Um encontro inclusivo, com ricos debates e defesa da garantia de direitos. Foi assim a 5ª Conferência Municipal da Pessoa com Deficiência que aconteceu durante esta quarta-feira (21) no SEST SENAT de Petrolina. Com o tema principal “Não há controle social sem participação popular”, o evento contou com a presença de pessoas com diversos tipos de deficiência, representantes do poder público, sociedade civil e profissionais que atuam na área.

A abertura da Conferência ficou por conta de alunos da APAE, que apresentaram um bonito número de samba. E a parte cultural do evento não parou por aí. A deficiente visual Alcina Gonçalves cantou e tocou no violão o hino de Petrolina. Já o hino nacional foi interpretado em Libras por Elizandra.

Durante toda a conferência, intérpretes de Libras  traduziram o que estava sendo dito aos surdos presentes e os deficientes visuais receberam material gráfico em braile. A palestra magna foi ministrada pelo deficiente visual Geraldo Feitosa, que falou sobre o tema principal do evento. A conversa rendeu um rico debate com reflexões sobre o papel da sociedade na garantia de direitos das pessoas com deficiência. “É preciso lembrar que a garantia de nossos direitos básicos não são favores”, pontuou o professor Feitosa. No turno da tarde, os participantes dividiram-se em quatro eixos de trabalho. Logo depois, realizaram a votação das propostas e escolha dos delegados para a etapa Estadual.

“Foi um momento muito rico de construir boas propostas e renovar a luta pela garantia de uma vida mais acessível às pessoas com deficiência. A Conferência é o primeiro momento da Semana da Pessoa com Deficiência e convidamos a todos a continuarem participando dos demais eventos”, disse a secretária-executiva de Acessibilidade do município, Bruna Ruana.

Promovida pela Prefeitura de Petrolina, através da Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos (Sedesdh),a 5ª Conferência contou com a parceria do Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência (COMUD) e do Núcleo de Apoio Psicopedagógico às Pessoas com Deficiência (NAPPNE), vinculado à Secretaria de Educação, Cultura e Esportes. Participaram da mesa de abertura a presidente do COMUD, Shirlene Farias;  a Vice-presidente, Vanda Ferreira; a diretora do NAPPNE, Emiliana Freire; o vereador e presidente da comissão de Direitos Humanos da Câmara Municipal, Gilmar Santos e a secretária-executiva de Acessibilidade, Bruna Ruana.(Ascom)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui