A Câmara de vereadores de Petrolina apresentou, na sessão desta quinta-feira (29), um relatório de uma CPI aberta pela Câmara contra o Dom Malam. As várias reclamações e as mortes ocorridas naquela unidade, levaram os vereadores a investigar os fatos que tem amedrontado quem necessita do serviço de saúde, em especial, as mulheres. Considerada suprapartidária, a decisão deixou os vereadores, segundo Gabriel Menezes, “com a sensação do dever cumprido”.

O vereador Ronaldo Souza, presidente da comissão parlamentar de inquérito, relatou que a Câmara decidiu instalar o investigação, a partir da situação de Miliam Souza Carvalho, de 15 anos, que estava grávida e morreu no IMIP, no dia 02 de maio, segundo familiares, vítima de negligência médica. Os vereadores comoveram-se com a situação e resolveram instaurar através da CPI, a investigação.

“Ouvimos sete famílias, confesso que foi doloroso. Há muitas contradições nos relatórios hospitalares do Dom Malam. Houve contradição do médico, no laudo da jovem e da criança. Tivemos acesso à peça da entrada e da saída da jovem Miliam, como também de outras jovens. E conseguimos com esse relatório, mostrar ao Delegado, Dr. Daniel que tinha um equívoco, que havia uma certa dúvida na morte da jovem Miliam e da criança que chegou prematura, mas com vida’’, relatou.

O parlamentar destaca o descaso com a paciente, e reafirma que a CPI busca acima de tudo, “justiça e resposta para a sociedade”. Ele lembra que depois desse fato, aconteceram mais sete óbitos. “Nós vamos protocolar a peça no Ministério Público Federal, porque são recursos do SUS, o que nós queremos é justiça, é que coloquem a verdade para a sociedade Petrolinense, sobre as fatalidades ocorridas no Dom Malam”.

Sobre o posicionamento do Dom Malam, ele conta que ouviu, e respeitou o direito a defesa. O edil lamentou ainda, o que ele considera, “falta de respeito”, por parte do órgão fiscalizador, o CREMEPE, que não respondeu a Comissão. “Não compareceu, se não compareceu, não respeitou, não deu uma satisfação devida sobre a negligência das fatalidades ocorridas no Dom Malam.(Blog Nossa Voz)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui