Décima edição do Aldeia do Velho Chico começa nesta segunda (28)


Octeto-do-Polyphonia-Khoros-Sonora

Octeto-do-Polyphonia-Khoros-Sonora

O Octeto do Polyphonia Khoros, um coral da cidade de Florianópolis (SC), abre nesta segunda-feira (28), às 20h, no Teatro Dona Amélia – Sesc Petrolina, a décima edição do Aldeia do Velho Chico – Festival de Artes do Vale do São Francisco. O espetáculo do projeto Sonora Brasil, com acesso gratuito, apresenta um repertório eclético com regência da maestrina Mércia Mafra Ferreira que dá ênfase a música dos séculos 20 e 21.

Apresentando músicas de Edino Krieger e as Bienais de Música Brasileira Contemporânea, em poesias de Vinicius de Moraes, Carlos Drummond de Andrade e Manuel Bandeira, o grupo que equilibra timbragem de vozes com experiência camerística é composto por quatro vozes masculinas: Fernando de Carli e Tobias Andreas Weege (tenores), Javier Venegas e Leonardo Barbi (baixos) e quatro vozes femininas: Grasieli Fachini e Natacha de Carli (soprano), Débora Almeida e Luciana Lira (contraltos).

O Sonora Brasil tem a proposta de despertar um olhar crítico sobre a produção e sobre os mecanismos de difusão de música no país. Todas as apresentações são essencialmente acústicas, valorizando a qualidade das obras e de seus intérpretes. Desde a sua primeira edição, em 1998, já passaram pelo Sonora Brasil, cerca de 60 grupos em mais de 3.500 apresentações por todo o país, alcançando um público superior a 500 mil espectadores.

O Aldeia do Velho Chico – Festival de Artes do Vale do São Francisco, idealizado e desenvolvido pelo Sesc, traz na sua décima edição muitos espetáculos teatrais, música, circo, dança, literatura, cinema, fotografia, gastronomia, oficinas e mais uma série de novidades. O evento, que oferece boa parte da programação gratuita, acontece de 28 de julho a 16 de agosto em Petrolina – PE, na Ilha do Massangano e em Lagoa Grande – PE.

Juíz é preso por vender sentenças a traficantes em MG


 

Um juiz de Minas Gerais e uma advogada foram presos preventivamente, em uma operação da Polícia Federal (PF), acusados de negociarem sentenças judiciais que beneficiavam uma quadrilha de traficantes de drogas com atuação internacional. O juiz de execuções penais criminais em Minas Gerais, no fórum de Juiz de Fora, Amaury de Lima e Souza, seria também amante da advogada Andrea Elizabeth de Leão Rodrigues, que trabalhava para os criminosos da quadrilha desbaratada pela PF.

Ao todo, a operação apreendeu R$ 70 milhões, em dinheiro e bens de luxo, e prendeu 17 pessoas. Os traficantes Álvaro Daniel Roberto, o Caipira, Peterson Pereira Monteiro, o Zoi, e José Severino da Silva, o Cabecinha, traziam a droga da Bolívia e a injetavam no mercado ilegal da região sudeste: São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais.

Em conversas telefônicas interceptadas pela Polícia, Amaury diz a Andrea que já havia providenciado um alvará de prisão domiciliar para um de seus clientes. Em troca, o juiz recebeu o pagamento de R$ 600 mil em dinheiro, segundo a polícia. Imagens das câmeras de segurança de um hotel mostrariam o momento em que a advogada dá uma mala, supostamente com a propina, ao juiz, na garagem de um hotel em Juiz de Fora.

O advogado de Amaury negou todas as acusações e o advogado de Andrea não quis falar sobre o caso. Andrea teve seu direito de advogar suspenso pela OAB.  (Do Portal Terra)

Frutec informa: Cotação Mercado Produtor Juazeiro BA


frutec

Cotação de Preços – Mercado do Produtor de Juazeiro-BA.
Abobora Comum  Kg 1,00 0,90 0,90 0,90 0,90
Abobora Jacarezinha  Kg 1,00 0,80 0,80 0,80 0,80
Cebola Pera  Sc 20,00 17,00 25,00 21,00 1,05
Cebola Roxa  Sc 20,00 20,00 23,00 21,50 1,07
Pimentão  Cx 12,00 10,00 15,00 12,50 1,04
Tomate  Cx 26,00 25,00 30,00 27,50 1,06
Acerola  Cx 20,00
Atemoia  Cx 4,50 28,00 28,00 28,00 6,22
Banana d`agua  Ct 15,00 10,00 12,00 11,00 0,73
Banana Pacovan  Ct 18,00 20,00 20,00 20,00 1,11
Banana Prata  Ct 13,00 15,00 15,00 15,00 1,15
Coco Verde  Ct 200,00 50,00 50,00 50,00 0,25
Goiaba  Cx 20,00 25,00 30,00 27,50 1,37
Graviola  Cx 20,00 70,00 70,00 70,00 3,50
Laranja  Ct 20,00 18,00 18,00 18,00 0,90
Limao Comum  Sc 20,00 15,00 20,00 17,50 0,85
Limão Tahiti  Sc 20,00 20,00 25,00 22,50 1,12
Mamão Formosa  Cx 20,00 12,00 14,00 13,00 0,65
Mamão Havaí  Cx 8,00 17,00 17,00 17,00 2,12
Manga Tommy  Cx 26,00 30,00 30,00 30,00 1,15
Manga Palmer  Cx 26,00 28,00 28,00 28,00 1,08
Maracujá  Cx 16,00 20,00 22,00 21,00 1,31
Melancia  Kg 1,00 0,37 0,40 0,38 0,38
Melão Amarelo  Kg 1,00 0,80 0,80 0,80 0,80
Melão orange  Kg 1,00 1,20 1,20 1,20 1,20
Melão pele de sapo  Kg 1,00 1,00 1,00 1,00 1,00
Uva Italia (1ª)  Cx 20,00 35,00 35,00 35,00 1,75
Uva Benitaka (1ª)  Cx 20,00 35,00 35,00 35,00 1,75
Uva Kioho  Cx 5,00 50,00 50,00 50,00 10,00
Uva Red Globe  Cx 8,00 75,00 75,00 75,00 9,40
Feijão de Corda  Sc 60,00 80,00 80,00 80,00

frutec

Mesmo com chuva, Armando é recebido por mais de 3 mil em Canhotinho


Mesmo com uma chuva torrencial que caiu em boa parte do Estado na noite deste domingo (27), mais de três mil pessoas compareceram ao ato promovido pelo candidato a deputado estadual de Álvaro Porto (PTB), em Canhotinho, no Agreste Meridional. Armando Monteiro (PTB), que disputa o governo do Estado pela Coligação Pernambuco Vai Mais Longe, marcou presença na festa do ex-prefeito da cidade, assim como lideranças políticas da região.

Em seu discurso, Armando voltou a defender a necessidade de manutenção da parceria entre o governo da presidente Dilma Rousseff (PT) e Pernambuco. “Para crescer com qualidade de vida, é essencial para o Estado a reeleição da presidente Dilma. E com um companheiro como Alvaro Porto na Assembleia, a região terá mais força”, afirmou.

Porto enfatizou o compromisso de Armando com Canhotinho e cidades vizinhas. “É por isso, mesmo com a chuva, que está multidão está aqui. Com Armando, poderemos atrair indústrias para a nossa região”, destacou.

Odacy vai a municípios do Sertão reforçar caminhada à reeleição


odacy-adalberto-armando-mucio-gil-e-vereador-de-parnamirim.jpg

odacy-adalberto-armando-mucio-gil-e-vereador-de-parnamirim.jpg

A agenda do deputado estadual e candidato à reeleição, Odacy Amorim, do PT-PE, foi dedicada neste domingo, dia 27, a uma série de visitas a municípios sertanejos como a participação na tradicional Missa do Vaqueiro, em Serrita, onde Odacy esteve acompanhado do deputado estadual e candidato a deputado federal, Adalberto Cavalcanti, PTB e do senador e candidato ao governo estadual pela oposição, Armando Monteiro, do PTB. Diversas lideranças da política pernambucano também prestigiaram a celebração, como o senador Humberto Costa, companheiro de Odacy no PT pernambucano.

Mas antes de Serrita, Odacy esteve numa reunião com o deputado federal João Paulo, outro petista como Amorim e candidato ao senado na chapa encabeçada por Armando. “Foi um encontro importante com o amigo e futuro senador de Pernambuco, o companheiro João Paulo. Tenho certeza que João Paulo vai surpreender com grande votação no Sertão”, afirmou o deputado-candidato, Odacy Amorim.

Odacy Amorim na Missa do Vaqueiro em Serrita-PE conversa com o governador João Lyra

Odacy Amorim na Missa do Vaqueiro em Serrita-PE conversa com o governador João Lyra

 

Outro ato que teve a presença de Odacy foi uma reunião em Trindade, Sertão do Araripe. O deputado esteve com o colega de chapa Adalberto Cavalcanti numa reunião com empresários do Polo Gesseiro da região.

“Aproveitamos para almoçar em Trindade num restaurante de um empresário do segmento gesseiro que nos apoia e fez questão de nos receber junto com todos os seus funcionários”, contou Odacy.

