Home Sem categoria Carnavalesco juazeirense, Geraldo Pontes, vai desfilar no Sambódromo como destaque da...

Carnavalesco juazeirense, Geraldo Pontes, vai desfilar no Sambódromo como destaque da Águia de Ouro

554
0

O professor de dança e carnavalesco juazeirense, Geraldo Pontes, será um dos destaques centrais do desfile da escola de samba Águia de Ouro, que vai acontecer no Sambódromo do Anhembi, em São Paulo no próximo dia 23 de abril.

Convidado pelo carnavalesco da escola campeã do carnaval paulista, Sidnei França e pelo amigo Alex Araújo, o artista regional já está concluindo os detalhes finais da sua fantasia, inspirado no tema ‘Afoxé de Oxalá’ que a Águia de Ouro iria apresentar em 2021, mas que foi adiado para esse ano, em função da pandemia da Covid – 19.

O representante do Vale do São Francisco no Sambódromo paulista, trabalha com fantasias de carnaval desde 1980, quando foi destaque da Batucada Cacumbú, em Juazeiro – BA. De lá pra cá, conquistou diversos prêmios na categoria luxo em grandes eventos do Nordeste, a exemplo do Baile Municipal de Petrolina- PE, Baile da Cidade, em Salvador – BA e do Concurso de Fantasias do Carnaval da Bahia, também em Salvador.

Licenciado em dança pela Universidade Federal da Bahia (UFBA) e em Pedagogia pela Universidade Estadual da Bahia (UNEB), com especialização em Psicopedagogia Institucional, Geraldo Pontes atua há 40 anos na região, educando através da dança crianças e adolescentes em sua Escola de Ballet, além de ensinar voluntariamente em projetos sociais de Juazeiro.

Os amigos e admiradores do artista estão fazendo uma campanha para arrecadar recursos visando à cobertura das despesas com a confecção da fantasia, passagens, hospedagem e alimentação. As doações podem ser feitas através do PIX: gel.pontes@hotmail.com. Ou da Caixa Econômica Federal;Ag 0080 operação 013 Conta poupança 96674-4.

Previous articleNão perca! Abertas até esta terça-feira(22) inscrições para projeto que promoverá oficina de produção de videoarte com smartphone na periferia de Petrolina
Next articleMonitor de Secas registra estabilidade do fenômeno em AL, RN e SE em janeiro. No Maranhão a seca desapareceu e nos demais estados nordestinos ficou mais branda