Relação das vagas de emprego da Agência do Trabalho de Petrolina para Hoje

emprego 1

 RELAÇÃO DAS VAGAS 27/06/2017
VAGAS FUNÇÃO ESCOLARIDADE EXPERIÊNCIA OBSERVAÇÕES
01 Agrônomo SUPERIOR COMPLETO   INGLÊS INTERMEDIÁRIO
01 Ajudante de Açougueiro   6 meses CTPS  
 

01

Comprador ENS. MEDIO COMPLETO 6 meses CTPS EXPERIÊNCIA EM COMPRAS NA CONSTRUÇÃO CIVIL
01 Consultor de vendas ENS. MEDIO COMPLETO 6 meses CTPS  
01 Costureira de Máquinas Industriais FUNDAMENTAL INCOMPLETO 6 meses CTPS EXPERIÊNCIA COM OVERLOCK, RETA E GALONEIRA.
01 Gerente de pesquisa e desenvolvimento SUPERIOR COMPLETO 6 meses CTPS CURSOS DE PROCESSAMENTO DE FRUTAS, CURSOS SOBRE P&D E MESTRADO. INGLÊS AVANÇADO
01 Moldureiro ENS. MEDIO COMPLETO 6 meses CTPS CNH E EXPERIÊNCIA COM MONTAGEM DE QUADROS
01 Oficial de Serviços de Manutenção de Edificações   6 meses  n CTPS TER CURSO NR 10
01 Tecnólogo em alimentos SUPERIOR COMPLETO   SUPERIOR EM PROCESSAMENTOS DE FRUTAS, CURSOS SOBRE P&D E INGLÊS AVANÇADO.

Obs: vagas sujeitas a alterações no decorrer do dia. Horário de atendimento para o público: 07:00h às 13:00h. Telefone – 3866-6540 /  3183-7201

Convocação Geral


Deputador Federal Gonzaga Patriota participará de audiência interligação do Rio Tocantins com o São Francisco, em Petrolina

reuniao-ministerio-integração-interligacao-bacia-rio-tocantins-4

O deputado federal Gonzaga Patriota (PSB-PE) apresenta, durante Audiência Pública em 30 de junho, na Câmara de Vereadores de Petrolina (PE), os detalhes do projeto de revitalização do Rio São Francisco a partir das águas do Rio Tocantins. O evento, convocado pelos vereadores Ronaldo Cancão (PTB) e Osinaldo Souza (PTB), terá início às 9h e deverá reunir diversas lideranças políticas e da sociedade civil, para tratar dos problemas enfrentados pelo Rio São Francisco.

Já aprovado pelo Ministério da Integração Nacional, o Projeto de Lei n° 6.569/13 compensa o suprimento hídrico do Velho Chico, melhora o volume de água no Lago do Sobradinho, aumenta a disponibilidade aquática no semiárido e vai gerar energia a partir da queda d’água na divisa de Tocantins com a Bahia.

“Queremos discutir a importância dessa obra para que possamos, de fato, salvar o Velho Chico. Nos últimos dias, vimos a Agência Nacional das Águas (ANA) restringir o uso da água às quartas-feiras, até novembro, quando inicia o período de chuvas. A verdade é que Sobradinho pode chegar ao volume morto já em agosto e, já não poderemos gerar energia. A situação está chegando em níveis críticos e já não podemos contar com um milagre. É preciso agir”, declarou Gonzaga.

Atualmente chega ao lago um volume médio de 500 metros cúbicos de água por segundo e sai pelos vertedouros 600 m³/s (metros cúbicos por segundo), gerando um déficit de 100 m³ de água a cada segundo. No último dia 11 o lago estava com 12,92% do seu volume útil. Na terça-feira passada esse volume tinha caído para 12,86%. No mesmo período do ano passado o Lago de Sobradinho estava com 22,70% do seu volume útil de água.

A quantidade de chuvas é cada vez menor. Entre os estados da Bahia e de Pernambuco, a média de chuva gira em torno de 500 milímetros. Em 2017 foram somente 140 milímetros. A estação regular das águas na região terminou em maio e só deve recomeçar no final do ano. Como a caatinga não se regenerou totalmente, os criadores vão ter dificuldade para alimentar seus rebanhos.

trajeto-interligacao-sao-francisco

O PROJETO

Em 5 de junho, o ministro da Integração Nacional, Hélder Barbalho, acompanhado de sua equipe técnica, apresentou ao deputado Gonzaga Patriota (PSB-PE) o Projeto de Viabilidade de Revitalização do Rio São Francisco, elaborado pela empresa EngeSoft Engenharia, nos parâmetros do Projeto de Lei nº 6569/88, de autoria do deputado socialista.

“Estou confiante que, após a aprovação deste Projeto de Lei que dormia há 20 anos na Câmara dos Deputados; com a apresentação deste Projeto de Engenharia; com os recursos alocados no Orçamento Geral da União, no valor de R$ 600 milhões e, ainda, o estado de emergência porque passa o Rio São Francisco (Sobradinho, o maior lago artificial do mundo, com apenas 12% de sua capacidade), não tem mais como esperar. Agora, resta-nos ouvir atenciosamente os ambientalistas; bem como, aguardar os estudos ambientais recomendados pelo ministro Hélder Barbalho, ao Ministério do Meio Ambiente, para começar as obras”, celebrou Patriota.

O percurso da obra exposto pelo ministro Hélder Barbalho, coincide com o apresentado por Patriota, em seu projeto de lei. “O trecho mais oneroso dessa transposição está no Estado de Tocantins, pois haverá necessidade da construção desses canais e elevatórias, para conduzir a água até transpor a Serra Geral de Goiás, na divisa do Estado de Tocantins, com a Bahia”, explicou o deputado. Para mais informações, acesse:  http://bit.ly/InterligacaoTocantinsSaoFrancisco.    (Ascom)

Convocação Geral


Marília Mendonça doa R$ 100 mil e se declara ao Nordeste: ‘Não sou dona da razão’

A irmã Maria do Rosário, representante da organização, recebeu das mãos da cantora um documento comprovando a transferência do dinheiro. Foto: Instagram/Reprodução

Por: Viver/Diario – Diario de Pernambuco

Marília Mendonça doou R$ 100 mil para a instituição São Vicente de Paulo, que oferece educação religiosa e cuidados a idosos abandonados em Campina Grande, na Paraíba. A doação foi anunciada por ela durante o seu show de estreia no São João do município, no sábado (24), no palco montado do Parque do Povo. A irmã Maria do Rosário, representante da organização, recebeu das mãos da cantora um documento. Nas redes sociais, Marília afirmou que a doação era uma homenagem ao Nordeste e uma prova de que o amor pela região não deveria ficar apenas nas palavras.

Confira o roteiro de shows no Divirta-se

“Pedi a Deus, orei e Ele me entregou em mãos a minha missão! Realizei o meu sonho em cantar nesse palco, fomos recorde de 34 anos, estavam mais de 100 mil pessoas no Parque do Povo, foi um dos shows mais emocionantes da minha vida… e sobre a doação, gosto de ajudar e isso vem de família, tenho uma instituição junto com a minha mãe e ajudo sempre que posso sem ter que mostrar nada ou algo assim… Mas, dessa vez, não foi uma simples doação, foi uma prova de que meu amor por esse lugar não vai ficar só nas palavras e não vai parar por aqui não…”, escreveu a cantora.
A organização do evento não divulgou a estimativa de público oficial, mas todas as entradas do local precisaram ser fechadas decido ao grande contingente de pessoas. “Palavras não bastam. Quando tudo parece distante, Ele vem e me mostra que não! Sou uma criança nos braços do meu Pai e só Ele sabe o quanto meu coração é frágil! Por isso, ontem, passei o dia todo em espírito de oração, precisava de forças e do meu melhor sorriso, do meu coração puro! Eu chorei muito, pois estava buscando um jeito de provar que o que eu sinto por essa região tão linda é verdade”, comemorou.

Convocação Geral


Para preencher fundo, propaganda eleitoral pode ser extinta

propaganda-eleitoral-tv-original2

Uma das alternativas para preencher o fundo partidário para as eleições do próximo ano é acabar com programa dos partidos. Isso não significa que não existirá mais propaganda eleitoral. Mas aquelas propagandas veiculadas fora de ano eleitoral podem acabar sendo excluídas. Cada partido tem direito a 10 minutos de programa por ano. E várias inserções. Isso é “gratuito”. Mas o governo paga as emissoras com compensação tributária.

Caso sejam mesmo extintas, o recurso que é gasto para propaganda partidária extemporânea iria pro fundo de financiamento das campanhas. O valor deve passar de 1 bilhão de reais.  A ideia é defendida por Eunício Oliveira e Rodrigo Maia. (Veja)

Convocação Geral


Investimento de R$ 1,6 bi da Codevasf beneficia mais de dois milhões de moradores do semiárido de Pernambuco

Codevasf_Petrolina

Balanço é da 3ª Superintendência Regional da Companhia, cuja atuação abrange dois terços do território do estado; ações ambientais, acesso a água e irrigação são destaques

Cerca de dois milhões de moradores de 69 municípios do Submédio São Francisco de Pernambuco são beneficiados por ações realizadas pela Companhia de Desenvolvimento do Vale do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) entre 2010 e 2017; mais de R$ 1,6 bilhão foram investidos nas intervenções. O balanço é da 3ª Superintendência Regional da Companhia, cuja sede fica no município ribeirinho de Petrolina, situado a 712 km da capital, Recife.

As ações executadas pelo Governo Federal por meio da Codevasf no semiárido de Pernambuco incluem projetos de desenvolvimento social e econômico que visam à inclusão produtiva; ações ambientais para preservação, despoluição e proteção do rio São Francisco; implantação de sistemas de abastecimento de água; instalação e recuperação de barragens; perfuração de poços; instalação de cisternas; construção de aguadas e implantação, ampliação, manutenção e assistência a projetos públicos de irrigação.

“A Codevasf, através da 3ª Superintendência Regional, abrange 69 municípios de Pernambuco, uma quantidade que corresponde, em extensão territorial, a dois terços do estado, e em termos de população, a 28%. A Companhia alcança tanto a área onde está localizada a sua sede no estado – o sertão do São Francisco propriamente dito – quanto o Araripe, o Pajeú, a região do Moxotó e parte da região do Agreste meridional e setentrional”, explica o superintendente da Codevasf em Pernambuco, Aurivalter Cordeiro.

As ações de cunho ambiental são de cerca de R$ 680 milhões, com destaque para a implantação de sistemas de tratamento de esgoto que, além de trazer ganhos de saúde para a população, acabam com o despejo de esgoto “in natura” no Velho Chico e em seus afluentes. Foram R$ 423,92 milhões investidos nesse tipo de ação em 30 comunidades ribeirinhas – R$ 83,83 milhões destinados a Petrolina.

O gerente de Revitalização das Bacias Hidrográficas da Codevasf em Pernambuco, Maxweel Tavares, observa que a implantação dos sistemas de esgotamento sanitário foi ampliada para as diversas regiões do interior de Pernambuco, beneficiando desde o município de Afogados da Ingazeira até Buíque, passando por Oricuri. “São diversas regiões do estado”, ressalta.

Já em ações de combate aos processos erosivos – o que inclui produção e plantio de mudas, construção de barragens subterrâneas, zoneamento agrotecnológico do Araripe e elaboração do plano de manejo florestal – foram aplicados R$ 25,8 milhões.

Para o tratamento de resíduos sólidos, com implantação e manutenção de aterro sanitário, os recursos aplicados foram da ordem de R$ 3,9 milhões.

Acesso a água

As ações da Codevasf que garantem acesso a água à população do semiárido de Pernambuco totalizam mais de R$ 415 milhões, informa o balanço da 3ª Superintendência Regional. Além da implantação de sistemas de abastecimento, elas abrangem construção e recuperação de barragens, perfuração e instalação de poços, instalação de cisternas e escavação de aguadas.

Com a implantação de 44 sistemas de abastecimento de água, a Codevasf beneficiou 139 localidades pernambucanas, tendo investido mais de R$ 92,9 milhões.

Ao lado disso, trinta e seis municípios receberam a construção de 232 pequenas barragens; quatro cidades foram contempladas com oito barragens médias e grandes; e cinco municípios concentraram investimentos de R$ 2,6 milhões em reforma de 31 barragens já existentes. Com um total de 271 unidades construídas ou recuperadas, as famílias rurais desses 45 municípios contaram com o investimento de mais de R$ 21 milhões.

Outra vertente de ação de acesso a água em comunidades rurais difusas executada pela Codevasf é a instalação de poços: já são 1.939 e um investimento de R$ 70,6 milhões. Foram 1.879 poços do tipo cristalino em 98 municípios, nos quais foram aplicados R$ 61,4 milhões; e outros R$ 9,1 milhões para instalação de 60 poços do tipo sedimentar em comunidades rurais de 10 municípios.

A instalação de cisternas de abastecimento humano, por seu turno, foi dividida em duas etapas: na primeira fase foram beneficiadas 28.652 famílias; na segunda, 13.459 famílias de comunidades rurais difusas receberam os equipamentos de armazenamento de água. O valor global do investimento foi de R$ 250,5 milhões.

Já no que se refere às aguadas – outra tecnologia social para acúmulo de água de chuvas que garante dessedentação animal e manutenção de hortas familiares –, foram construídas pela Codevasf 676 unidades no semiárido pernambucano desde 2015 com a destinação de R$ 941 milhões do Governo Federal.

Inclusão produtiva

Outra vertente de ação da Codevasf que visa ao desenvolvimento social e econômico de famílias de áreas submetidas a estiagens prolongadas é a inclusão produtiva. Artesanato, apicultura, piscicultura, beneficiamento de leite e capacitação profissional em áreas como panificação e corte e costura integram o leque de iniciativas. Entre 2007 e 2010 foram destinados R$ 27,2 milhões para oferecer alternativas de trabalho e renda a moradores de áreas rurais de 69 municípios.

Agricultura irrigada

O balanço da 3ª Superintendência Regional da Codevasf aponta que desde 2010 a Companhia investiu mais de R$ 678,73 milhões nos projetos públicos de irrigação que estão sob sua gestão no estado.

Destes, quatro estão em Petrolina – Senador Nilo Coelho, Maria Tereza, Bebedouro e Pontal. Entre as ações executadas pela Codevasf nos projetos estão as obras de pavimentação das vias internas dos núcleos habitacionais e de revitalização da infraestrutura de uso comum.

Com volume de produção, em 2016, de 700 mil toneladas e faturamento de R$ 1,3 bilhão, o Senador Nilo Coelho é considerado o maior projeto público de irrigação do Brasil.

Nos projetos do Sistema Itaparica foram investidos R$ 375 milhões desde 2010. O Sistema congrega seis projetos: Fulgêncio, Brígida, Manga de Baixo, Icó Mandantes, Apolônio Sales e Barreiras, que estão situados em seis diferentes localidades.

Convocação Geral


Pesquisa da NZN aponta que 68% dos brasileiros tomam remédio por conta própria

auto-medicação

Levantamento, feito com cerca de 2500 mil brasileiros, traça perfil da automedicação no País

São Paulo – Quando você sente dor ou mal estar, qual a primeira coisa que faz? Para 68% dos brasileiros a resposta é simples: automedicação. Uma pesquisa realizada pela NZN Intelligence, plataforma de pesquisa e inteligência da NZN, um dos principais players em soluções para publicidade e comunicação do mercado, traçou o perfil do brasileiro que se automedica.

De acordo com o levantamento, a automedicação é uma realidade entre os brasileiros, que cada vez mais contam com a internet para procurar sintomas de doenças e nomes de medicamentos. O levantamento aponta que 37% dos brasileiros procura os sintomas na internet quando se sentem mal. Segundo oMinistério da Saúde quase 60 mil internações causadas por automedicação foram registradas no Brasil entre 2009 e 2014.

A pesquisa ainda destacou os tipos de medicamentos mais utilizados entre os brasileiros: Os medicamentos mais consumidos por conta própria são os analgésicos (88%), os anti-inflamatórios (67%) e os antiácidos (48%). Por outro lado, os menos consumidos são os medicamentos homeopátciso (7%), os controlados (5%) e aqueles para emagrecer (5%).

O que você faz quando se sente mal?

Perguntados sobre as medidas tomadas quando têm algum problema de saúde (com múltiplas respostas permitidas), os pesquisados responderam que suas principais atitudes são procurar os sintomas na internet (37%), conversar com amigos ou familiares (31%) e utilizar medidas caseiras como chás (26%).

Enquanto isso, apenas 16% das pessoas disseram que vão à farmácia e 14% afirmaram que vão ao médico, mostrando que existe uma preferência entre os pesquisados por tentar resolver seus problemas de saúde por conta própria.

O que mais as pessoas fazem além de procurar os sintomas na internet?

Entre as pessoas que afirmaram recorrer à internet para pesquisar sobre os sintomas quando se sentem mal, quase 19% afirmaram que também conversam com amigos e familiares e 18% disseram que utilizam medidas caseiras. Novamente, ir à farmácia ou ao médico foram as opções menos escolhidas, com 10% e 12,2% respectivamente:

Convocação Geral


O Presidente Michel Temer acusará Janot de tentar condená-lo sem provas

822ddaf1-8a36-42d9-b69e-ed926e93c30f

Folha de S. Paulo 

Gustavo Uribe, Marina Dias e Bruno Bughossian

Na tentativa de barrar a denúncia contra ele, o presidente Michel Temer partirá para o enfrentamento direto com o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, acusando-o de tentar condená-lo sem provas.

Em reunião na noite de segunda-feira (26), no Palácio do Planalto, o peemedebista traçou com ministros e parlamentares estratégia de reação tanto política como jurídica contra a denúncia que pode afastá-lo do cargo.

O discurso que foi estruturado e será reproduzido em defesa do presidente é de que o procurador-geral atua contra a classe política em geral e que faz conclusões que não se sustentam pelos fatos.

O principal ponto da denúncia que será contestado é a associação direta do peemedebista com a mala de R$ 500 mil recebida da JBS pelo ex-assessor presidencial Rodrigo Rocha Loures, um dos maiores aliados do presidente.

O argumento central é que o dinheiro ficou com o ex-auxiliar presidencial e que, portanto, não é possível provar que o presidente seria o beneficiário do montante.

Com o desmembramento da denúncia e apresentação a conta gotas, o Palácio do Planalto acusará o procurador-geral de atuar de maneira parcial, com o único objetivo de desgastar a imagem do presidente e prolongar a crise política, afetando a recuperação econômica do país.

Nas palavras de um assessor presidencial, o discurso será de que, por motivações pessoais, o procurador-geral prejudica o país e atua em uma cruzada política contra o peemedebista.

A conclusão em reunião no gabinete presidencial foi de que, apesar de o conteúdo da denúncia ter sido dentro do esperado, ela deprecia a imagem do presidente. Para o Palácio do Planalto, agora, é preciso avaliar o impacto dela junto à opinião pública e como ela será assimilada pela população em geral.

Para evitar que haja contaminação política com o tema, o presidente ordenou que a resposta para a denúncia seja feita exclusivamente pela sua equipe de advogados. Ele acredita que, caso consiga barrar as denúncias no Congresso Nacional, terá condições de sobreviver à atual crise política.

O tom beligerante contra a PGR (Procuradoria-geral da República) já foi adotado pelo presidente na manhã desta segunda-feira (26). Em discurso, ele disse que nada o destruirá e ressaltou que “não há plano B” no país.

“Ninguém duvide, nossa agenda de modernização do Brasil é a mais ambiciosa de muito tempo. Tem sido implementada com disciplina e com sentido de missão. Não há plano B. Há de seguir adiante. Nada nos destruirá. Nem a mim, nem aos nossos ministros”, disse.

A ideia do presidente é tentar barrar já na primeira quinzena de julho a denúncia contra ele. Além de abreviar prazos na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça), o Palácio do Planalto pretende garantir a nomeação de um relator próximo à gestão peemedebista e um placar folgado já na comissão parlamentar pela recusa da denúncia.

Além disso, a gestão peemedebista defende substituições entre titulares e suplentes na CCJ para garantir a presença de parlamentares combativos que defendam insistentemente o presidente em discursos e discussões.

*

A ACUSAÇÃO DE JANOT

O que diz o procurador-geral em 60 páginas de denúncia contra Temer

O que diz Janot:

– Temer foi o destinatário real da propina de R$ 500 mil paga em uma mala pela JBS ao ex-assessor Rodrigo Rocha Loures

– O presidente também aceitou uma promessa de R$ 38 milhões de vantagem indevida a ser pago em parcelas semanais

– Em troca, Rocha Loures ajudaria a solucionar uma demanda de interesse da empresa no Cade

– PGR diz haver “provas abundantes”: entre elas, a delação de sete executivos da JBS, o áudio gravado por Joesley no Palácio do Jaburu, a indicação de Loures para resolver qualquer pendência e a filmagem de Loures correndo com a mala de R$ 500 mil

– Procurador utiliza perícia da PF que atesta que não houve nenhuma edição nos áudios

– Temer se contradisse em duas ocasiões: ao explicar o motivo pelo qual recebeu Joesley e a razão para ter viajado em 2011 no jatinho do empresário

O que a PGR pede:

– Condenação por corrupção passiva

– Perda da função pública ou mandato eletivo

– Indenização aos cofres públicos de ao menos R$ 10 milhões por Temer e R$ 2 milhões por Loures

Convocação Geral


Angústia. ‘Pedi ajuda, mas só tiravam foto’, diz sobrevivente de acidente

 

A colisão, que matou 23 e deixou mais de 20 feridos, envolveu um ônibus, uma carreta, uma mini-van e uma ambulância, nessa quinta-feira (22),na BR-101, em Guarapari

A colisão, que matou 23 e deixou mais de 20 feridos, envolveu um ônibus, uma carreta, uma mini-van e uma ambulância, nessa quinta-feira (22),na BR-101, em Guarapari

HÁ 1 HORAPOR NOTÍCIAS AO MINUTO

Uma das sobreviventes do acidente que matou 23 pessoas e deixou mais de 20 feridas no Espírito Santo desabafou sobre a falta de socorro de moradores e populares momentos depois da tragédia. “Corri pedindo ajuda, mas muitas pessoas eu via só filmando, tirando fotos e não ajudavam”, lamentou Fabiana Silva, 31 anos. A colisão envolveu um ônibus, uma carreta, uma mini-van e uma ambulância, nessa quinta-feira (22),na BR-101, em Guarapari

O marido de Fabiana, o gesseiro Fernando de Spuza Dias, 36, estava no acidente, mas não resistiu. Ele estava encostado no ombro dela. “Foi na hora que eu ouvi o barulho do freio, a explosão e o fogo vindo. Quando eu vi o fogo, olhei para o lado e vi que ele não estava. Vi os corpos e algumas pessoas saindo queimadas. Como o fogo estava se alastrando, comecei a correr desesperada, pulei no barranco e comecei a gritar”, recordou, em entrevista ao G1.

+ Áreas afetadas por desastre em Mariana seguem sem plano de recuperação

Ela ainda comentou sobre os momentos de angústia por não ter condições de ajudar o marido. “Ele gritava por socorro, foi arremessado para perto de uma árvore, onde estava parte do ônibus pegando fogo. Não tinha como eu passar. Eu falava: ‘Fernando’, e ele respondia: ‘Me tira daqui, eu quebrei uma perna e um braço. Preciso criar meus filhos’. E eu não consegui tirá-lo de lá. Corri pedindo ajuda, mas muitas pessoas eu via só filmando, tirando fotos e não ajudavam”

O casal estava casado há três anos. O motivo da viagem para o Espírito Santo era o enterro da avó de Fernando. Ele chegou a comentar que preferia ir com outro meio de transporte, mas, por ser uma emergência, não teve escolha. “Eu não queria, senti um gelo no meu coração. Eu pressenti”, falou a mulher.

Convocação Geral


DISK-MARMITEX DA DONA RAQUEL (87) 9.9661-9134 ou 9.8845-4752 / WhatsApp: (87) 9.8827-8707

z O junho 27 terça

Convocação Geral


Artistas saem em defesa de Fábio Assunção após ator ser preso

 Imagem Filmes/Divulgação
Artistas utilizaram suas redes sociais para prestar solidariedade ao ator Fábio Assunção, lamentando a confusão em que ele se envolveu em Arcoverde, Pernambuco, na madrugada da sexta-feira (23/6) até o último sábado (24/6), onde estava para o lançamento do documentário “Eu sonho para você ver”, sobre o samba de coco. Após a viralização dos vídeos que mostram Assunção completamente fora de si, alguns artistas saíram em defesa do ator e publicaram mensagens de apoio nas redes sociais.

“Fábio Assunção não precisava estar em Arcoverde. Eu sou amiga do Fábio, acabei de rodar uma série para televisão. E ele é uma das pessoas mais preparadas para o convívio social que eu conheço. Para o convívio profissional político, social. É uma pessoa que tem um olhar para qualquer ser humano ao redor dele extremamente carinhoso e humano. Ele fez um filme na cidade de Arcoverde, documentário, passou alguns meses lá botando dinheiro do bolso dele para retratar a cultura da região e para relatar uma história de rivalidade entre famílias”, falou Drica Moraes, uma das primeiras a publicar um vídeo defendendo o ator.
A cantora Ivete Sangalo também publicou em seu Instagram uma mensagem de apoio ao ator: “Seja acolhido pelo carinho e amor das pessoas que te conhecem”. Para o poeta Fabrício Carpinejar, em sua postagem, “expor alguém em situação delicada é ser cúmplice de vandalismo psicológico”.
“Fabio é pessoa boa, tem caráter e muito talento. Está doente, e em doença não se tripudia! impressionante a falta de compaixão por aqui!”, postou a autora Glória Perez.(Correio Braziliense)
Convocação Geral


Fim das Farmácias Populares é mais um duro ataque

A bomba do momento é o anúncio de que as unidades próprias da Farmácia Popular serão todas fechadas até o mês de agosto - Créditos: Prefeitura Municipal de Itanhaém

*Aristóteles Cardona Júnior

Hoje o Brasil vive uma grande farsa: Michel Temer, o homem que ocupa o cargo de Presidente sem ter sido eleito, finge governar o Brasil. E enquanto ele ainda consegue fingir, temos visto a classe exploradora atacar os direitos do povo de uma forma muito rápida. De uma forma nunca antes vista por estas bandas de cá. Nem mesmo Fernando Henrique Cardoso foi tão agressivo e odiava tanto o Brasil como Temer, e seus comparsas, têm demonstrado desde que deram um golpe e tomaram o governo.

E o ataque aos direitos estão sendo tocados em várias frentes: tentativa de pôr fim à aposentadoria e às garantias trabalhistas, fim do financiamento de habitação para a população mais pobre em nosso país, entre outras. Na saúde, infelizmente, não é diferente. Desde que Temer assumiu, nosso SUS não tem tido um dia de descanso.

A bomba do momento é o anúncio de que as unidades próprias da Farmácia Popular serão todas fechadas até o mês de agosto! Este é mais um duro ataque à nossa saúde. O Programa Farmácia Popular, criado ainda no início do primeiro mandato do Presidente Lula, é responsável por fornecer uma série de medicamentos de forma gratuita ou com até 90% de desconto para milhões de brasileiros e brasileiras que precisam ter acesso a estes medicamentos para ter uma vida melhor.

O Ministério da Saúde argumenta que serão fechadas as unidades da rede própria, mas será mantida a parceria com as farmácias privadas. O que esperar de um falso governo? Fingem, desta maneira, não saber que o leque de medicamentos fornecidos pela rede própria é muito maior que os vendidos pela rede privada. Fingem também não saber que a distribuição geográfica das mais de 500 unidades da rede própria da Farmácia Popular atendeu também a critério de menor renda média familiar, levando apoio a quem mais precisava.

Se é correto dizer que não se faz saúde apenas com remédios, é igualmente correto afirmar também que fornecer medicamentos a quem precisa é contribuir mais ainda para uma boa saúde da população. Ao anunciar o fim da rede própria da Farmácia Popular, serão milhões de pessoas gastando mais dinheiro com medicamentos e, consequentemente, deixando de gastar com alimentos, alimentação e com outros itens de necessidade básica. Como já foi dito, mais um duro golpe. Quais serão os próximos? Até quando?

Convocação Geral


PROCURADOR-GERAL DA REPÚBLICA DENUNCIA PRESIDENTE TEMER POR CORRUPÇÃO PASSIVA

Conforme previsto, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, apresentou ao Supremo Tribunal Federal nesta segunda-feira 26 uma denúncia contra Michel Temer por corrupção passiva; o ex-deputado Rodrigo Rocha Loures, homem da mala de Temer, que recebeu R$ 500 mil em dinheiro da JBS, também foi denunciado; Temer é investigado em caso de pagamento de propina da empresa; agora o STF aciona a Câmara, que vai decidir se autoriza ou não o prosseguimento da denúncia; após a votação, se o plenário da Corte decidir aceitar a denúncia, Temer vira réu e terá de se afastar do cargo por até 180 dias.

Convocação Geral


Nível de exigência elevado dos processos seletivos preocupa candidatos a estágio, aponta pesquisa

nivel-de-exigencia-preocupa-candidatos-estagio

Especialistas indicam caminho para fugir deste efeito adverso da crise do emprego

O número de concorrentes nos processos seletivos aumentou ao mesmo passo em que as vagas no mercado de trabalho diminuíram. Segundo especialistas do setor, o ano de 2017 é um momento de reestruturação de mercado e não de crescimento, isso porque a crise desacelerou, no entanto, a recuperação avança lentamente e ainda não é capaz de enxugar todos os prejuízos causados pelos últimos anos de retração na economia brasileira.

Diante disso, uma pesquisa exclusiva, realizada pela Companhia de Estágios – consultoria e assessoria especializada em programas de estágio e trainee – mostrou que os jovens que ainda frequentam as salas de aulas, buscam nos programas de estágio uma saída para continuarem desenvolvendo suas carreiras. Para eles o pior efeito dos percalços da economia é justamente a falta de oportunidades, mas entre aquelas que surgem no mercado, outros dois fatores preocupam os aspirantes: a maior competitividade e o nível elevado de exigência dos recrutadores.

Crise econômica intensifica os desafios para os mais jovens

A busca por uma colocação já faz parte da rotina de 14 milhões de brasileiros – segundo o IBGE, 13,6% da população do país estava desempregada entre fevereiro e abril de 2017. Entre os jovens, com idade até 25 anos, este cenário é ainda mais preocupante, pois os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNADC) revelam que essa é a faixa etária mais atingida pelo desemprego atualmente. Diante disso muitos buscam alternativas para driblar os desafios e não ficarem à margem do mercado de trabalho.

Efeito colateral

Segundo Rafael Pinheiro, gerente de recursos humanos, um dos principais fatores que contribuem para a maior taxa de desocupação entre os jovens é o fato de que os familiares também perderam seus postos: “O desemprego dos pais acaba fazendo com que os jovens tenham de ir para o mercado, em vista de complementar a renda familiar, no entanto, a falta de experiência e de capacitação dificulta ainda mais a contratação dessa parcela da mão de obra brasileira”. Para o especialista, o aumento da competitividade entre esses candidatos é um efeito colateral do encolhimento do mercado formal “Se existem mais candidatos no mercado celetista, naturalmente ele se tornará mais rigoroso, deixando à margem quem não tem experiência. Tais fatores colaboram para que o jovem tenha uma visão ainda mais pessimista em relação às oportunidades”.

Disputa acirrada

Para aqueles que estudam, o estágio tem sido uma das melhores opções por apresentar números atraentes e oportunidades de desenvolvimento, no entanto, a competitividade também aumentou nesta modalidade – dados internos da Companhia de Estágios mostram que somente no primeiro semestre de 2016, o número de inscritos nos programas de estágio apresentou um crescimento exponencial de 17,6% em comparação com o mesmo período de 2015 – e, naturalmente, o cenário faz com que os processos seletivos fiquem mais criteriosos. Contudo, tal panorama afeta significativamente a percepção dos jovens em relação às oportunidades – é o que aponta um levantamento exclusivo feito pela consultoria.  No estudo, que contou com 2.193 estudantes de todas as regiões do país, 62,7% dos entrevistados alegaram que um dos efe itos mais amargos da crise é a falta de chances de ingressar no mercado. A segunda pior consequência desse período, de acordo com o estudo, é, justamente, a maior competitividade – apontada por 14,7% dos jovens. No mesmo páreo, com 14,7% das respostas, está o maior nível de exigência dos empregadores.

 “Com a queda no número de contratações e a grande procura, os candidatos são escolhidos a dedo, para atender melhor às necessidades da empresa, por isso a seleção se torna mais extensa, porque acaba exigindo um filtro maior por parte dos recrutadores” – justifica Pinheiro. De acordo com o especialista, nesse cenário, é essencial buscar compreender o mercado de trabalho e se adaptar de modo a atender as exigências das empresas: “essas são medidas fundamentais para se tornar um candidato mais competitivo e se destacar nos processos seletivos” – afirma.

Qualificação x percepção do mercado

De acordo com Tiago Mavichian, diretor da Companhia de Estágios, outro ponto a ser considerado é que, em virtude do orçamento mais modesto, muitos estudantes tiveram que adiar ou, até mesmo, desistir de investimentos na carreira durante a crise “A impossibilidade de se aprimorar acaba abalando a autoconfiança e a própria percepção do estudante em relação ao mercado. Para este público que geralmente já não possui experiência profissional, as qualificações são determinantes, pois este é o diferencial que eles podem apresentar no momento da entrevista. Se o jovem, por algum motivo, não consegue apresentar um bom currículo, ficará, além de menos competitivo, menos seguro diante dos recrutadores”. E esta, segundo a pesquisa, é a realidade de boa parte dos candidatos a estágio &ndas h; mais de 30% dos participantes alegaram não ter apostado em especializações ou cursos extracurriculares no último ano justamente pela falta de recursos financeiros.

Superando os desafios

Para os especialistas, investir em qualificação é a chave para se sobressair nesse momento de grande concorrência. Pinheiro afirma que hoje se buscam competências mais alinhadas com a cultura da empresa, portanto investir em qualificação é essencial para disputar vagas e se sair bem em processos seletivos, que se tornaram mais extensos atualmente. E para aqueles que estão com o orçamento apertado, o consultor dá a dica: “É possível apostar no voluntariado, que além de proporcionar uma vivência de mercado e experiência profissional, ainda agrega valor ao currículo, desenvolvendo e demonstrando qualidades interpessoais altamente desejadas no meio corporativo, participar das empresas juniores e entidades acadêmicas também é uma ótima opção. Além disso, atualmente os jovens podem contar com as ferramentas digitais, tanto na busca por vagas quanto na hora de valorizar o currículo. Sites especializados e fóruns colaborativos, muitas vezes gratuitos, tem se mostrado de grande valia nesse momento”. – finaliza Pinheiro. (Agência Carti)

Convocação Geral


Juazeiro será sede do Encontro Nordeste de Advocacia Pública

JuazeiroBA

Estão abertas as inscrições para o Encontro Nordeste da Advocacia Pública, que acontece entre os dias 02 a 04 de agosto de 2017, no Espaço Multieventos da Universidade Federal do Vale do São Francisco – Univasf, em Juazeiro. O evento é uma promoção das Procuradorias Gerais dos Estados da Bahia, Ceará, Alagoas, Maranhão, Pernambuco e a Escola da Advocacia Geral da União. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas através do email cea@pge.ba.gov.br.  Informações detalhadas podem ser obtidas através do telefone (71) 3115-0426. A entrada dos participantes ficará condicionada a doação de um pacote de fralda infantil (tamanho M ou G), que será doado a instituições filantrópicas. A certificação será emitida no total de 18 horas aula. A sede da Univasf fica localizada na Avenida Antonio Carlos Magalhães, 510, Country Club, Juazeiro.

No encontro os advogados públicos debaterão, dentre outros temas, a atuação do advogado público na defesa das políticas de desenvolvimento social e econômico do país, na mediação dos conflitos entre Estado e o cidadão, no reconhecimento do direito dos cidadãos e na promoção de políticas públicas, em matéria de infraestrutura, a reforma trabalhista, a terceirização e seus reflexos para a Administração Pública, a reforma previdenciária e finanças públicas, tempos de crise e atuação proativa da Advocacia Pública.

Atividades

O evento, que visa colaborar no aprimoramento dos acadêmicos e profissionais com temas de importância no contexto dos serviços públicos, contará com a participação de renomados especialistas do meio jurídico brasileiro, que ministrarão palestras de interesse da categoria, e oferecerá aos participantes uma diversidade de atividades que inclui apresentação de relatos de casos exitosos, teses, experiências, projetos, pôsteres, palestra interativa, minicurso, e talkshow.

O encontro é destinado à procuradores de Estado, advogados, estudantes e profissionais do meio jurídico. Segundo uma das coordenadoras acadêmica do evento, Alzemeri Martins Britto, o objetivo é reunir um expressivo numero de advogados públicos dos estados participantes. “As promoções desses debates durante o encontro qualificam o desempenho profissional e auxiliam na boa atuação do exercício da advocacia”, assegura.

 A procuradora chefe do Centro de Estudos e Aperfeiçoamento da PGE-BA ressalta que, além de espaço para questionamentos sobre os temas abordados, o evento é um momento de valorização da advocacia.  “Será uma oportunidade para a discussão de ideias, valores, princípios e prerrogativas na atuação, destacando-se que o grande beneficiado pelo evento será a sociedade, uma vez que a atuação na esfera pública tem como postulado o respeito à coisa pública”, pontua.

Convocação Geral


Festa e animação na 23ª. `Passeata de Animais de Afrânio´

O Deputado Adalberto Cavalcanti ao lado de sua esposa Lucia Mariano,alegrava todos por onde passou

Na 23ª. edição da `Passeata de Animais´de Afrânio-PE, promovida pelo Deputado Federal Adalberto Cavalcanti, mais de 1.500 vaqueiros inscritos participaram ativamente do evento, neste sábado(24), acompanhados de outras centenas de amigos e correligionários que se integraram ao movimento festivo.

O passeio saiu da fazenda de Justino, próximo do Estádio Municipal de Afrânio, com destino a Fazenda Riacho do Meio, propriedade do Deputado,  com mais de dois quilômetros de percurso e muita alegria estampada no semblante de todos, com musica, carro de som e confraternização.

Por onde passou a caravana atraiu mais gente e ampliava mais ainda a quantidade de amigos dos organizadores. Na fazenda, foram sorteados entre os participantes R$ 5.000,00 (cinco mil reais)em espécie, cabrestos, esporas, chapéu de couro, chicotes e ainda foi oferecido um delicioso almoço de confraternização junina pela data.

A imagem pode conter: 6 pessoas, céu e atividades ao ar livre

A multidão tomou as ruas de Afrânio-PE

A imagem pode conter: 10 pessoas, pessoas sorrindo, chapéu, barba e atividades ao ar livre

Cesar Adriano foi a grande atração do passeio

O que não faltou foi forró com Sidinho Sanfoneiro e os 4 do Arrocha e a atração musical,  César Adriano, que animou toda vaqueirama e os convidados.

Na oportunidade já com o sucesso da festa garantido mais uma vez, o Deputado Adalberto Cavalcanti ao lado de sua esposa Lucia Mariano,  agradeceu a todos os vaqueiros inscritos e aos demais amigos e correligionários, prometendo mais encontro junino  no próximo ano.

O deputado disse “que essa festa é tradicional. Agente reúne os vaqueiros e amigos e se confraterniza na festa maior que é o São João. Estamos juntos e vamos continuar unidos com os sertanejos de Afrânio e do sertão de Pernambuco” disse Adalberto.

Convocação Geral