Odacy Amorim e Adalberto Cavalcanti recebem o apoio do empresário

Odacy Amorim e Adalberto Cavalcanti recebem o apoio de empresários da área gesseira de Trindade=PE

A última visita do petista candidato à reeleição para a Assembleia Legislativa foi com Dona Antônia do Sindicato, também em Trindade. A sindicalista reuniu um grupo de amigos para conversar com Odacy, conhecer a atuação do deputado e a sua proposta de trabalho para retornar à Alepe em 2015.

“Na mesma reunião contei com a presença da amiga e suplente de vereadora Delvânia que nos apoia na cidade de Ouricuri”, acrescentou o deputado.

Governador – Ainda na Missa do Vaqueiro em Serrita, o deputado Odacy Amorim foi uma das autoridades presentes a recepcionar o governador do estado, João Lyra Neto que foi um dos homenageados da celebração deste ano.

Armando e Câmara não se falam na Missa do Vaqueiro


Os jornalistas que viajaram 570 km para cobrir a Missa do Vaqueiro em Serrita com a intenção de registrar o reencontro dos candidatos a governador Armando Monteiro (PTB) e Paulo Câmara (PSB), adversários que polarizam a disputa, saíram frustrados. Armando e Câmara acompanharam o ato religioso na mesma tenda, quase lado a lado, mas não se cumprimentaram em nenhum instante.

Câmara foi o primeiro a chegar por volta das 10 horas ao lado do governador João Lyra Neto (PSB) e do candidato a senador, Fernando Bezerra Coelho. Atravessaram em comitiva o pátio do Sítio das Lages, local do evento, caminhando e cumprimentando as pessoas e em seguida ocuparam a área reservada para autoridades.

Armando chegou uma hora depois em companhia do senador Humberto Costa (PT) e se dirigiu à mesma tenda em que já estavam os candidatos da Frente Popular. Mas, embora tenha ficado quase ao lado de Câmara, separado por apenas cinco pessoas, entre os quais o governador, não foi até Câmara cumprimentá-lo.

O trabalhista se comportou como se não tivesse tomado conhecimento da presença do adversário. A missa durou duas horas. Ambos assistiram levando sol na cara. Armando usou um chapéu de palha para se proteger do sol causticante de 40 graus. Câmara preferiu recorrer a protetor de sol, tanto ele como Lyra e Bezerra.

A Imprensa ainda alimentava a expectativa de que os candidatos iriam se cumprimentar no final da missa. Mas quando Dom Magnus, bispos da Diocese de Salgueiro, encerrou a celebração dando a benção aos cristãos, notadamente os vaqueiros, Câmara também ignorou Armando e saiu à francesa, sem cumprimentá-lo.

Câmara acompanhou o governador até o palco montado para a cerimônia religiosa, mas preferiu aguardar fora para não ser acusado de tirar proveito político. Foi o tempo de Lyra receber uma homenagem especial da organização do evento, ganhando um autêntico chapéu de couro das mãos do bispo.

Por ser ano eleitoral, a Missa do Vaqueiro atraiu um grande número de políticos, principalmente candidatos proporcionais, que disputam as eleições para Câmara dos Deputados e Assembleia Legislativa. Prefeitos de toda região do Alto Sertão também foram vistos, uns ao lado de Câmara, outros com Armando.

Anfitrião, o prefeito de Serrita, Carlos Cecílio (PSD), deu a Armando e Câmara o mesmo tratamento, até porque, segundo ele próprio revelou, ainda não decidiu qual candidato apoiar, mesmo faltando apenas dois meses para a eleição. “Estou indeciso”, disse Cecílio, ao lado de Armando, com quem conversou bastante durante a missa.

Namorados desaparecem e deixam carta de despedida pedindo liberdade


Mateus e Kelly são namorados e desapareceram  (Foto: Arquivo Pessoal/Cristiane dos Santos)

Um casal de namorados de Guarulhos, na grande São Paulo, está desaparecido desde a última quarta-feira (23). Kelly Maria dos Santos e Matheus Alves, ambos de 14 anos, sumiram após deixarem uma carta para os familiares afirmando que precisavam de liberdade. Os familiares acreditam que eles possam estar em alguma cidade do litoral de São Paulo e, por isso, seguiram para a Baixada Santista para continuar as buscas.

A última vez que Kelly foi vista foi quando, na última quarta-feira, pegou uma van e seguiu para a escola. “Depois disso não a vimos mais. Fui na casa do namorado e ele também não estava. Achamos que eles fugiram juntos”, conta o pai da menina, o encarregado de produção José Manuel dos Santos.

Antes de desaparecer, a garota apagou todo o histórico do computador e deixou uma carta para os pais. “Ela reclamava que a gente não dava atenção e que nossa cobrança era grande. Ela nos condenou. Eu era mais tolerante, mas a mãe pegava mais pesado. Ela pode ter achado que a gente não gostava dela”, afirma o pai de Kelly. No fim da carta, José conta que ela agradeceu aos pais pelos 14 anos de cuidados, mas disse que tinha o sonho de viver livre. “Muitas vezes ela pedia para fazer as coisas e eu não deixava por causa de preocupação de pai”, comenta.

Já a família de Mateus conta que ele morava com a avó e também saiu de casa no mesmo dia, com duas mochilas, dois skates e um violão. Um amigo de Mateus disse aos familiares que ele comprou barracas de acampamento e pesquisou alguns bons locais para acampar em praias, como Praia Grande, Bertioga e Ubatuba.

Os pais dos adolescentes acreditam que eles realmente estão em alguma cidade do litoral paulista, já que eles foram vistos pegando o metrô, em São Paulo, em direção a estação do Jabaquara. Por isso, José foi procurar os adolescentes em Bertioga, em busca de alguma pista do casal desaparecido. “Não descartamos a possibilidade de terem ido para outro lugar. Mas eu vim para procurar eles. Estamos aguardando notícias”, finaliza José.(G1)

Carlos Romeiro e Maria de Zé de Tino apresentam em Santa Cruz-PE os seus candidatos a deputado estadual e federal


Caminhada em Santa Cruz com os Deputados Adalberto Cavalcanti e Odacy Amorim

Caminhada em Santa Cruz com os Deputados Adalberto Cavalcanti e Odacy Amorim ao lado do Vereador Dr. Carlos Romeiro

A oposição em Santa Cruz da Venerada-PE estar manchando unida e na ultima sexta-feira(25) promoveu um caminhada pelas ruas da cidade com os seus Deputados Estadual e Federal.
Caminhada em Santa Cruz com os Deputados Adalberto Cavalcanti e Odacy Amorim ao lado de Maria de Zé de Tino

Caminhada em Santa Cruz com os Deputados Adalberto Cavalcanti e Odacy Amorim ao lado de Maria de Zé de Tino

Durante mais de quatro horas os Deputados Adalberto Cavalcanti, candidato a Deputado Federal e Odacy Amorim candidato a Deputado Estadual acompanharam o Vereador Dr. Carlos Romeiro, Maria de Zé de Tino e Jobert Granja alem de outros amigos,  pelas ruas e a feira de Santa Cruz. Os lideres oposicionistas fizeram questão de apresentar a comunidade  os dois parlamentares como  os seus representantes nas eleições deste ano para Deputado Estadual e Federal, alem da majoritária da coligação  ’Pernambuco Vai Mais Longe’ .
Caminhada em Santa Cruz com os Deputados Adalberto Cavalcanti e Odacy Amorim

Caminhada em Santa Cruz com os Deputados Adalberto Cavalcanti e Odacy Amorim ao lado da oposição local

Adalberto Cavalcanti e Odacy Amorim tiveram uma boa receptividade durante a caminhada na feira e no comercio local. Centenas de pessoas acompanharam o movimento. Para o Vereador  Carlos Romeiro(PHS) foi positivo. “Temos o melhor time e este time de fato tem compromisso com o nosso município e vem mais”, disse o parlamentar.
Caminhada em Santa Cruz com os Deputados Adalberto Cavalcanti e Odacy Amorim

Caminhada em Santa Cruz com os Deputados Adalberto Cavalcanti e Odacy Amorim

Historias da vida: ex-catador de Brasília conta como virou médico


imagem1

O dia seis de junho de 2014 é uma data muito importante para Cícero Pereira Batista, 33. É data da sua formatura, quando ele fez o “Juramento de Hipócrates” e jurou fidelidade à medicina. O diploma na tão sonhada carreira foi um investimento de quase oito anos da vida do ex-catador.

Natural de Taguatinga, cidade satélite a 22,8 km de Brasília, Cícero nasceu em família pobre e precisou de muita perseverança para alcançar a formação em uma das carreiras mais concorridas nos vestibulares. Ele só começou a fazer a graduação aos 26 anos.

“Minha família era muito pobre. Já passei fome e pegava comida e livros do lixo. Para ganhar algum dinheiro eu vigiava carro, vendia latinha. Foi tudo muito difícil pra mim, mas chegar até aqui é uma sensação incrível de alívio. Eu conseguir superar todas as minhas dificuldades. A sensação é de que posso tudo! A educação mudou minha vida, me tirou da miséria extrema”, conta Cícero.

O histórico familiar de Cícero é complicado: órfão de pai desde os três anos e com mãe alcoólatra, o médico tinha dez irmãos. Dois dos irmãos foram assassinados.

Quando tinha 5 anos, o menino pegava o que podia ser útil no lixo. Inclusive livros, apesar de não saber ler. Com o tempo, conta o ex-catador, eles foram servindo de inspiração. Ficava mais feliz quando encontrava títulos de biologia, ciências. Certa vez encontrou alguns volumes da Enciclopédia Barsa e “descobriu Pedro Álvares Cabral, a literatura, a geografia”.

Cícero é o único da família que concluiu o ensino médio e a graduação. Para ele, a educação era a única saída: “Diante da minha situação social eu não tinha escolha. Era estudar ou estudar para conseguir sair da miséria extrema”. Ele terminou o ensino fundamental na escola pública em 1997 — na época as séries iam do 1º ao 8º ano. Entre 1998 e 2001, fez o ensino médio integrado com curso técnico em enfermagem.

Ajuda dos professores e colegas

“Quando eu fazia o ensino médio técnico eu morava em Taguatinga e estudava na Ceilândia. Não tinha dinheiro para o transporte e nem para a comida. Andava uns 20 km, 30 km a pé. Muitas vezes eu desmaiava de fome na sala de aula”, explica.

Ao perceber as dificuldades do rapaz, professores e colegas começaram a organizar doações para Cícero de dinheiro, vale-transporte e mesmo comida. “Eu era orgulhoso e nem sempre queria aceitar, mas, devido à situação, não tinha jeito. Eu tinha muita vergonha, mas nunca deixei de estudar”, conta.

Na época da faculdade, Cícero também recebeu abrigo de um amigo quando passou em medicina numa instituição particular em 2006 em Araguari (MG), a 391 km de Brasília. “Frequentava as aulas durante a semana em Minas e aos finais de semana vinha para Brasília para trabalhar. Era bem corrido”, diz. Ele conseguiu segurar as contas por um ano e meio. “Eu ganhava cerca de RS 1.300 e pagava RS 1.400 [de mensalidade]. Até cheguei a pedir o Fies [Fundo de Financiamento Estudantil] por seis meses, mas no fim as contas foram apertando ainda mais e parei”.

Ao voltar para Brasília decidiu fazer Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) para conseguir uma bolsa do Prouni (Programa Universidade para Todos). Estudou por conta própria, fez a prova no final de 2007 e conseguiu uma bolsa integral em uma universidade particular de Paracatu (MG), a 237,7 km de Brasília. Foram mais seis meses — e Cicero voltou a Brasília mais uma vez.

No ano seguinte, fez o Enem mais uma vez. Ele queria estudar mais perto de casa por causa do trabalho — ele era técnico de enfermagem concursado — e da família. Com sua nova nota do Enem, ele conseguiu uma vaga com bolsa integral na Faciplac (Faculdades Integradas da União Educacional do Planalto Central), na unidade localizada na cidade satélite Gama, 34,6 km de Brasília.

“Tive que começar tudo zero novamente. Tive vontade de desistir na época. Poxa, já tinha feito um total de dois anos do curso de medicina, mas não consegui reaproveitar nenhuma matéria. Mas no fim deu certo”, conta o médico que enfrentou os anos da faculdade também com a ajuda dos livros do projeto Açougue Cultural, uma iniciativa que empresta livros gratuitamente nas paradas de ônibus de Brasília.

Atualmente, Cícero é diretor clínico de um hospital municipal e trabalha em outros dois. O momento para ele agora é o de “capitalizar” [ganhar dinheiro] para melhorar de vida e ajudar a família. Cursar um doutorado fora do Brasil também está entre seus planos.

“Não há desculpa para não seguir os sonhos. É preciso focar naquilo que se quer. Não é uma questão de inteligência e sim de persistência. A educação mudou a minha vida e pode mudar a de qualquer pessoa”, conclui. (UOL)

Gonzaga Patriota participa da inauguração do Comitê da Frente Popular em Petrolina


Gonzaga e a frente popular

Uma multidão recebeu os candidatos a governador Paulo Câmara e a senador Fernando Bezerra Coelho, o governador de Pernambuco, João Lyra, o deputado federal Gonzaga Patriota e outros candidatos e lideranças políticas da região, neste sábado (26), para a inauguração do comitê da Frente Popular de Pernambuco. Em seu discurso, Gonzaga Patriota relembrou a trajetória política do candidato ao senado, Fernando Bezerra Coelho.

“Petrolina vai puxar essa campanha, a começar por Fernando Bezerra Coelho que é daqui e já foi prefeito três vezes, já foi secretário, ministro e trabalhou muito por Petrolina, Pernambuco e pelo Brasil. Vamos eleger também Paulo Câmara para dá continuidade ao trabalho de Eduardo Campos e vamos eleger nosso ex-governador e futuro presidente do país, Eduardo Campos”, disse Patriota.

Fernando Bezerra Coelho fez uma análise de um artigo publicado na Folha de São Paulo no caderno de economia e revelou que o segundo turno poderá ser entre os candidatos da oposição . “Um artigo publicado pela Folha de São Paulo, informa que as principais instituições financeiras estão reavaliando as chances de reeleição da atual presidente e que o resumo da reportagem é que começam a surgir os levantamentos que estão sendo feitos e a eleição, além de ter o segundo turno, o segundo turno poderá ser surpreendente, poderá se dá entre os candidatos da oposição”, falou.

Paulo Câmara disse que irá honrar com responsabilidade os votos recebidos no Sertão do São Francisco. “No dia 05 de outubro vamos ter uma grande votação em todo o Sertão do São Francisco em reconhecimento a esse trabalho que Eduardo com João Lyra fizeram. Em reconhecimento a todo trabalho que Fernando Bezerra Coelho tem feito por essa região e eu digo para todos vocês, eu saberei honrar essa responsabilidade de ser governador de Pernambuco e vou olhar com um carinho todo especial para a região do Sertão do São Francisco”, comentou. Antes da inauguração do comitê, a comitiva visitou a feira livre da Cohab Massangano, na zona oeste de Petrolina. O comitê de campanha da chapa majoritária fica localizado na Avenida São Francisco, bairro Areia Branca, zona leste da cidade.(Asscom)

ELEIÇÕES 2014. Apoio de prefeito pesa, mas até que ponto?


Multi Frios - 3

Por Mirella Araújo
Da Folha de Pernambuco

Omelhor cabo eleitoral para quem pleiteia um cargo majoritário ou proporcional é o prefeito. Pelo menos, era o que se pensava até as últimas eleições gerais em 2010. Com o índice de rejeição das administrações aumentando, os candidatos nas eleições deste ano encontram-se diante de um “beco sem saída”: se alinharem a um prefeito que tem sua gestão mal avaliada pela população ou optar por caminhar junto à oposição? Opinar sob essa ótica tem gerado opiniões divergentes, principalmente, para quem pleiteia mandatos de deputado estadual e federal, que são “dependentes” das indicações dos prefeitos.

“Não existe nenhum prefeito no Estado que tenha 50%de avaliação positiva. Todos estão tendo seus mandatos questionados pela população. Os prefeitos que estão mal avaliados atrapalham muito a majoritária”, declarou um deputado governista, em reserva. Parlamentares ouvidos pela reportagem admitem ser esta situação em grande parte dos municípios que apoiam a candidatura de Paulo Câmara (PSB) e isso pode atingir seu desempenho. Por conta disso, a solução encontrada para alavancar o projeto socialista foi tentar colocar adversários municipais no mesmo palanque estadual.

“Os prefeitos do PSB têm suas imagens vinculadas diretamente a Paulo Câmara. Agora, quando o prefeito é de um partido aliado, fica mais fácil se distanciar da imagem negativa que o gestor possui entre os eleitores. Tem muita gente que afirma não votar em ninguém indicado pelo prefeito”, exemplifica a fonte.

Para o deputado estadual Alberto Feitosa (PR), essa questão varia de acordo com o cenário político de cada cidade, no entanto ele defende a máxima de que a decisão diante da urna é pessoal e intransferível. “O voto para governador ou presidente é pessoal do eleitor. Independe da indicação do prefeito, ele sendo bem avaliado ou não. E o eleitor vai formando essa opinião com o guia eleitoral, conhecendo os candidatos. Isso não depende da força do prefeito”, comentou o republicano.

A presidente estadual do PT, Teresa Leitão, também não enxerga a rejeição ao prefeito sendo estendida ao seu candidato majoritário, senador Armando Monteiro Neto (PTB). “Isso não é uma regra. Claro que um prefeito bem avaliado agrega mais votos, mas se tratando de rejeição essa “perda” de votos não é automática. Depende muito da relação desse candidato com o município, comas lideranças”, declara. A petista também avalia que, apesar de os chefes dos executivos municipais serem importantes cabos eleitorais, não se deve ser creditado só a eles o peso da eleição de um governador.

Multifrios - NOVA

Os 18 hábitos das pessoas criativas


reflexao - 1

Neste domingo(27)  trago um artigo publicado a alguns meses na revista época, assinado por Carolyn Gregoire,  que vale a pena reproduzir aqui no blog, são alguns hábitos que têm o poder de nos fazer imaginar a vida e o mundo de um modo melhor.

É uma lista com os 18 hábitos que as pessoas criativas têm, que as tornam diferentes do restante dos mortais. Coisas que elas fazem naturalmente, mas que nem para todos é natural e as difere do resto da humanidade.
São elas:

reflexao - 3

1. Pessoas criativas sonham acordadas. A autora do artigo cita um estudo – “Ode to positive constructive daydreaming”, de Rebecca McMillan, Scott Barry Kaufman – sobre o trabalho do professor Jerome L. Singer, um professor de Yale expert no assunto, que dedicou seu tempo a estudar o chamado “daydreaming” (sonhar acordado) e a imaginação. A mente nas nuvens favorece a chamada “incubação criativa”.

2. Pessoas criativas são boas observadoras. Henry James costumava dizer que nada se perde na mente de um escritor. Ver possibilidades em qualquer lugar faz parte da rotina das pessoas criativas – para quem tudo pode se transformar em expressão criativa.

3. Pessoas criativas elaboram seus próprios horários de trabalho. Se acordam cedo ou trabalham de madrugada, artistas em geral têm seus métodos cheios de particularidades. Decidem em que momento estão mais criativos e, assim, organizam sua vida.

4. Precisam de momentos de solidão. Não é à toa que artistas são frequentemente descritos como pessoas solitárias. Pessoas criativas não temem a solidão e a usam de maneira construtiva e produtiva.

 reflexao - 2

Tela “como desaparecer completamente”, de Regina Piassa

5. Pessoas criativas sabem aproveitar os obstáculos que a vida lhes coloca pela frente. Canções inspiradas em desamor, poemas que afloram da angústia, quadros repletos de dramas pessoais. Traumas fazem parte da vida e tornam-se material precioso para quem sabe aproveitar-se deles de maneira criativa.

6. Buscam novas experiências. Pessoas criativas gostam de se lançar na novidade – sejam experiências, sensações ou estados mentais. Essa abertura estimula a criatividade e a fantasia.

7. Pessoas criativas caem, mas levantam. A resiliência é praticamente um pre-requisito do êxito criativo, segundo Kaufman, o autor do artigo sobre sonhar acordado. Erros não são levados tão a sério. Falhas repetidas são vistas como essenciais para o aprendizado. “Pessoas criativas fracassam. Os bons de verdade fracassam mais de uma vez”, disse Steven Kotler, colaborador da Forbes, em um artigo sobre Einstein.

 reflexao 4

8. Pessoas criativas fazem grandes perguntas. Curiosidade é a base da criatividade, e nunca deixar de questionar mantém viva a sua chama.

9. Gostam de observar pessoas. Pessoas criativas têm curiosidade pela vida das pessoas, como Marcel Proust, que passou a maior parte da sua vida observando gente.

10. Pessoas criativas se arriscam. Correr riscos faz parte de realizar grandes feitos. Pessoas criativas costumam correr riscos em várias áreas de suas vidas. Fabricar algo que não existia requer fazer apostas que outras pessoas não fizeram.

11. Enxergam em tudo uma possibilidade de expressão. Pessoas criativas costumam buscar, o tempo todo, oportunidades para se expressar. Transformam o mundo num palco, ou a vida numa obra de arte, como dizia Nietzsche.

12. Seguem suas paixões verdadeiras. Pessoas criativas costumam ter uma motivação intrínseca. Perseguir seus desejos costuma ser mais importante do que o reconhecimento externo. Buscam sentido naquilo que as motiva internamente, as fazem utilizar seu talento.

13. Saem de suas próprias mentes. Sonhar acordado nos faz sair da nossa limitada perspectiva e explorar novas formas de pensamento. Pessoas criativas se utilizam disso para ativar o pensamento criativo.

14. Pessoas criativas perdem a noção do tempo. O estado de fluxo, de perder-se, quando se está escrevendo, dançando, pintando ou se expressando de alguma maneira, é sinal de que se está em elevada concentração, imune a pressões e distrações. Criatividade máxima. Nem todos tem essa capacidade de perder-se – e ao mesmo tempo encontrar-se.

15. Rodeiam-se de beleza. Pessoas criativas costumam ter bom gosto e gostam de coisas belas ao seu redor.

16. Sabem conectar os pontos. Steve Jobs, claro, discorreu brilhantemente sobre a capacidade de unir os pontos, relacionar acontecimentos, fazer associações das pessoas verdadeiramente criativas.

17. Pessoas criativas gostam de mudanças radicais. Rotina não combina com criatividade. Disciplina, sim. Mas mudar as coisas para experimentar novas e fugir da monotonia, faz parte de abrir-se para o novo, para novas possibilidades de criação.

18. Pessoas criativas encontram tempo para meditar. Algumas pessoas utilizam a meditação para alcançar estados altamente criativos. Como o cineasta David Lynch, por exemplo. A ciência comprova que a meditação pode ativar o poder da mente de muitas maneiras – aprimorar a concentração, a memória, o bem estar emocional, a clareza mental e…o pensamento criativo.

Fonte: (http://colunas.revistaepocanegocios.globo.com/mundocriativo/2014

Prefeito Ronieri Reis consegue novos recursos em Brasilia para a saúde dormentense


Prefeito Ronieri Reis de Dormentes-PE

Prefeito Ronieri Reis de Dormentes-PE

O Prefeito de Dormentes,  Roniere Reis esteve  em Brasília nesta última semana, buscando recursos para novas obras na cidade. Na FUNASA cobrou repasses de recursos atrasados no projeto da construção de cem(100) banheiros para o interior do município.

O Prefeito esteve no Ministério da Saúde  cobrando também repasse do dinheiro para a conclusão de 03(três) unidades básicas de saúde, que estão sendo construídas em Vila Nova,  Lagoa de Fora e na sede. Ronieri aproveitou a visita ao Ministério da Saúde e conseguiu  mais duas unidades básicas para serem construídas no Distrito de Lagoas e na cidade, no bairro Francisco Coelho.

Segundo o Prefeito, ele estar mantendo o  compromisso de continuar instalando as obras que melhoram  a saúde da população.

Agenda de Adalberto Cavalcanti marcada por presença na Festa do Colono do Bebedouro e ato com Armando Monteiro em Araripina


Adalberto Cavalcanti chegando a Festa do Colono em Bebedouro

Adalberto Cavalcanti chegando a Festa do Colono em Bebedouro

O sábado, 26, foi movimentado para o deputado estadual Adalberto Cavalcanti, candidato a deputado federal pelo PTB. O deputado foi presença marcante na Festa do Colono do Bebedouro e participou do ato em Araripina que recebeu o candidato a governador do estado, o senador licenciado Armando Monteiro (PTB), da coligação Pernambuco Vai Mais Longe.

No Bebedouro, Adalberto pode falar com os presentes, rever amigos e celebrar junto com os trabalhadores, uma data tão especial para eles que fazem de fato o desenvolvimento de todo o vale do São Francisco.

Adalberto Cavalcanti na Festa do  Colono de Bebedouro

Adalberto Cavalcanti na Festa do Colono de Bebedouro

“Não existiria riqueza aqui na nossa região sem os colonos, sem esses pequenos produtores que são responsáveis de fato por toda a importância da irrigação aqui no vale do São Francisco. Tenho compromisso com essas pessoas e vou lutar por mais oportunidades para os colonos e que novas áreas irrigadas cheguem ao Sertão de Pernambuco”, frisou Adalberto que estava acompanhado de sua esposa a prefeita de Afrânio, Lúcia Mariano e da militância sempre animada que tem feito a diferença na campanha do petebista.

Adalberto Cavalcanti em Araripina com a majoritaria da frente 'Pernambuco vai mais longe' presença de Armando Monteiro e outros candidatos

Adalberto Cavalcanti em Araripina com a majoritaria da frente ‘Pernambuco vai mais longe’ presença de Armando Monteiro e outros candidatos

No final da tarde e início da noite, Adalberto esteve em Araripina, prestigiando o amigo Dr. Aluísio que promoveu um grande ato com a presença do candidato ao governo do estado, o senador Armando Monteiro, do PTB e do senador Humberto Costa (PT), além do colega de Assembleia Legislativa, o deputado estadual Sílvio Costa Filho, que faz dobradinha com Adalberto em algumas cidades no estado. Muitos representantes do Araripe que apoiam a candidatura de Adalberto à Câmara Federal, também participaram do ato.

“Foi um importante ato para reforçar a nossa vontade de trabalhar por todo o Sertão chegando à Câmara dos Deputados e Armando ao governo de Pernambuco. Eu e o deputado estadual Sílvio Costa Filho (PTB) que sai comigo em algumas cidades neste pleito, aproveitamos para frisar que fazemos política falando de trabalho e ação para ampliar as melhorias para o estado e não acusando sem provas como escutamos de amigos sobre adversários que não se conformam com o apoio que o povo tem dado a Armando, João Paulo e Paulo Rubem e a todos os candidatos a deputados federal e estadual que fazem parte da coligação Pernambuco vai mais longe”, afirmou o petebista.