Trabalhadores podem usar FGTS na compra de imóveis por consórcio - CONVOCAÇÃO GERAL

Trabalhadores podem usar FGTS na compra de imóveis por consórcio

Projeto de Lei do Governo que propõe uso integral do Fundo de Garantia por trabalhadores que pedem demissão pode ser uma oportunidade para realizar o sonho da casa própria

O projeto de lei (PLS) 392/2016, que está em tramitação no Senado, pode permitir que os trabalhadores que pedirem demissão saquem todo seu saldo do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Atualmente, apenas os funcionários que forem demitidos sem justa causa podem retirar o valor integral do Fundo.

Caso o projeto seja aprovado, seria mais uma oportunidade para o trabalhador utilizar o benefício, que pode ser destinado à compra de imóveis por consórcio, conforme orienta Jessyca Vieira, Coordenadora de Marketing da Realiza, empresa com 25 anos de atuação no mercado de consórcios. “O uso do FGTS no consórcio de imóveis é muito vantajoso, pois potencializa as chances de contemplação, quando na oferta de lance, ou, ainda, quando complemento da carta de crédito ou pagamento de parcelas”, ressalta Jessyca.

Segundo a Coordenadora, o FGTS em consórcio pode ser utilizado para a compra de imóveis de três maneiras. Por meio de oferta de lance, em que o consorciado poderá ofertar como lance o valor que desejar de sua conta do FGTS. Ou para complementar o valor de sua carta de crédito, nesse caso, o consorciado poderá pagar a diferença na aquisição de um bem em que o valor seja maior de que o de sua carta de crédito contemplada.  E ainda há uma terceira possibilidade, pelo pagamento de mensalidades (até 80%), para pagar parte do saldo devedor ou mesmo liquidar a dívida completa depois de ter sido contemplado e ter comprado o imóvel.

Além de ficar livre dos altos juros de um financiamento, o consorciado tem a tranquilidade de poder contar com a administradora de consórcios para realizar as transações de uso do Fundo de Garantia na aquisição do imóvel. “A administradora de consórcio pode intermediar as operações de oferta de lance, pagamento ou amortização de saldo devedor com recursos do FGTS”, explica Jessyca Vieira.   O Fundo pode ser utilizado tanto para imóveis prontos quanto em construção. 

Sobre a Realiza:

Empresa especializada em consórcio com 25 anos de atuação na administração de cotas de imóveis, motos, carros e caminhões. Com sede em São Paulo, atualmente a companhia conta com 5 filiais, distribuídas em diversas regiões do Brasil, com mais de 300 profissionais internos e externos, e mais de 30.000 clientes ativos. Está entre as principais empresas de comercialização de consórcio, com alto índice de fidelização de clientes e total credibilidade. A Realiza é autorizada e fiscalizada pelo Banco Central do Brasil e associada à ABAC (Associação Brasileira das Administradoras de Consórcios). Visite o site: http://www.consorciorealiza.com.br (Ascom)





Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *