Janot e Gilmar brigam! tirem as crianças da sala

captura-de-tela-2017-03-22-axxs-13.41.34

Blog do Josias

Antes de qualquer coisa, um aviso: esse comentário contém linguagem rasteira. Convém tirar as crianças da sala. Duas das mais altas autoridades de Brasília —o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, e o procurador-geral da República Rodrigo Janot— decidiram se angalfinhar em público. Gilmar usou uma notícia de jornal para acusar procuradores de vazar deliberadamente para a imprensa nomes de encrencados na lista da Odebrecht. O vazamento, disse ele, é crime previsto no Código Penal. Janot negou a notícia. E atribuiu as declarações de Gilmar à “decrepitude moral” do ministro, que sofre, segundo ele, de “desinteria verbal.”

Se essa troca de ataques evidencia alguma coisa é que Janot e Gilmar consideram-se um ao outro sujeitos desprezíveis. Um, responsável por processar a bandidagem engravatada, não conseguiria enxergar o crime de “violação de segredo funcional” praticado ao seu redor. Outro, responsável por julgar os delinguentes do poder, “corteja desavergonhadamente” os acusados, disse Janot, mantendo com eles uma “relação promíscua”.

Nesse ritmo, Janot e Gilmar vão acabar se despachando mutuamente para lugares desagradáveis. Um pode enviar o contendor ao excremento. Outro talvez mande o rival à presença da pessoa que, tendo lhe dado à luz e exercendo a profissão de prostituta, não sabe dizer ao certo quem é seu pai. Atônita, a plateia se pergunta: não seria melhor se autoridades como Janot e Gilmar se unissem para honrar o salário que recebem do contribuinte, punindo os corruptos? O ruim de duas autoridades se ofenderem em público é o pessoal que passa achar que ambas têm razão.

Convocação Geral


MPPE e DETRAN promovem encontros regionais sobre Transporte Público Escolar. Em Petrolina será nesta quinta-feira(23)

Encontro Transporte Escolar

Para sensibilizar a efetiva fiscalização da prestação do serviço de Transporte Público Escolar (TPE) e a implantação da Legislação Pública Municipal e do Sistema de Mobilidade Urbana, o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) e o Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco (DETRAN-PE) vão realizar encontros regionais sobre a temática. Os dois primeiros serão realizados, no dia 22 de março, em Salgueiro, na Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) e, no dia 23, em Petrolina, no SEST-SENAT.

Serão debatidos os temas: legislação de Trânsito (Código de Trânsito Brasileiro, Portarias e Resoluções) e procedimentos para a vistoria semestral, ambos pelo DETRAN; e atuação do MPPE na fiscalização da oferta do serviço, bem como a importância sobre a implantação da legislação municipal regulamentando o Sistema de Mobilidade Urbana, especialmente sobre o TPE, pelo MPPE.

Os Encontros se destinam aos promotores de Justiça, servidores do MPPE, funcionários do DETRAN, representantes da Secretaria Municipal e Estadual da Educação, coordenadores das Ciretrans, representantes das Câmaras de Vereadores, comandos dos Batalhões Municipais e conselheiros tutelares. Para cada evento, estão sendo disponibilizadas 100 vagas, a ser preenchidas por ordem de inscrição, a qual deverá ser realizada pelo envio de e-mail para caopij@mppe.mp.br.

Em Salgueiro, o I Encontro Regional abrangerá também os municípios de Araripina, Bodocó, Granito, Exu, Ipubi, Moreilândia, Ouricuri, Santa Cruz, Santa Filomena, Parnamirim, Serrita, Cedro, Terra Nova, Trindade e Verdejante. Já o II Encontro, em Petrolina, os de Afrânio, Dormentes, Cabrobó, Santa Maria da Boa Vista, Orocó e Lagoa Grande.

Estão previstos ainda encontros em Caruaru, Arcoverde, Palmares, Garanhuns, Macaparana e Surubim, ainda a se confirmar datas e locais.

Mais informações entrar em contato com o Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça de Defesa da Infância e Juventude (Caop Infância e Juventude) do MPPE, pelo (81) 3182.7419 ou pelo e-mail caopij@mppe.mp.br.

Panorama do transporte escolar em Pernambuco – De acordo o DETRAN-PE, atualmente o Estado dispõe de 1.809 veículos de transporte escolar devidamente cadastrado, vistoriado e aprovado pelo Órgão, atendendo todas as exigências de segurança estabelecida na legislação atual. Já o Sindicato do Transporte Escolar de Pernambuco – Sintespe, estima que existe o dobro desse número atundo em Pernambuco de forma irregular, sem garantir a segurança adequada para os transportados.

Convocação Geral


Parceria entre a UPAE/IMIP de Petrolina e o INSS garante atualização para os profissionais do Serviço Social da Unidade

DSC02575
 
Uma parceria entre a Unidade de Pronto Atendimento e Atenção Especializada de Petrolina (UPAE/IMIP) e o INSS, que surgiu há 3 anos, tem garantido aos profissionais do Serviço Social estarem sempre bem informados sobre as mudanças referentes às políticas sociais no âmbito da previdência. Como consequência positiva, os usuários da UPAE passam a contar com uma equipe ainda mais apta à prestar esclarecimentos sobre os direitos sociais.
 
Neste mês, a assistente social do Instituto, Mônica Suely Tenório, trouxe como tema as alterações necessárias para o requerimento do Benefício de Prestação Continuada (BPC), que é garantido ao idoso acima de 65 anos (que nunca tenha trabalhado ou contribuído com a previdência) e à pessoa com deficiência de qualquer idade com impedimentos de natureza física, mental, intelectual ou sensorial de longo prazo (que produza efeitos pelo prazo mínimo de 2 anos).
 
Entre as principais novidades, a alteração na previdência exige que o requerente faça a inscrição no Cadastro Único do Governo Federal (CadÚnico) e abre um precedente quanto à renda per capta exigida. Atualmente, para se ter direito ao BPC a renda por pessoa do grupo familiar (em casos específicos) pode ser superior a ¼ do salário vigente, desde que haja comprovação de que os gastos com o usuário comprometem o sustento da família, e o acesso a medicamentos, por exemplo, tenha sido negado pelo município e estado. 
 
“Acredito que essa seja uma parceira relevante, até porque os usuários do INSS, muitas vezes, são os mesmos usuários dos serviços de saúde como a UPAE. Então, é importante que a gente fale a mesma linguagem e que os assistentes sociais passem as informações ao público da forma mais fiel possível. Nós realizamos essa capacitação uma vez ao ano, pois as políticas públicas sofrem alterações, avanços e nós temos que estar sempre atualizados. Estamos à disposição e acho a iniciativa da UPAE bastante louvável”, pontuou a representante do Instituto durante a capacitação.
 
De acordo com a supervisora do Serviço Social, Nazaré Cunha, o objetivo realmente é capacitar a equipe e preparar os profissionais da Unidade para atender de forma eficiente a demanda que surge do ambulatório, da urgência e emergência, onde as assistentes sociais atuam. “A nossa intenção é que o usuário saia daqui só com a saúde restabelecida, e também bem informado sobre os direitos sociais que possui. A ideia da parceria surgiu das dificuldades que a gente percebe no dia a dia e da necessidade de atualização em serviço”, esclarece.
 
A assistente social Cintia Oliveira aprovou a parceria. “Sem dúvida, a capacitação é de suma importância para nós, pois são os assistentes sociais que estão na ponta e absorvem a demanda que ultrapassa as questões de saúde e passam a ser da assistência. Então, é de extrema relevância que a gente possa apontar os caminhos e direcionar bem essas pessoas dentro da rede”, conclui.
 
A assistente social do INSS deixou o Instituto à disposição para maiores informações e esclarecimentos e a supervisora do serviço social da UPAE já adiantou que outros momentos importantes como esse acontecerão durante o ano.  

 

Convocação Geral


Deputado Adalberto Cavalcanti despacha com a Presidente da Codevasf e pede ações para os sertanejos de Pernambuco

x

O Deputado Federal  Adalberto Cavalcanti(PTB) manteve audiência na manha desta quarta-feira(22) em Brasília, com a Presidente da Codevasf, Kênia Marcelino,  que estava acompanhada de sua equipe técnica, para atender as reivindicações do parlamentar sertanejo  de Pernambuco.

Adalberto Cavalcanti estava acompanhado do Sr. Aurivalter Cordeiro, Superintendente da 3ª Superintendência/Petrolina e fez a Presidente, diversas solicitações de desenvolvimento  para a sua área de atuação, envolvendo Petrolina e as cidades sertanejas.

O Deputado aproveitou para falar sobre as liberações de recursos, provenientes das emendas parlamentares, ao Orçamento Geral da União de sua  autoria, que já totalizam até o momento R$ 8.300.000,00 (oito milhões e trezentos mil reais), destinados  a projetos de `Desenvolvimento Sustentável Local Integrado e Infraestrutura Hídrica no Estado de Pernambuco´ durante o seu  mandato, referentes aos anos de 2015, 2016 e 2017, com entrega de tratores, recuperação de poços, recuperação de barreiros e contratação de horas máquinas para que o pequeno agricultar possa melhorar a zona hídrica de sua propriedade como limpeza de barreiros e outros.

Adalberto Cavalcanti  relatou a difícil situação que hora se encontra o semiárido pernambucano, com as dificuldades que a população enfrenta no abastecimento de água e na produção de alimentos.

Saiu animado da reunião  com a Presidente Kênia e   espera uma parceria mais direta nos pleitos que apresentou a diretoria da Codevasf em Brasília.

Convocação Geral


Mar avança sobre Rio São Francisco e afeta população ribeirinha em Alagoas

José Anjo, como é conhecidona região, conta que o tipo de peixe que se pesca no rio mudou, agora é peixe de água salgada – Foto: Jonathan Lins/G1

José Anjo, como é conhecidona região, conta que o tipo de peixe que se pesca no rio mudou, agora é peixe de água salgada – Foto: Jonathan Lins/G1

G1 –

A estiagem prolongada tem feito o Rio São Francisco perder força na divisa de Alagoas e Sergipe, permitindo que o mar avance sobre a água doce. O fenômeno é conhecido como salinização e, segundo pesquisadores da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), está transformando o ecossistema da região e prejudicando a população ribeirinha.

Sem chuvas e com menos água no leito, o rio acaba sendo empurrado pela maré nos pontos onde encontra o mar.

É no trecho da Área de Preservação Ambiental (APA) da Foz do São Francisco, entre os municípios de Piaçabuçu (AL) e Brejo Grande (SE), que o fenômeno pode ser percebido com mais intensidade pelos quase 25 mil habitantes da região.

“A gente pescava surubim, piau, dourado e todas as espécies de água doce. Era tanto peixe na rede que a gente não podia nem carregar. Nessa época, a gente também plantava arroz, que dava era muito. Hoje a coisa tá diferente, a água está tão salgada que arde até os olhos”, relata o pescador alagoano José Anjo.

O que o pescador percebe no dia a dia também foi apontado pelo oceanógrafo Paulo Peter, pesquisador da Ufal que analisa os impactos ambientais e sociais da salinização do Rio São Francisco. “É possível notar no estuário a morte da vegetação típica de água doce, substituição dos peixes de água doce pelos de água salgada e inviabilização da água para o consumo humano”.

Em Piaçabuçu, outro problema vem afetando os ribeirinhos: o esgoto no rio (Foto: Jonathan Lins/G1)

Para o pesquisador, a redução da vazão das águas do Rio São Francisco pela hidrelétrica de Sobradinho, na Bahia, agrava o problema. O volume de água liberado pela usina já superou 2.900 m³/s, mas nos últimos anos vem sendo reduzido gradativamente para prolongar a vida útil dos reservatórios.

Em janeiro, a pedido da Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf) e autorizado pela Agência Nacional de Águas (ANA), a vazão passou para 700 m³/s, a menor da história, segundo o Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (CBHRS).

“Se a vazão do São Francisco permanecer como está, a situação será cada vez pior, tanto do ponto vista humano quanto ambiental”, avalia Peter.

O CBHRS diz estar em alerta, porque novos estudos avaliam reduzir ainda mais o volume da água do rio para uma vazão que pode chegar a 600m³/s. Contudo, ainda não há nenhuma definição neste sentido.

Saúde
O problema da salinização também se reflete na saúde dos ribeirinhos, como afirma a agente de saúde Suely Santos, que trabalha há 17 anos em Piaçabuçu. “A água do Rio São Francisco é para muitos moradores da região o único recurso hídrico que se tem para cozinhar e beber. Por conta da salinização, a água está provocando doenças. Nos últimos meses, aumentou bastante os casos de hipertensão entre os moradores, inclusive jovens”.

O povoado Potengy é o que mais sofre, porque fica bem próximo da foz e a captação da água distribuída para população ocorre no trecho onde há um maior efeito da água salgada do mar sobre a água doce. Para piorar o problema, esgoto é lançado sem tratamento no leito do rio.

“A ação de saúde que hoje é feita com os moradores da região é de conscientização, para que eles evitem tomar a água do rio no período que a maré está mais cheia. Além disso, orientamos para que as pessoas tratem a água antes de consumir com hipoclorito ou fervura, para evitar a proliferação de doenças”, afirma Suely.

Famílias inteiras navegam rio acima para conseguir água doce (Foto: Jonathan Lins/G1)

Viagem em busca da água doce
Encontrar famílias inteiras dentro de barcos, dividindo espaço com garrafas e baldes, é comum na região. Elas precisam atravessar o rio para buscar água doce em pontos mais distantes da foz, uma viagem que pode durar até três horas.

“Sem dinheiro para comprar água, temos mesmo é que viajar de barco para buscar. Do contrário, é tomar água ruim, que faz a gente adoecer. Minha esposa está com hipertensão, e minha filha já teve disenteria por tomar água daqui”, afirma o pescador Jorge de Souza Santos, que faz esse trajeto a cada dois dias.

A dona de casa Maria Eunice chega ao porto de Potengy carregada com bacias de roupas e baldes de água. Com a maré alta, ela foi até o outro lado do rio lavar roupas e buscar água para beber.

“A caixa de água de casa está cheia, mas está tão salgada que não serve para nada. Essa água só vai melhorar quando a maré baixar. Não é que ela vai ficar doce, vai ficar salobra, e servir ao menos para um banho e para um lavado de roupa”, afirma a dona de casa.

O pesquisador Paulo Peter, da Ufal, avalia que a estratégia de captar água para consumo na maré baixa não é adequada. “Constatamos que, mesmo na maré baixa, o sal permanece na água do rio, não desce para o mar como esperado. Com isso, na maré alta seguinte, esse sal que havia permanecido acaba sendo empurrado para trechos mais altos do rio”.

“Para os padrões técnicos, a água doce pode ter até 1/2 grama de sal por litro. Nas coletas que fizemos próximo ao povoado Potengy, encontramos variações de 6 a 7 gramas de sal por litro. Salinidade que deixa o líquido impróprio para o consumo humano”, alerta Peter.

Pescadores dizem que está cada vez mais difícil encontrar espécies de água doce na região do povoado Potengy, em Piaçabuçu (Foto: Jonathan Lins/G1)

Solução e políticas públicas
Peter afirma que as pesquisas realizadas pela Ufal estão à disposição dos gestores públicos para traçar ações e políticas públicas que permitam a utilização mais adequada das águas do São Francisco.

O secretário de Meio Ambiente de Piaçabuçu, Otávio Augusto, afirma que o município vem buscando parcerias para minimizar o problema.

“Estamos com o governo do Estado e a Casal [Compahia de Saneamento de Alagoas] buscando estratégias para mudar o ponto de captação de água no município para um ponto onde não há o efeito da salinização. No entanto, os prejuízos já são enormes, porque a pesca na região diminuiu e lavouras tiveram que ser abandonadas por conta do sal”, diz o secretário.

Já a Casal diz que a água captada e distribuída em Piaçabuçu é tratada e analisada antes de seguir para o consumidor com os padrões exigidos pelo Ministério da Saúde. Para isso, técnicos seguem estratégias para captar água apenas na maré baixa e em determinados horários onde a concentração de sal é menor.

Sobre a redução da vazão na hidrelétrica de Sobradinho, o superintendente adjunto de Regulação da ANA, Patrick Thomas, diz que a Agência autorizou a Chesf, subsidiária da Eletrobras, a operar em 700 m³/s.

“Essa redução foi necessária para fazer com que o reservatório não esvaziasse. Se isso acontecesse, poderia prejudicar totalmente o abastecimento não só em Piaçabuçu, mas em todas as cidades que dependem do reservatório de Sobradinho”, afirma.

Ele reconhece que municípios que ficam na região da bacia do São Francisco estão enfrentando uma das piores secas dos últimos anos e que isso tem deixado baixa a fluência do rio, mas ressalta que, desde 2013, órgãos gestores se reúnem para discutir ações para prolongar a vida dos reservatórios.

“A vazão nos reservatórios vem sendo reduzida porque a quantidade de água que entra é pelas chuvas e, como não chove muito, é preciso armazenar a água controlando a saída”, diz.

Ainda segundo a ANA, até que haja chuvas com mais intensidade e por um longo período na região dos reservatórios, a situação deve permanecer como está. “A tendência é que seja mantida essa vazão nos próximos meses”, avalia Thomas.

A reportagem não conseguiu contato com a Chesf.

Banco de areia se formou no leito do Rio São Francisco em Piaçabuçu (Foto: Jonathan Lins/G1)

Fonte: G1

Governo do estado


Em Petrolina, mulher é jogada de um veiculo em movimento na Avenida 7 de Setembro

MULHER CAI DE CARRO

 

Mulher é jogada de um veiculo em movimento na Avenida 7 de Setembro próximo a Rádio Grande Rio AM.  segundo informações era um Fusca branco, que seguia sentido contorno do trevo, ela afirmou que, o homem tentou tirar sua roupa, ela resistiu e ocorreu o atrito.

O nome dela é Geysa. Uma unidade do SAMU prestou socorro a vitima.Aguardem novas informações.(Fonte: Grupo Notícias do Vale 24 H.)

Governo do estado


Em Petrolina, Comissão de Educação da Câmara de Vereadores quer ficar mais perto da comunidade

20170321_083101

Os membros da Comissão de Educação da Câmara de Vereadores de Petrolina se reuniram nesta terça-feira (21) para discutir um calendário permanente de encontros. A cada primeira quarta–feira do mês, os vereadores Ruy Wanderley, Gabriel Menezes, Gaturiano Pires e Cristina Costa pretendem se encontrar das 8h às 9h, para discutir das demandas da educação que chegam à Casa Legislativa.

“A proposta é que a comissão de educação seja um canal de interação com a comunidade escolar do município. Discutindo as demandas e encaminhando as soluções.” Explicou a Vereadora Cristina Costa, presidente da comissão.

Governo do estado


Greve dos servidores municipais de Petrolina continua. Presidente do Sindsemp se reúne com Vereadores nesta quarta-feira(22)

SONY DSC

SONY DSC

SONY DSC

Servidores Municipais em greve geral, no Plenário da Câmara de Vereadores de Petrolina.

Mais uma vez o Sindicato dos Servidores Municipais de Petrolina (SINDSEMP), usa a plenária da casa Plínio Amorim na sessão desta terça-feira (21), para reforçar a Campanha Salarias 2017 dos servidores municipais, cuja proposta do Executivo Municipal não atende a todas as categorias.

O presidente Walber Lins foi enfático ao afirmar que a pauta salarial deste ano foi construída com a participação dos vereadores, desde o ano passado. “A Lei Orçamentária 2017 foi discutida também e trouxe as emendas dos setores públicos municipais para dentro da sua aprovação”, explicou, ressaltando ainda que a Lei de Responsabilidade Fiscal diz que deve existir uma previsão e votação orçamentária, para ação administrativa, o que ampara o servidor nos seus direitos, já que estava previsto na LOA desde 2016, quando foram discutidos todos os pontos da pauta salarial 2017.

O Presidente do Sindsemp usou a Tribuna para falar das

O Presidente Walber Lins do Sindsemp usou a Tribuna da Câmara para falar da greve dos servidores

Os vereadores afirmaram que só votariam o projeto do Executivo, se este atender as reinvindicações do SINDSEMP, no que diz respeito ao reajuste de todas as categorias. Como o projeto ainda não foi encaminhado à Câmara de Vereadores, o SINDSEMP, novamente, se fará presente na Casa Plínio Amorim, nesta quarta-feira (22) as 9h, para reunião com os vereadores, com o objetivo de discutir todos os pontos da Campanha Salarial.

No segundo dia da GREVE GERAL POR TEMPO INDETERMINADO, o SINDSEMP convoca a todos os servidores a se fazerem presentes em mais um momento de luta pelos direitos do servidor municipal.

Convocação Geral


Mais de 110 concursos abertos reúnem 8,4 mil vagas em todo o país

Pelo menos 111 concursos públicos no país estão com inscrições abertas nesta segunda-feira (13) e reúnem 8.409 vagas em cargos de todos os níveis de escolaridade. Os salários chegam a R$ 18.416,20 na Prefeitura de Vila Rica (MT).

concurso-publico-2

Veja abaixo a lista de concursos abertos:

CONFIRA A LISTA COMPLETA DE CONCURSOS E OPORTUNIDADES

Além das vagas abertas, há concursos para formação de cadastro de reserva – ou seja, Neos candidatos aprovados são chamados conforme a abertura de vagas durante a validade do concurso.

Entre os órgãos com inscrições abertas estão a Aeronáutica com concurso para 55 vagas de nível superior, a Marinha com três concursos, sendo um para 1.300 vagas para fuzileiro naval, outro para 190 vagas no Colégio Naval e outro para 30 vagas na Escola Naval, e o Tribunal de Justiça de São Paulo com 206 vagas e salário de até R$ 6 mil.

Nesta segunda-feira, 11 órgãos abrem inscrições para 375 vagas

Prefeitura de Boa Esperança (MG)

A Prefeitura de Boa Esperança (MG) fará concurso público para 205 vagas em cargos de todos os níveis de escolaridade. Os salários chegam a R$ 11.880. Os candidatos podem se inscrever entre os dias 20 de maço e 30 de abril pelo site www.facepealfenas.org.br. Todos serão avaliados por meio de prova objetiva (veja o edital no site da organizadora).

Prefeitura de Conceição da Barra de Minas (MG)

A Prefeitura de Conceição da Barra de Minas (MG) divulgou edital de concurso público para 15 vagas em cargos de níveis fundamental e superior. Os salários vão de R$ 880 a R$ 3.440,31. As inscrições podem ser feitas de 20 de março a 20 de abril pelo site www.jcmconcursos.com.br. A prova será aplicada na data provável de 21 de maio (veja o edital no site da organizadora).

Prefeitura de Fundão (ES)

A Prefeitura de Fundão (ES) fará processo seletivo para 5 vagas em cargos de níveis médio e superior. Os salários são de R$ 809,59 e R$ 1.695,10, respectivamente. Os candidatos podem se inscrever entre 20 e 21 de março na secretaria municipal de esportes, localizada na Rodovia Josil Espíndula Agostini s/nº, das 9h às 16h30. A seleção será feita por meio de análise de currículos (veja o edital no site da prefeitura).

Prefeitura de Jaru (RO)

A Prefeitura de Jaru (RO) fará processo seletivo para 23 vagas e formação de cadastro de reserva em cargos de níveis fundamental, médio e superior. Os salários vão de R$ 937 a R$ 1.786,16. As inscrições podem ser feitas nos dias 20 e 21 de março pelo site www.jaru.ro.gov.br. A seleção será feita por meio de análise de currículo (veja o edital no site do Diário Oficial dos Municípios de Rondônia – edição de 17 de março, a partir da página 123).

Prefeitura de João Neiva (ES)

A Prefeitura de João Neiva (ES) vai abrir processo seletivo para 22 vagas temporárias em cargos de todos os níveis de escolaridade. As remunerações vão de R$ 937 a R$ 1.982,22. As inscrições podem ser feitas nos dias 20 e 21 de março, das 8h ás 11h e das 13h às 16h, na prefeitura, localizada na Avenida Presidente Vargas, 257. A seleção será feita por meio de avaliação de títulos (veja o edital no site da prefeitura).

Prefeitura de Piracicaba (SP)

A Prefeitura de Piracicaba (SP) divulgou editais de processos seletivos para 29 vagas em cargos de níveis médio e superior. O salário varia de R$ 1.152,60 a R$ 5.434,27. As inscrições devem ser feitas pelo site www.consesp.com.br no período de 20 de março a 4 de abril. As provas estão previstas para 7 de maio (veja os editais no site da organizadora).

Prefeitura de Santa Bárbara (MG)

A Prefeitura de Santa Bárbara (MG) vai abrir dois processos seletivos para um total de 16 vagas em cargos de todos os níveis de escolaridade. Os salários vão de R$ 1.080,72 a R$ 15.117,57. As inscrições estarão abertas de 20 a 31 de março na sede da prefeitura, localizada na Rua Padre Lucindo, s/nº, das 8h às 11h e das 13h às 16h. A prova está prevista para 9 de abril (veja os editais no site da organizadora).

Prefeitura de Sapopemba (PR)

A Prefeitura de Sapopemba (PR) fará processo seletivo para 8 vagas em cargos de níveis fundamental, médio e superior. As remunerações variam de R$ 937 a R$ 1.602,07. As inscrições podem ser feitas de 20 a 30 de março na secretaria de educação, localizada na Praça Antonio Batista Ribas s/nº, das 8h às 11h30 e das 13h às 17h30. A seleção será feita por meio de análise de títulos (veja o edital no site do Diário Oficial dos Municípios do Paraná – edição de 17 de março, a partir da página 173).

Prefeitura de Tabuleiro do Norte (CE)

A Prefeitura de Tabuleiro do Norte (CE) vai abrir processo seletivo para 40 vagas em cargos de níveis fundamental e médio. O salário é de R$ 937. As inscrições devem ser feitas de 20 a 24 de março na Secretaria de Trabalho e Ação Social das 7h às 13h. A seleção será feita por meio de análise da capacidade profissional, análise curricular e entrevista (veja o edital no site do Diário Oficial dos Municípios do Ceará – edição de 17 de março, a partir da página 29).

Universidade Federal de Campina Grande (UFCG)

A Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) divulgou edital que prevê o preenchimento de duas vagas para professor auxiliar da instituição. O salário é de R$ 2.408,08. As inscrições estarão abertas de 20 de março a 7 de abril no protocolo geral da UFCG, localizado à Rua Aprígio Veloso, 882, de segunda à sexta-feira, das 8h às 12h e das 14h às 18h. As provas estão previstas para o dia 2 de maio (veja a matéria completa).

Universidade Federal de Roraima (UFRR)

A Universidade Federal de Roraima (UFRR) fará concurso para 10 vagas de professor. Os salários vão de R$ 3.117,22 a R$ 9.570,41. As inscrições podem ser feitas de 20 de março a 20 de abril pelo site http://sis.ufrr.br/concursos. A data e o horário das provas ainda serão divulgados (veja o edital no site do Diário Oficial da União). (Via: G1 PE)

Convocação Geral


Temer exclui servidores estaduais e municipais da reforma da Previdência

Presidente em ecercício Michel Temer

Presidente  Michel Temer

BRASÍLIA – Pressionado por lideranças políticas e surpreendendo a todos com um pronunciamento chamado às pressas no início desta noite, o presidente Michel Temer anunciou que a proposta de reforma da Previdência não vai mais incluir a revisão das regras para servidores estaduais e municipais. É o primeiro recuo oficial do governo na proposta da reforma previdenciária.

O presidente disse que tomou a decisão após várias reuniões com lideranças da Câmara e do Senado nos últimos dias. Nesses encontros, segundo ele, “surgiu com grande força” a ideia de que a União deveria respeitar a autonomia dos Estados e municípios, fortalecer o “princípio federativo” e fazer com que a reforma atingisse apenas servidores federais.

“Vários Estados já providenciaram sua reformulação previdenciária. Seria uma relativa invasão de competência e não queremos neste momento levar adiante”, disse, citando como exemplo categorias de policiais civis e professores. “Funcionários estaduais e municipais, de forma geral, dependerão da manifestação de seus governos estaduais e municipais”, disse Temer.

Temer reiterou que a aprovação da reforma da previdência é fundamental para o desenvolvimento econômico do País, adequação das contas públicas e geração de novos empregos.

“Estou passando para o relator (Artur Maia-PPS-BA) e para o presidente da comissão (Carlos Marun-PMDB-MS), que logo amanhã transmitirão que, a partir de agora, trabalham com a previdência apenas para servidores federais”, afirmou. “Desde os primeiros momentos da nossa posse, dissemos que queríamos respeitar o princípio federativo. Reitero essa intenção.”

Temer ressaltou que tomou a decisão em razão de “peculiaridades locais”, e disse que os Estados e municípios farão a reforma “se for necessário”. “Se não, não se submeterão a isso”, afirmou.

Os servidores públicos fazem parte do grupo mais articulado no Congresso no lobby contra a reforma da Previdência. A decisão do presidente pode abrir novos precedentes de mudanças, já que várias categorias de servidores federais também pedem para ficar de fora da Proposta de Emenda à Constituição (PEC), entre eles juízes e procuradores do Ministério Público.

O anúncio foi feito sem a presença dos ministros da área econômica, Henrique Meirelles (Fazenda) e Dyogo Oliveira (Planejamento), e da Casa Civil, Eliseu Padilha, que coordenaram a equipe responsável pela elaboração da proposta.

Mas durante o comunicado, Temer estava cercado por lideranças políticas, entre elas o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), o senador Romero Jucá (PMDB-RR) e os ministros da Secretaria-Geral da Presidência, Moreira Franco, e de Secretaria de Governo, Amtonio Imbassahy, além do presidente e do relator da comissão da reforma da Previdência na Câmara.

Meirelles esteve reunido com Temer antes do anúncio. Temer fez apenas um pronunciamento e não respondeu a perguntas, nem mesmo se a medida representava uma derrota da equipe econômica.(Isto É).

Convocação Geral


No Dia mundial da água, Juazeiro debate sobre água da chuva

cisterna 1 Credito Aquivo Sajuc (1) seminario dia mundial da agua 2017

De acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU), garantir a segurança hídrica é assegurar o acesso à água em qualidade, quantidade e regularidade pela população. Um dos caminhos para garantir esse acesso é a captação e armazenamento da água da chuva. Esse ano, a semana da água vai discutir a necessidade de desbloquear o potencial da água da chuva no Brasil.

Em comemoração ao Dia mundial da água, dia 22 de março, o Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada – Irpaa e a Associação Brasileira de Captação e Manejo de Água de Chuva – ABCMAC realizarão o seminário “Em defesa da Água de Chuva”. O evento acontecerá na manhã da próxima quarta-feira (22), no auditório Antônio Carlos Magalhães, na Universidade do Estado da Bahia – Uneb, em Juazeiro.

O evento pretende abordar o potencial da água de chuva na região, sua importância e qualidade, tendo com público-alvo pesquisadores/as, educadores/as, estudantes/as, profissionais, técnicos/as, representantes de órgãos governamentais e não-governamentais. Visando instigar a adesão de mais agentes de pesquisa e difusão de tecnologias de captação e manejo, bem como fortalecer a cultura do uso de água de chuva no Semiárido brasileiro, o seminário vai contar com dois painéis temáticos: “Desbloquear o potencial da água de chuva” e ”A água da chuva é boa e confiável”.

O colaborador do Irpaa, João Gnadlinger, que vai mediar um dos painéis, defende que para desbloquear o potencial de aproveitamento da água da chuva no Brasil primeiro é preciso “desbloquear nosso entendimento da captação da água de chuva, a chuva cai em cima da terra em todo lugar… então tem que desbloquear a mente, a visão, a política, o conhecimento, os meios financeiros para a captação de água se tornar uma realidade no Brasil inteiro”, pontua João.

O seminário conta com parceria da Uneb e com apoio de entidades e movimentos da sociedade civil. Já em Curaçá, o grupo Galeota das Artes está percorrendo bairros da cidade com apresentações de música e teatro refletindo estas temáticas. Essa programação vai até o dia 22 e é uma ação que conta com apoio da Paróquia, Pastoral do Meio Ambiente e Irpaa.

O quê: Seminário “Em defesa da Água de Chuva”

Quando? 22 de maio de 2017

Onde? Auditório Antônio Carlos Magalhães na Universidade do Estado da Bahia – Uneb em Juazeiro.

seminario dia mundial da agua 2017.1

Convocação Geral


Iniciados novos cursos do Qualifica Juazeiro

Qualifica Juazeiro 3

A Secretaria de Desenvolvimento Social, Mulher e Diversidade, iniciou hoje as novas turmas de cursos profissionalizantes que fazem parte do “Qualifica Juazeiro”. Os cursos que incluem Depilação, Barbeiro, Penteado e Maquiagem, são realizados através do Programa Nacional de Acesso ao Mundo do Trabalho (ACESSUAS).

As turmas são compostas por moradores atendidos pelos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) e pelo Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua – Dom José Rodrigues (Centro POP).

A dona de casa, Maria do Socorro, aluna do curso de Penteado e moradora do Parque Residencial, viu no curso uma oportunidade de melhorar de vida. “Estou desempregada há pouco tempo e vi nesse curso uma chance para conseguir me inserir no mercado de trabalho novamente”, declarou. Para a manicure, Carla Pereira, é sempre válido aprender novas profissões. “Sou manicure e aprendendo mais uma profissão conseguirei trabalhar em outras áreas para aumentar a renda de minha família”, completou.

A professora do curso de Depilação, Luciana Araújo, destacou a qualidade dos cursos oferecidos. “Concluídos esses cursos, os profissionais formados não deixam a desejar em nada se compararmos aos profissionais que já estão no mercado de trabalho. Conseguimos disponibilizar mão de obra qualificada nas mais diversas áreas de atuação”, afirmou a professora.

A coordenadora do ACESSUAS, Miriam Bernardo, destaca a importância dessa ação. “É importante haver esse compromisso do poder público com a comunidade e dessa forma essas pessoas poderão contribuir mais ainda com o crescimento da sua família e também da nossa cidade”, disse.

As aulas acontecem na Beauty Center, das Ruas Quintino Bocaiúva e Castro Alves e no Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua – Dom José Rodrigues (Centro POP). São duas turmas, nos turnos da tarde e noite, com 12 alunos cada. A carga horária varia de 30 a 72 horas.

Governo do estado


Campanha da Fraternidade 2017 será debatida em Juazeiro no dia mundial da água durante coletiva

brasao

Na natureza tudo é interligado. Uma vida só pode existir porque outra lhe dá as condições. Por isso quando essa rede não é respeitada os desastres afetam a todos. Infelizmente no Brasil, tão rico em fauna e flora, os riscos de exploração e destruição em cada um de seus biomas é algo preocupante.

Com o objetivo de despertar a atenção da sociedade para o problema, a Igreja católica lançou em todo o país a Campanha da Fraternidade 2017, com o tema “Biomas brasileiros e defesa da vida”. Em território nacional a campanha segue até a Páscoa, mas conta com iniciativas que visam perdurar no tempo (confira no final do texto).

Em Juazeiro, a Diocese fará no dia mundial da água – 22 de março, quarta-feira – uma coletiva sobre a campanha a nível local, através de uma coletiva de imprensa. Estarão presentes o bispo Dom Beto Breis e Roberto Malvezzi (Gogó), especialista no tema, membro da Comissão Pastoral da Terra e um dos autores do texto-base da CNBB sobre os biomas. O evento acontecerá às 9h na Catedral N. Sra. das Grotas.

A caatinga será um dos principais assuntos. Bioma essencialmente brasileiro, mas que em diversos locais passa por um avançado processo de desertificação, e onde muitas populações ainda sofrem pela pobreza extrema, a caatinga ainda carece de ser mais bem conhecida e preservada. Um dos principais desafios ainda é o preconceito que impede de ver o potencial da região quando se aprende a conviver com o semiárido.

O Brasil é oficialmente composto por seis biomas: caatinga, Amazônia, cerrado, pantanal, mata atlântica e pampa. Cada um sendo caracterizado por uma rede de seres vivos que dividem uma mesma região, com vegetação própria, clima uniforme e uma história comum. A defesa de cada bioma passa por mudanças de atitude individuais e coletivas que toda a sociedade é chamada a empreender.

Campanha sugere ações concretas para cuidado com os biomas:
1 – Incentivar a criação de um projeto de lei que impeça o uso de agrotóxicos;

2 – Apoiar os povos tradicionais nas mobilizações e nas lutas por direitos e regularização de seus territórios;

3 – Fortalecer as iniciativas como as cooperativas, baseadas no agroextrativismo;

4 – Promover a conscientização quanto ao descarte adequado dos resíduos sólidos e esgotos sanitários para preservar os rios, lagoas e igarapés.

5 – Fomentar ações relacionadas a despoluição e revitalização das bacias hidrográficas e baías;

6 – Incentivar o desenvolvimento de projeto de preservação e valorização das frutas e ervas medicinais;

7 – Desenvolver a captação de energia solar descentralizada, como fonte de renda para as famílias e produção de energia;

8 – Reformular e ampliar a rede de captação de água de chuva para beber e produzir;

9 – Fortalecer as políticas públicas para melhoria do saneamento básico e transporte público de qualidade;

10 – Reforçar a Rede Panamazônica (Repam), como espaço de articulação e intercâmbio das várias redes eclesiais que atuam em conjunto na sociedade amazônica;

Governo do estado


Ato em defesa do Rio Pajeú acontece nesta quarta(22) em Serra Talhada

lixo-1

Nesta quarta-feira (22), Dia Mundial da Água, será realizado um Ato Público em defesa do Rio Pajeú na cidade de Serra Talhada. A atividade faz parte da programação da 5ª Semana Mundial da Água – SEMA 2017, que acontece no território do Sertão do Pajeú de 20 a 24 de março, com o tema “Caatinga: Guardiã da Água”.

A concentração será às 07h30 da manhã, em frente ao Colégio Cônego Torres, na Avenida Afonso Magalhães, no centro da cidade. Em seguida haverá uma caminhada até a Pedra do Curtume, no bairro Várzea, nas imediações da Escola Técnica. Participarão do ato entidades civis, universidade, associações, sindicatos, prefeitura, escolas e sociedade em geral.

“Não podemos falar de água sem falar do Rio Pajeú, que agoniza diante do desmatamento da Caatinga e da poluição que é jogada diariamente no leito e margens do rio. Nosso objetivo é justamente alertar a sociedade e o poder público para a urgência em cuidar do Pajeú, não podemos continuar agredindo o rio dessa maneira”, explica Manoel dos Anjos, coordenador político do Cecor, uma das organizações envolvidas na realização do evento.

Além do Ato Público em defesa do Rio Pajeú, serão realizadas amanhã duas palestras sobre o tema da Semana da Água em Serra Talhada: às 10h30 no IF Sertão e às 19h no Centro Tecnológico.  Já na cidade de Triunfo, a programação começará às 08h com Ato Público, às 9h30 abraço simbólico no açude da cidade e às 14h Seminário A Caatinga Guardiã da Água: “Reaproveite a água que você usa”, realizado pela ADESSU Baixa Verde, Centro Sabiá e parceiros locais.

As atividades da Semana da Água estão sendo promovidas por organizações sociais integrantes da Articulação no Semiárido de Pernambuco (ASA-PE), em parceria com diversos segmentos da sociedade civil.(Blog do Nill Júnior)

SERVIÇO:

Ato Público em defesa do Rio Pajeú
Data: 22 de Março de 2017
Horário: 07h30

Concentração: Avenida Afonso Magalhães, em frente ao Colégio Cônego Torres centro, Serra Talhada.

Governo do estado


Conferência Municipal do Meio Ambiente acontece em Salgueiro nessa quarta-feira

Conferencia Municipal Meio Ambiente

Será realizada nessa quarta-feira (22), na cidade de Salgueiro, a 5ª Conferência Municipal do Meio Ambiente, evento que vai tratar de estratégias para o desenvolvimento econômico em sintonia com a gestão ambiental. A Prefeitura Municipal de Salgueiro, que organiza o encontro através da sua Secretaria de Planejamento e Meio Ambiente, está convidando vários setores da sociedade em tomar parte nas discussões.

“Trata-se de um evento público e, portanto, estará aberto a todas as pessoas que queiram participar”, disse o Secretário de Planejamento e Meio Ambiente de Salgueiro, economista Geraldo Júnior. A intenção, segundo ele, é reunir o maior número de pessoas interessadas nessa temática que tanto envolve a questão ambiental como o desenvolvimento do município.

O foco da conferência, disse ele, será os desafios da gestão nessa nova fase da administração municipal, “desafios que envolvem a estratégia para projetos sociais e desenvolvimentistas, sem esquecer dos recursos naturais”, lembrou.

A 5ª Conferência Municipal de Cultura será aberta às 8 da manhã no auditório do CVT (Centro Vocacional Tecnológico), com encerramento previsto para o meio dia. Na oportunidade, será feita a escolha dos novos membros do Conselho Municipal do Meio Ambiente (Codema), órgão fundamental que ajudará à gestão no acompanhamento de projetos para o município, sempre que houver interferência com os recursos naturais.

O prefeito do município, Clebel Cordeiro, disse que será um diálogo muito importante e espera contar com a presença de estudantes, professores, empresários, técnicos do setor e demais interessados no assunto. “O que pretendemos é criar condições de avanço econômico sem esquecer o conforto e o bem estar da sociedade. Todo e qualquer desenvolvimento passa, nos dias atuais, por essa questão do meio ambiente, daí a importância de todos participarem”, disse o gestor municipal.

Convite V CONFERENCIA MUNICIPAL MEIO AMBIENTE

Convocação Geral