Material será sistematizado por equipe da Seplag e ajudará na construção do Plano Plurianual

A primeira rodada da 4ª edição do Seminário Todos por Pernambuco foi finalizada com o evento em Serra Talhada, no Sertão do Pajeú, nesta sexta-feira (16). Na quarta e na quinta-feira a escuta popular aconteceu nas cidades de Floresta, contemplando a região do Sertão de Itaparica; e Arcoverde, para a população do Sertão do Moxotó. Ao todo, mais de 4.000 pessoas compareceram aos três primeiros seminários. As propostas e apoios foram contabilizadas tanto presencialmente quanto de forma digital, o que aumentou a capacidade do Governo do Estado de ouvir a população.

O Seminário Todos por Pernambuco é realizado sempre no primeiro ano da nova gestão Estadual, por meio da Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag). O governador Paulo Câmara convoca grande parte do secretariado para rodar o Estado e escutar as demandas da sociedade. Representantes dos legislativos estadual e municipal também prestigiaram os eventos. Alexandre Rebêlo, secretário de Planejamento e gestão, é o responsável por abrir cada um dos seminários, apresentando toda a metodologia de funcionamento, além de mostrar as ações já realizadas pela gestão de Paulo Câmara.

“Quem ouve mais, acerta mais. É para isso que fazemos o Todos por Pernambuco. Ouvindo a população podemos fazer as escolhas certas para atingir aqueles que mais precisam, melhorar o dia-a-dia da população e projetar um futuro melhor para os pernambucanos”, afirmou Alexandre Rebêlo. O governador Paulo Câmara também definiu a essência do Seminário: “O Todos por Pernambuco é isso: ir às regiões e ouvir as propostas das pessoas, planejar e realizar entregas. Essa iniciativa tem como objetivo a construção de um Pernambuco mais forte, mais igual e que possa melhorar a vida principalmente daquelas pessoas que mais precisam. Nessa construção, que não começou agora, temos buscado imprimir um modelo de gestão que faça com que as coisas aconteçam com responsabilidade. É com esse espírito que a gente vai continuar a trabalhar para implementar as políticas públicas que vêm fazendo bem a Pernambuco, e dar mais oportunidades ao nosso povo”.

Nesta 4ª edição do Seminário, a grande novidade foi a possibilidade da participação digital da população. O site www.participa.pe.gov.br está no ar desde julho e qualquer cidadão de qualquer lugar do estado pode deixar sua proposta ou apoiar alguma sugestão já cadastrada. Nesta plataforma, 6.500 interações da população foram registradas até meio-dia desta sexta-feira (16).

Nos locais de cada seminário foram montadas ilhas de propostas onde gestores governamentais da Seplag orientam os cidadãos que compareceram presencialmente a deixarem suas propostas pelo site. Neste ambiente foi registrado a maioria das 700 propostas consolidadas. Além disso, uma cabine digital também estava disponível para que os interessados gravassem vídeos com suas sugestões e propostas.

Todo esse material será sistematizado pela Seplag e servirá como insumo para a construção do Plano Plurianual (PPA), documento que contém um plano de médio prazo que orientará as ações do Governo de Pernambuco de 2020 à 2023.

A estudante de Arcoverde Adya Barbosa, 18 anos, fez questão de comparecer as ilhas de propostas para fazer suas sugestões. “Pedi ações na área da educação, sugeri a construção de uma delegacia da mulher em Arcoverde e asfalto na frente da minha escola. Gostei muito desta iniciativa de participação digital. Nós estudantes temos muitas ideias, apesar de sermos novos, e era difícil nos fazermos ouvir. Agora ficou mais fácil”, explicou Adya.

A segunda rodada do Seminário Todos por Pernambuco acontece na próxima semana, em Petrolina, Sertão do São Francisco, Araripima, Sertão do Araripe, e Salgueiro, Sertão Central. Até o fim de setembro, todas as 12 regiões de desenvolvimento do Estado terão sido contempladas com um Seminário.(Secretaria Estadual de Planejamento de PE)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui