elevando o número de mortes.

A taxa de transmissão, também chamada de “R”, indica para quantas pessoas, em média, cada infectado transmite o vírus; quando está acima de 1, significa que a velocidade de contágio é crescente.

Entre os 22 países analisados, o Irã é o que apresenta o maior índice (1,43), segundo os dados compilados pelo portal Our World in Data. Isso significa que cada 100 infectados por coronavírus no Irã contaminam outros 143, que, por sua vez, infectam mais 204, que contagiam 292 e assim sucessivamente, espalhando a doença de forma cada vez mais rápida.

A taxa do Brasil é 1,01 -o quinto menor da lista-, o que significa, segundo o índice, que a transmissão é mais lenta, mas ainda progressiva. Com R abaixo de 1, nos países da lista, estão apenas San Marino (0,96), Reino Unido (0,93), Áustria (0,91) e Itália (0,81).

PAÍSES QUE IMPÕEM BARREIRAS AO BRASIL

  • Alemanha
  • Arábia Saudita
  • Argentina
  • Áustria
  • Bangladesh
  • Cidade do Vaticano
  • Colômbia
  • Espanha
  • EUA
  • França
  • Holanda
  • Irã
  • Itália
  • Japão
  • Marrocos
  • Omã
  • Paquistão
  • Peru
  • Reino Unido
  • San Marino
  • São Martinho
  • Turquia

Covid-19: Prefeitura de Juazeiro divulga planejamento de vacinação para esta quarta-feira

0

A Prefeitura de Juazeiro, através da Secretaria de Saúde (Sesau), dá continuidade à vacinação contra a Covid-19 nesta quarta-feira (29).  A programação inclui vacinação nas zonas urbana e rural do município. Confira o planejamento.

 Adolescentes 12 a 17 anos sem comorbidades – zona rural

A vacinação destes públicos será realizada na zona rural, nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) das comunidades de Abóboras, Lagoa do Salitre, Goiabeira, Junco, Juremal e Massaroca. O horário é das 8h às 12h. Os adolescentes precisam ir acompanhados de pais ou responsáveis. É preciso levar RG, CPF, Cartão SUS e comprovante de residência.  A vacinação na zona rural é exclusiva para os moradores destas localidades.

Adolescentes 12 a 17 anos com comorbidades – zona urbana

A vacinação deste público será na Univasf. O horário é das 8h às 11h30h e das 14h às 16h. É preciso levar RG, CPF, cartão SUS e comprovante de residência. Os adolescentes com comorbidades precisam levar original e cópia do laudo médico (a cópia do laudo ficará retida).

Fazem parte do grupo de comorbidades, segundo a resolução da Comissão Intergestores Bipartite da Bahia (CIB), pessoas com: diabetes, pneumopatias crônicas graves, hipertensão arterial, insuficiência cardíaca, cor-pulmonale e hipertensão pulmonar, cardiopatia hipertensiva, síndromes coronarianas, valvopatias, miocardiopatias e pericardiopatias, doenças da aorta, dos grandes vasos e fístula arteriovenosas, arritmias cardíacas, cardiopatias congênitas, prótese valvares e dispositivos cardíacos implantados, doenças cerebrovascular, doença renal crônica, hemoglobinopatias, obesidade mórbida, Síndrome de Down, imunossuprimidos e cirrose hepática.

Adolescentes gestantes, puérperas (até 45 dias pós-parto) e lactantes (46º pós-parto aos 11 meses e 29 dias do bebê) – 12 a 17 anos

Este público pode buscar pela Univasf, das 8h às 11h30h e das 14h às 16h. As adolescentes gestantes devem levar o cartão de gestante. As puérperas e lactantes devem levar Certidão de Nascimento do bebê. Também é preciso levar RG, CPF, cartão SUS e comprovante de residência. As adolescentes precisam estar acompanhadas de pais ou responsáveis

População 18 anos e mais, gestantes, puérperas (até 45 dias pós-parto) e lactantes (46º pós-parto aos 11 meses e 29 dias do bebê)

Estes públicos acima de 18 anos, incluindo gestantes, puérperas e lactantes, devem ir às Unidades Básicas de Saúde (UBSs) Argemiro, Itaberaba, Alto da Aliança e Alto do Cruzeiro. É preciso levar RG, CPF, Cartão SUS e comprovante de residência. Gestantes devem levar o cartão de gestante. Puérperas e lactantes devem levar Certidão de Nascimento do bebê. O horário é das 8h às 12h.

Segunda dose – Oxford, CoronaVac e Pfizer

A aplicação da segunda com Pfizer e CoronaVac será na Escola Iracema Pereira Paixão (bairro São Geraldo), Creche Mariá Tanuri (bairro Santo Antônio) e nas UBSs CSU, Tabuleiro e Jardim Flórida. No Juá Garden Shopping haverá vacinação com Pfizer, CoronaVac e Oxford. No Auditório do Centro de Saúde III haverá vacinação com a segunda dose da Oxford. O horário das UBSs Jardim Flórida e Tabuleiro é das 8h às 12h. Os demais pontos funcionam de 8h às 11h30h e das 14h às 16h.  É preciso levar RG, CPF, Cartão SUS, comprovante de residência e cartão de vacina.

Dose de reforço (3ª dose)

Poderão receber a dose de reforço: idosos, residentes em Juazeiro, com 70 anos ou mais e que tenham intervalo de 6 meses em relação à última dose; profissionais de saúde ativos e lotados em Juazeiro, com 60 anos ou mais e que tenham intervalo de 6 meses em relação à última dose; e imunossuprimidos que possuam intervalo de 28 dias em relação à última dose.

A vacinação será na Univasf, das 8h às 11h30h e das 14h às 16h. É preciso levar RG, CPF, cartão SUS, comprovante de residência e cartão de vacina. O trabalhador de saúde deve levar também o contracheque atualizado e precisa estar ativo e lotado em Juazeiro. Os imunossuprimidos também precisam levar original e cópia do laudo médico (a cópia ficará retida).

São considerados imunossuprimidos as pessoas com doenças reumáticas imunomediadas sistêmicas em atividade e em uso de dose de prednisona ou equivalente > 10 mg/dia ou recebendo pulsoterapia com corticóide e/ou ciclofosfamida; demais indivíduos em uso de imunossupressores ou com imunodeficiências primárias; pacientes oncológicos que realizaram tratamento quimioterápico ou radioterápico nos últimos 6 meses; neoplasias hematológicas.

Ascom SESAU/PMJ

Após quase dois meses foragido no exterior, Zé Trovão volta ao Brasil e se entrega à PF

0

Líder caminhoneiro foi alvo de decreto de prisão do ministro do STF Alexandre de Moraes

Procura de Zé Trovão usou publicações do investigado nas redes sociais Foto: Foto: Reprodução / Agência O Globo

BRASÍLIA — Após ter passado quase dois meses foragido no México, o líder caminhoneiro bolsonarista Marcos Antônio Pereira Gomes, conhecido como Zé Trovão, retornou ao Brasil e se entregou nesta terça-feira à Polícia Federal em Joinville (SC). Ele foi alvo de uma ordem de prisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes, decretada em 1º de setembro, por incitar violência e atos antidemocráticos nas manifestações de 7 de setembro.

De acordo com fontes que acompanhavam o paradeiro dele, Zé Trovão teria viajado de avião do México para o Peru na semana passada com o objetivo de retornar para o Brasil. De lá, o bolsonarista teria voltado ao país no último final de semana e ficou escondido alguns dias com sua família, até se entregar hoje à PF em Joinville, cidade onde mora com sua família.

Apesar da ordem de prisão, as autoridades mexicanas não chegaram a prender Zé Trovão. Seu nome ainda não tinha sido incluído na lista de difusão vermelha da Interpol, por isso ele não poderia ser preso no exterior.

Zé Trovão divulgou um vídeo nas redes sociais pouco antes de se entregar. Relatou ter saído do Brasil para continuar falando nas redes sociais e incentivando as manifestações do 7 de setembro, que motivaram a sua prisão.(O Globo)