Home Sem categoria Condic aprova investimento de R$ 327 milhões em Pernambuco

Condic aprova investimento de R$ 327 milhões em Pernambuco

334
0
Setor deverá gerar 734 novas vagas de trabalho nos próximos meses (Divulgação/Adepe)

Reunindo um investimento total de R$ 327 milhões, novos 36 projetos foram aprovados pelo Conselho Estadual de Políticas Industrial, Comercial e de Serviços (Condic). Entre planejamentos que visam a construção de novas unidades e ampliações, o setor industrial pernambucano deverá gerar 734 novas vagas de trabalho nos próximos meses.

De acordo com o diretor presidente da Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (Adepe), Roberto de Abreu e Lima, os projetos aprovados deverão auxiliar na geração de emprego e renda em todo o estado.”Merece destaque a presença forte de grupos pernambucanos como a Distac que é do grupo Tupan, a Noronha Pescados e a Mauricéia empresas locais que estão investindo mais no estado. E a Ypê, que antes de inaugurar, já está apostando na sua ampliação. Em breve, anunciaremos novas empresas e fecharemos o ano com grandes números”, comemorou.

Entre os projetos aprovados durante a reunião, o destaque é o da fábrica da Ypê (Química Amparo), que está em andamento no município de Itapissuma, a 35 Km do Recife. Para ampliar sua linha de produção, incluindo mais dois produtos, a empresa investirá R$ 134 milhões. Apenas nesta linha de produção, novas 27 oportunidades serão geradas.

“Registramos o acréscimo de 70% em investimentos aprovados em relação ao apresentado na ultima reunião trimestral. São novos empreendimentos chegando em cidades como Camutanga, Tacaimbó, Condado, Tabira e Nazaré da Mata. O empresariado reage com coragem em tempos de desafios econômicos”, pontuou o secretário de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco, Geraldo Júlio.

No Sertão de São Francisco, dois empreendimentos deverão ser instalados em Lagoa Grande, somando R$ 9,8 milhões em investimentos. Enquanto isso, na Região Metropolitana do Recife, a ênfase está na ampliação com nova linha de produtos da companhia Müller de Bebidas, localizada no Cabo de Santo Agostinho. Serão R$ 9 milhões para ampliação da linha de bebida alcoólica mista gaseificada.

Também na RMR, em Paulista, o destaque é a implantação da Nutrimental S/A Indústria e Comércio de Alimentos, com aportes de R$ 8,5 milhões e 21 novas oportunidades para trabalhar na linha de farinha láctea e mingau.

IMPORTAÇÃO
Outro grupo de incentivos para sete projetos de importação receberam parecer favorável. Os projetos, localizados na RMR e no Sertão do Pajeú, em Serra Talhada, deverão movimentar cerca de R$ 70 milhões em importações anuais previstas. Entre as empresas com projetos de importação aprovados estão a Ares Brasil Comercial; Basf S.A.; Decore Indústria de Persianas e Cortinas; Distribuidora Adauto Carvalho em Serra Talhada e no Cabo de Santo Agostinho; Medevice do Brasil Comercial; Parts Import com de Importação e Exportação.

CENTRAIS DE DISTRIBUIÇÃO
As seis Centrais de Distribuição incentivadas neste Condic estão espalhadas na RMR e no Sertão de São Francisco, em Petrolina. As aprovações irão gerar R$ 55 milhões entre compras e transferências anuais previstas. São elas: Comercial Cirúrgica Rioclarense ltda; Fattu do Brasil Comércio de Materiais de Comunicacao Visual; JS Distribuidora de Peças S/A; Saint-Gobain do Brasil Produtos Industriais e para Construção ltda.; Sidrasul Sistemas Hidráulicos ltda. e Terzian Ltda.(Diário de Pernambuco)

Previous articleCarteira de identidade digital unifica registro geral de brasileiros
Next articleCurso de Psicologia da UniFTC Petrolina recebe conceito máximo no MEC