Resultado de imagem para assim nao dá

Um caso inacreditável foi registrado em vídeo e caiu nas redes sociais: uma professora foi atacada na saída da escola em que ela trabalha, na rede estadual de ensino na cidade de Franciscópolis, interior de Minas Gerais. A agressora era a mãe de uma aluna que alegou que a educadora maltratou a filha dela.

Esta semana, a mãe da estudante teria ido ao colégio para conversar com a direção da instituição e reclamar que a filha era alvo de “maus tratos” por parte da professora. O colégio tomou providências e investigou o caso, conversando com outros alunos. A conclusão foi que o desentendimento nunca aconteceu e a história foi negada pelos jovens.

Ao receber a notícia, a mãe ficou inconformada e, como é possível ver nas imagens que viralizaram, decidiu agir por conta própria na manhã de quarta-feira (2). Já no início do vídeo, é possível ver a mulher empurrando a professora, que está de capacete e mochila tentando subir em sua moto para ir embora.

“Para, moça”, a vítima repete diversas vezes. “Você não é mulher, não?”, pergunta a mãe, antes de começar a bater e puxar o cabelo da professora, que cai no chão e recebe socos e chutes.

A filha se aproxima e pede que a mãe interrompa as agressões, mas a mulher não dá ouvidos. Ela volta a derrubar a professora no chão e a xinga de “vagabunda”. “Por que você maltratou a minha filha na escola, demônio?”, pergunta.

A professora tenta se esquivar por diversas vezes e é perseguida pela agressora. Em certo momento, a mãe chega a arrancá-la de cima de sua moto, derrubando-a novamente no chão. Durante toda a agressão, a educadora reagiu com calma e não respondeu aos estímulos violentos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui