Em Petrolina, ação busca disseminar informações sobre tuberculose entre população de rua

Pessoas em situação de rua participaram, na manhã desta terça-feira (14), de ação em combate à tuberculose, realizada pela Prefeitura de Petrolina. O evento, idealizado pela equipe da Vigilância em Saúde, aconteceu na Praça da Catedral e contou com a parceria do Consultório de Rua e do Centro de Referência Especializado para a População de Rua (Centro Pop).

De acordo com informações do Ministério da Saúde, pessoas em situação de rua estão entre os grupos mais vulneráveis de contrair o agravo, já que não possuem boas condições de habitação, favorecendo o contágio pela bactéria responsável pela transmissão da doença, o Bacilo de Koch. A atividade de hoje serviu para dar orientações aos presentes, além de aferição de pressão arterial, teste de escarro e consulta com o médico infectologista Washington Luís.

Segundo a Coordenadora do Programa de Tuberculose, Juliana Viana, os pacientes com suspeita da doença e posterior confirmação serão encaminhados às Unidades de Saúde para iniciar o tratamento. “A tuberculose tem cura e o tratamento é feito de forma gratuita pelo SUS. É só o paciente se encaminhar à Unidade de Saúde mais próxima, principalmente se tiver tosse persistente por mais de três semanas, febre vespertina, dores no corpo e no peito, sudorese, e em casos mais graves, escarro com sangue, que receberá acompanhamento e as medicações necessárias”, esclarece.

A ação faz parte de uma série de atividades que ocorrerão durante todo o mês de novembro, mês nacional de combate à doença, que até hoje é alvo de preconceitos. As Unidades de Saúde estão realizando palestras sobre o tema entre os dias 13 e 17, e, no próximo dia 21, uma equipe da Vigilância em Saúde realizará busca ativa de pacientes suspeitos de tuberculose na penitenciária masculina.





Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *