O Banco de Leite Humano do Hospital Dom Malan/IMIP (Biama) está realizando uma campanha para arrecadação de potes de vidro que são usados para o armazenamento do leite ordenhado e pasteurizado, destinado aos bebês prematuros.

Os  potes  precisam ser  realmente de  vidro para resistir ao processo de esterilização e a tampa de plástico para não enferrujar. Esse material passa por constante aquecimento e resfriamento, sofre desgaste e precisa ser substituído.

“A gente perde alguns potes pelo desgaste mesmo do uso, outros quebram e ainda tem os que vão para a arrecadação do leite e não voltam. Então, no mínimo uma vez por ano realizamos essa campanha”, justifica a enfermeira gerente do Biama, Kaliane Medeiros.

“O ideal é que os vidros sejam de café solúvel do tamanho médio”, explica a diretora médica do Biama, Flávia Guimarães. Esses potes de vidro, geralmente, acabam indo para o lixo quando o seu conteúdo acaba. “Doando para o Biama mais mães poderão se tornar doadoras e mais leite poderá ser coletado. É uma maneira sustentável de ajudar os bebês e o meio ambiente”, defende.

“Precisamos dos potinhos com urgência para distribuir, principalmente, entre as doadoras para captação do leite cru. Esse simples gesto vai contribuir para mantermos o banco de leite em funcionamento. A doação dos recipientes é tão importante quanto a doação de leite humano”, afirma Kaliane.

Os interessados em ajudar na campanha devem deixar os potes de vidro no próprio Biama, que fica no Hospital Dom Malan/IMIP, na Avenida Joaquim Nabuco, s/n, centro, Petrolina, ou entrar em contato com o banco pelo telefone (87) 3202-7067.(Ascom)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui