Perfil Ong - Transforma Petrolina - Transforma Brasil

O Transforma Petrolina iniciou uma campanha de voluntariado para ajudar pessoas e Organizações Não Governamentais (ONGs) que estão passando por dificuldades neste período de pandemia. A iniciativa é a segunda versão do Cidadão Solidário que pretende engajar voluntários para amenizar os impactos sociais causados pela covid-19 e incentivar a solidariedade.

O “Cidadão Solidário 2.0” tem sete frentes de atuação, cinco para trabalho remoto, em casa, e duas para serviço externo. As vagas são para divulgação de informações nas redes sociais, cadastro de voluntários, doação de sangue, montagem e entrega de cestas básicas. Os psicólogos também podem participar atendendo idosos em situação de vulnerabilidade.

Outra oportunidade que tem área específica é a de “Comunicador do Bem”. A vaga é destinada para estudantes e profissionais de comunicação auxiliarem ONGs e projetos sociais a se comunicarem com seu público.

De acordo com a coordenadora do Transforma Petrolina, Lara Secchi Coelho, a ação é uma forma de praticar a solidariedade neste momento de pandemia. “Muitas pessoas estão precisando de diversos tipo de ajuda, desde doações de alimentos até de atenção. A campanha foi pensada para incentivar a solidariedade de diversas formas, sem precisar sair de casa. Uma ligação para um idoso, uma divulgação de informações nas redes sociais fazem diferença enorme na vida de petrolinenses que necessitam de apoio”, explica.

Para ser um Cidadão Solidário precisa ser maior de 18 anos e se cadastrar na plataforma do Transforma Petrolina, através do link https://transforma.petrolina.pe.gov.br. Para mais informações, basta entrar em contato pelo telefone 87 3864-4611 ou no Instagram @transformapetrolina.

O Transforma Petrolina é um programa que incentiva a solidariedade e o voluntariado em projetos sociais e ambientais sem fins lucrativos. O programa faz a ponte entre ONGs e voluntários através de uma plataforma online. As ações realizadas pelo Transforma beneficiam pessoas em vulnerabilidade social.(Ascom)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui