Dr.Ivan Galvão é o candidato de oposição à chapa da OAB em Petrolina

O advogado e procurador Dr.Ivan Galvão, já registrou oficialmente a chapa, UMA NOVA OAB POR VOCÊ, que concorrerá às eleições da subseccional Petrolina,  da Ordem dos Advogados do Brasil – OAB . O blog entrevistou o candidato oposicionista a Presidente, que fala da  eleição que ocorrerá no próximo dia 19 de novembro de 2018. Dr.Ivan está colocando mais uma vez o seu nome para ser avaliado pelos advogados da cidade. Ao blog, ele comenta dos projetos e do que gostaria de implementar na OAB- Petrolina, nesses próximos três anos, caso vença as eleições.

Dr. Ivan – Vinicius, há três anos, nós tivemos uma disputa com o atual Presidente da subseccional da OAB em Petrolina, Alexandre e eu. Alexandre foi vitorioso naquela eleição e prometeu na campanha muita coisa e a sua gestão não disse ainda pra que veio até hoje. Portanto, havia uma tendência natural no movimento de oposição de apresentar uma candidatura nessa próxima eleição. O meu nome foi mais uma vez ventilado, em razão até por ter sido derrotado na última eleição. Então, a gente vem agora apresentando as nossas propostas e mostrando que a atual gestão não cumpriu com os seus objetivos em relação às suas promessas.

Blog – Quais são suas metas de trabalho, a serem apresentadas aos eleitores advogados nesta sua nova campanha?

Dr.Ivan – Na verdade, nós temos tanto trabalho para fazer em razão das muitas omissões que vem incorrendo na atual. A gente tem desde o acolhimento ao jovem advogado que não se sente identificado com a OAB local e está indo fazer curso na OAB em Juazeiro-BA. Ele se sente mais acolhido na OAB de Juazeiro do que na OAB de Petrolina. Nós temos advogados que já falam  em mudar de inscrição, se transferir de Petrolina para Juazeiro, por que se identificam mais com a ordem vizinha.

Temos a questão da valorização da mulher, do empoderamento feminino, que a gente encerrou agora o `Outubro Rosa´ e a OAB de Petrolina não fez absolutamente nada para comemorar a data desse mês, para alertar, fazer campanha, divulgação de conscientização, nada.

Nós temos a questão das datas comemorativas, não só o  ´Outubro Rosa`, agora o `Novembro Azul´ que está começando.  O Dia do Advogado que deixou de ser comemorado, todo mundo se lembra da minimaratona que durante algum tempo era o sucesso da classe, criada inclusive por Dr. Lazaro e que acabou;  a confraternização dos advogados que não ocorre mais; o  Dia Internacional da Mulher;  quer dizer, todas as datas comemorativas a OAB local não celebra mais nada.

A OAB de Petrolina tem promovido algumas palestras e aí a gente tem que separar a ação estadual da ação local. Tem palestra que a gestão estadual é que manda para cá. Sem perguntar se a gente quer, sem perguntar se é boa, sem perguntar se a gente quer ouvir aquele palestrante. Simplesmente mandam e eles disponibilizam muitas vezes encima da hora. Já as palestras locais, que eles promovem, estão acontecendo agora, por conta da eleição. Nos últimos três meses, tem palestra praticamente em todas as semanas, isso por conta da eleição. Então, não pode ser assim. A gente tem que ter um planejamento.

Nós estamos propondo fazer uma gestão participativa em que o advogado vai decidir qual a palestra que ele quer e a data que ele quer. Com uma programação anual.

As comissões que os outros advogados podem participar para auxiliar na gestão, elas estão sendo criadas a toque de caixa agora no final da gestão. Essas comissões já vão ser formadas em dezembro, antes da gente assumir, para que comecem em janeiro já com todas operando e abertas a todos os advogados que quiserem participar e não a um grupinho que, ou apresenta uma proposta de comissão ou é escolhido a dedo pelo  gestor. Nossa administração vai ser uma gestão participativa. 

Temos outro problema que já foi verificado, que é a questão das grandes obras que atual gestão diz que fez. Por exemplo: disse que trouxe vacinação para os advogados, vacinação da gripe. Na verdade, eu tenho um zap gravado de um integrante da atual gestão, dizendo que essa campanha é uma campanha nacional e que só mandaram 100 vacinas, mero engano. Nós temos 1.100 advogados aqui em Petrolina, não dá para todo mundo e como é que a OAB vai escolher quem vai tomar vacina ou quem não vai. Quem vai ser o beneficiário dessa vacina. Não dá para aceitar isso. Eu como presidente da OAB local, não aceitaria essas vacinas, mandaria de volta. Porque ou vacina todo mundo ou não vacina ninguém.

Fizeram um estacionamento para beneficiar os advogados no futuro fórum de Petrolina, que vai ficar pronto daqui a dois anos. Essa é a grande obra da OAB. Pegava esse dinheiro, aliás esse estacionamento já existia, apenas calçaram a área. Pegava esse dinheiro do estacionamento e comprava mais vacina para beneficiar todos os advogados. Então, o que a gente tem na verdade hoje é uma OAB que beneficia poucos advogados. Pra você ter uma ideia, nos temos hoje 1.138 advogados e a OAB criou um grupo de whatssap com 240 profissionais. E a gente pergunta: e os outros advogados, são menos advogados do que estes? Não dá pra continuar dessa forma.

Existe uma diferenciação entre advogado militante e advogado não militante. Um advogado experiente e um advogado não experiente. O advogado com escritório e o advogado sem escritório. Não dá para fazer essa diferenciação. Nossa gestão vai tratar todos os advogados da mesma forma. Todos eles vão ter o seu espaço de crítica, sugestões, de participação na futura OAB, que agente vai administrar.

Blog: Você acha que tem preferências da atual gestão dentro dessa ótica, quando você faz essas colocações?

Dr.Ivan – Eu não digo que tem uma preferência direta, mas por omissão tem. Se eu divulgo por exemplo uma campanha  de vacina em um grupo com 240 advogados, os outros ficarão  de fora dessa informação. E aí, quando você sabe por alguém que diz: “ó tá tendo vacina”. Aí eu liguei e respondem: não tem mais. Acabou. Quer dizer, eu fui alijado de ser beneficiário dessa vacina.

Blog – Como anda a campanha e quem você convidou para lhe auxiliar caso vença a eleição?

Dr.Ivan – A campanha está muito boa. Boa também a visitação aos escritórios, aos colegas. É uma satisfação muito grande porque a gente divide com os colegas, compartilha com eles a ansiedade, os problemas que eles vivenciam e ai a gente verificou que essa situação não pode mais ocorrer. A presidência, a gestão, ela tem que estar visitando os escritórios ao longo do três anos, que é o tempo de mandato e não apenas na campanha, como tem ocorrido. Aqui eu faço meia culpa, claro que a gente não era gestão, a gente está sendo candidato agora de oposição, mas aí fica o compromisso da futura gestão, da gente fazer sempre essas visitas, esses acompanhamentos, além de abrir efetivamente a OAB para que o advogado possa fazer crítica, o que hoje você não pode. Quando você critica alguma coisa da OAB atual, é como se você cometesse uma atrocidade nas redes sociais, como se fosse um inimigo. Nós vamos tratar todos os advogados como colegas de profissão e não como inimigos. Todos eles vão ter a oportunidade de fazer suas sugestões e suas criticas nas plenárias mensais que vamos promover.

Outro aspecto relevante é em relação aos benefícios que os advogados têm nas empresas da região. Nós temos, porque as empresas que a OAB mantem convênio para dar descontos ao advogado. E pasmem, em uma época de processo eletrônico, onde você não imprime mais nada, a OAB local firmou um convênio com uma empresa de cartucho de impressora. Então, é assim de uma inutilidade sem tamanho, isso porque eu vi a divulgação em uma rede social, porque nem isso a OAB de Petrolina divulga. A gente soube agora, por exemplo, na campanha eleitoral, que eles divulgaram que a gente tem um plano de saúde odontológico gratuito. Alguns serviços você paga, mas outros são gratuitos. Quer dizer, ninguém sabia disso, porque nem isso a OAB informa. Ou informa naquele grupo para poucos advogados. Esse é o grande problema da atual gestão.

Blog – Que convocação você faz e a mensagem que você encaminha aos associados da OAB Petrolina para esta campanha do dia 19 de novembro, que parece vai ser bem disputada?

Dr.Ivan Eu conclamo os colegas advogados e advogadas, inscritos na OAB Petrolina que pensem, reflitam sobre a atual gestão e a possibilidade de mudança. Essa gestão você já conhece. Ela não vai mudar. Vai ser a mesma coisa nos próximos três anos. A gente chega com uma proposta de mudança. Fazer um nova OAB por você e que OAB você quer para o futuro? Você tem que pensar que OAB você quer para os próximos três anos. Quem me conhece sabe da minha integridade, sabe do meu compromisso com o trabalho, sabe da minha seriedade, do meu compromisso em realizar as coisas que me dedico. É assim na procuradoria, na FACAPE, ou mesmo na advocacia.  Portanto, peço o seu voto, sua confiança e acredite, eu não vou decepcionar vocês.

Blog – E a profissão do advogado. Você recomendaria as pessoas a seguirem essa carreira?

Dr. Ivan Sim é uma profissão muito honrosa, que dá para ser exercida com dignidade, tem muito campo, a população é muito carente de assessoramento jurídico, do cumprimento dos seus direitos e quando a gente tem principalmente um ambiente político e institucional, como o que está vivenciado hoje no Brasil, muito complicado, mudança de governo, a advocacia é a primeira bandeira de luta contra qualquer violação de direitos que eventualmente seja perpetrado, por quem quer seja. Seja por um particular, seja por uma autoridade governamental. Não esquecer que a OAB é a primeira fronteira, o primeiro obstáculo, a primeira barreira, a OAB tem que apoiar esse advogado em sua missão institucional.

 





Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *