Home Sem categoria Nova pesquisa Ipec para Pernambuco: Raquel permanece na liderança com 51% dos...

Nova pesquisa Ipec para Pernambuco: Raquel permanece na liderança com 51% dos votos; Marília tem 43%

681
0

 (Foto: Reprodução)
Nova pesquisa Ipec – encomendada pela Globo -, divulgada nesta terça-feira, confirma um cenário que já vem sendo apresentado desde o início do segundo turno. A candidata Raquel Lyra (PSDB) permanece na liderança, com 51% dos votos. Enquanto isso, Marília Arraes (SD) surge em segundo lugar, com 43%. Com 95% de confiança, a pesquisa foi realizada entre os dias 23 e 25 de outubro e tem uma margem de erro de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

A menos de uma semana das eleições, em que o eleitorado pernambucano irá às urnas para escolher a primeira governadora eleita do estado, o Ipec divulga mais uma rodada de pesquisa, a segunda neste segundo turno. O cenário permanece quase que inalterado se comparado com o primeiro levantamento divulgado no último dia 11 de outubro. Antes, Raquel possuía 50% das intenções de voto, ante os 42% de Marília. Com a mais recente amostragem, a tucana tem 51% e sua oponente, 43%.

Dentre os votos válidos (quando se descartam nulos e brancos) Raquel Lyra também permanece na liderança com 54%, já Marília Arraes tem 46%. Durante as entrevistas, foram ouvidas 2 mil pessoas em 75 municípios do estado de Pernambuco. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-01633/2022.

Com isso, Marília Arraes enfrenta um cenário totalmente diferente da primeira fase da disputa, onde liderou com folga durante todo o primeiro turno. Em Pernambuco, a candidata lidera palanque para o ex-presidente Lula (PT) e tem recebido apoio do PT local e de diversas legendas que integram a Frente Popular, como o próprio PSB.

Já Raquel Lyra, que optou por se manter neutra na disputa pela presidência, tem em seu palanque a presença de figuras da extrema direita como o casal Clarrissa e Júnior Tércio e o ex-prefeito de Jaboatão dos Guararapes, Anderson Ferreira (PL). Apesar disso, a postulante tem negado o rótulo bolsonarista que tem sido associado ao seu nome por adversários. Algumas figuras progressistas também têm se aliado à tucana, como o deputado federal Túlio Gadêlha (Rede) que anunciou, hoje, seu posicionamento.(Diário de Pernambuco)

Previous articleEm Juazeiro-BA, Unidade Móvel Odontológica de Juazeiro disponibiliza cronograma de atendimento. Hoje tem
Next articleNa reta final da campanha, Lula foca na retomada do PAC e em reforma tributária